Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Lixeira tecnológica retira poluentes da água do mar

por Clara Ribeiro | 02/03/2016
Copiado!

Um dos maiores desafios do mundo contemporâneo é acabar com a poluição de rios e mares. Em diversos países há inúmeras alternativas para retirar resíduos sólidos do meio ambiente, mas é tanto lixo, que se juntarmos todas elas não são suficientes para acabar com o problema.
Porém, é preciso conscientizar a população para não poluir e unir forças e ideias. Os surfistas australianos Andrew Turton e Pete Ceglinski quiseram dar sua contribuição para a imensidão azul que tanto amam. Eles criaram o Seabin Project, uma lixeira tecnológica capaz de colher o lixo, em sua maioria plásticos, presente nos oceanos, lagos e rios.

lixeiraseabin-blog-da-arquitetura

A criação foi inspirada em máquinas que retiram folhas de piscinas. Foto: Divulgação


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A invenção suga a água e, consequentemente, o lixo contido nela, além de outros resíduos como óleos. Os poluentes líquidos são filtrados e óleo e detergente são separados da água do rio ou mar, podendo ser devolvida. Já os sólidos são retidos e retirados depois para serem reciclados.
Você pode se perguntar se há perigo de animais serem capturados pela lixeira, mas, segundo os criadores, não é possível disso acontecer por conta da abertura de sucção de água estar um pouco acima da superfície.
O aparelho foi criado para ser utilizado em áreas controladas como marinas e portos, que contêm menos oleosidade e tem melhor acesso a fontes de energia. Os surfistas divulgaram um vídeo da atuação da lixeira, onde explicam melhor como funciona. Eles torcem para que a ideia seja aproveitada em mares do mundo inteiro.

Copiado!
Engenharia 360

Clara Ribeiro

Jornalista especializada em arquitetura e engenharia. Ávida consumidora de informação; viciada em produzir conteúdo; amante das letras, das artes e da ciência.

Comentários