Engenharia 360

Japão conserta buraco de avenida em uma semana, mas ele volta a ceder tempos depois

Engenharia 360
por Redação 360
| 08/12/2016 | Atualizado em 07/11/2019 2 min

Japão conserta buraco de avenida em uma semana, mas ele volta a ceder tempos depois

por Redação 360 | 08/12/2016 | Atualizado em 07/11/2019
Engenharia 360

Recentemente, a notícia de que um buraco numa avenida movimentada do Japão foi consertado em uma semana chamou atenção do mundo inteiro. A cratera de cerca de 300 metros quadrados surgiu na região central da cidade de Fukuoka, próxima a uma estação ferroviária, afetando consideravelmente o trânsito da região.
Como a eficiência construtiva dos japoneses é impressionante, o problema foi resolvido rapidamente, em um tempo considerado até ”impossível” por muitas pessoas. Segundo o prefeito local, Soichiro Takashima, o solo ficou 30 vezes mais resistente que antes, tudo isso após o trabalho frequente (dia e noite) de uma equipe de operários.

buraco no japão

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tudo parecia incrível se não fosse um evento drástico que ocorreu logo após o conserto do buraco. Cerca de duas semanas depois, ele voltou a ceder  7 centímetros. Nada tão trágico, mas a avenida precisou ser interditada para passar por uma nova manutenção.
Em uma rede social, o prefeito pediu desculpas pelo transtorno e disse que a área será monitorada com mais frequência. Já a imprensa local ouviu especialistas que afirmaram já estarem cientes de um possível problema com a obra, provavelmente pelo material utilizado no reparo. Felizmente, ninguém ficou ferido nos dois eventos, que também não afetaram as residências e comércios próximos.
Assista o vídeo e veja como foi feita a obra passo a passo. As imagens são realmente impressionantes!

Continue Lendo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários



Assine nossa newsletter
e receba
uma curadoria exclusiva de conteúdos:

Continue lendo