Engenharia 360

Maior usina solar flutuante do Brasil: o futuro da energia renovável em nossas águas

Engenharia 360
por Redação 360
| 03/04/2023 4 min

Maior usina solar flutuante do Brasil: o futuro da energia renovável em nossas águas

por Redação 360 | 03/04/2023
Engenharia 360

Usinas solares flutuantes são instalações próprias para geração de energia. Elas possuem algumas vantagens em relação às usinas solares terrestre, sendo que seu funcionamento é similar ao de outros modelos de usinas. Agora, as empresas gaúchas Creral e a Mil Engenharia concluem a construção da maior usina solar flutuante do Brasil, que atenderá milhares de famílias e dezenas de municípios no norte de Minas Gerais.

Veja Também: Usinas hidrelétricas reversíveis: como funcionam e para que servem?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O que são usinas solares flutuantes

Usinas solares flutuantes são instalações fotovoltaicas que são montadas em plataformas flutuantes em corpos d'água, como lagos, reservatórios ou lagoas de tratamento de água. Essas usinas podem ser instaladas em águas rasas ou profundas e, geralmente, são projetadas para acompanhar a movimentação da superfície da água.

usina solar flutuante
Imagem reproduzida de CicloVivo

As usinas solares flutuantes têm algumas vantagens em relação às usinas solares terrestres, como a economia de espaço em terra e a redução da evaporação da água nos reservatórios. Além disso, a proximidade da água pode ajudar a resfriar os painéis solares, o que pode aumentar a eficiência da geração de energia.

Ademais, essas usinas podem ser combinadas com usinas hidrelétricas existentes, o que pode ajudar a maximizar a geração de energia renovável em uma mesma área. No entanto, é importante ressaltar que as usinas solares flutuantes são mais complexas de instalar e manter do que as usinas solares terrestres, o que pode aumentar seus custos de implantação e operação.

Veja Também: Confira aqui as maiores usinas de energia de ondas do mundo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como funciona uma usina solar flutuante

O funcionamento de uma usina solar flutuante é similar ao de uma usina solar terrestre. A diferença é que a estrutura que suporta os painéis solares, como dito antes, é montada sobre uma plataforma flutuante e ancorada ao fundo do corpo d'água.

usina solar flutuante
Imagem reproduzida World Bank Group; SERIS; ESMAP, 2019, via epe - Empresa de Pesquisa Energética

Os painéis solares captam a luz solar em energia elétrica, que é coletada por cabos submersos e levada até um inversor, que converte a corrente contínua em corrente alternada e a envia para a rede elétrica. E, geralmente, a usina solar flutuante é interligada à rede elétrica existente através de uma subestação próxima.

Alguns sistemas de usinas solares flutuantes podem ter dispositivos para acompanhar o movimento do sol, a fim de maximizar a geração de energia. Outros sistemas podem ter baterias para armazenar a energia gerada durante o dia, para ser utilizada durante a noite ou em períodos de baixa geração de energia solar.

usina solar flutuante
Imagem reproduzida de Capital Reset

Além disso, é importante ressaltar que a manutenção de uma usina solar flutuante pode ser mais complexa do que a de uma usina solar terrestre, devido ao acesso limitado e à exposição constante à umidade e à corrosão. Portanto, a escolha de materiais e componentes é crucial para garantir a durabilidade e a eficiência da usina solar flutuante.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja Também: Descubra aqui as 11 maiores usinas hidrelétricas do mundo

A mais nova usina solar flutuante no Brasil

A Creral, cooperativa de energia com sede em Erechim (RS), e a Mil Engenharia, com sede em Tapejara (RS), iniciaram a construção da maior usina solar flutuante do Brasil. O projeto de 1,2 MWp está sendo construído no lago de uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH) em Grão Mogol (MG) e é executado em consórcio com a Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social (AEDAS).

A Creral já atua em projetos de geração de energia renovável em diversos estados do país, enquanto a Mil Engenharia tem experiência em projetos elétricos industriais, comerciais, corporativos, automação industrial e manutenção elétrica.

A nova usina terá 3.050 painéis fotovoltaicos, apoiados em 7.600 flutuadores, em uma área de 11 mil m². A energia gerada será suficiente para atender 1.250 famílias em 21 municípios de regiões mineiras. E a previsão é que a estrutura entre em operação até o primeiro semestre de 2023.

usina solar flutuante
Imagem reproduzida Portal Solar via Click Petróleo e Gás
usina solar flutuante
Imagem reproduzida de Jornal Bom Dia

A saber, existe pelo menos uma usina solar flutuante no Brasil, que está localizada na cidade de Sobradinho, no estado da Bahia. A usina é chamada de Usina Solar Flutuante de Sobradinho e foi inaugurada em 2019. Ela é composta por 18 mil painéis solares flutuantes e tem capacidade instalada de 12,5 megawatts, o suficiente para atender cerca de 10 mil residências. Além disso, a usina solar flutuante de Sobradinho é considerada a maior usina solar flutuante da América Latina.

usina solar flutuante
Imagem reproduzida de ÁGUA, VIDA & CIA – Fernando José de Sousa

Veja Também:


Fontes: Gaúcha ZH, Canal Energia.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo

Você não pode copiar conteúdo desta área