Engenharia 360

Internet das Coisas, conectividade e dicas para os estudantes e profissionais| SOLIDWORKS WORLD 2018

Engenharia 360
por Redação 360
| 02/05/2018 | Atualizado em 13/09/2023 4 min

Internet das Coisas, conectividade e dicas para os estudantes e profissionais| SOLIDWORKS WORLD 2018

por Redação 360 | 02/05/2018 | Atualizado em 13/09/2023
Engenharia 360

Como a Internet das Coisas está mudando a produção no mundo? Essa é a pergunta que Louis Feinstein (SolidWorks Manager – Electrical and IoT) explica para o Engenharia 360 em uma entrevista durante o SOLIDWORKS WORLD 2018.

SOLIDWORKS WORLD 2018
Imagem: networkscomputing.com

O que é Internet das Coisas?

O termo, Internet das Coisas (Internet of Things – IoT), é usado para descrever uma situação em que as coisas (objetos, carros, prédios, etc.) estão conectadas e coletam e transmitem dados entre si. Parece nova, mas a ideia é da década de 90. Exemplos básicos são o celular conectado ao carro ou a relógios que monitoram dados dos usuários.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Internet das Coisas e produtos conectados

Muitas empresas que fazem os produtos seguem a linha de produzir, embalar, vender e enviar para o cliente que vai utilizá-lo. Em geral, só se ouve falar novamente sobre esse produto se ele quebra ou se alguma peça precisa ser trocada. Porém, quando você têm um produto conectado, ele gera dados o tempo todo. Esses dados podem ser valiosos se você souber usá-los.

Uma vez que você tem a IoT, a produção é mais complicada, porque não é apenas uma questão de conexão. Agora, há o gerenciamento e a análise dos dados, que proporcionam uma nova abordagem.

Os produtos da Internet das Coisas estão no mercado há cerca de 25 anos e, desde então, é possível ver a aceitação da indústria, dos clientes e das pessoas de modo geral. A IoT agregou aspectos sociais relacionados à aceitação de toda essa conectividade.

A internet das Coisas está conquistando espaço por partes. Inicialmente, foi o desenvolvimento de modelos, seguido pela conexão de alguns objetos. O próximo passo, que já começamos a ver, é conectar tudo. Assim, Feinstein afirma que, para ser relevante no mercado, é preciso que os produtos sejam conectados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Internet das Coisas, conectividade e dicas para os estudantes e profissionais| SOLIDWORKS WORLD 2018

Qual a relação do SOLIDWORKS com a Internet das Coisas?

Para Feinstein, é possível ver uma mudança na forma que os negócios são feitos. Dentro do universo SOLIDWORKS, o qual vivenciamos durante o SOLIDWORKS WORLD 2018, há muita construção, simulação e produção. Esse é o mundo em que muitos clientes da SOLIDWORKS vive.

Feinstein apresenta três fases no processo de produção: a idealização, a construção do projeto e o gerenciamento. Essa última, que consiste em realmente gerenciar o produto, é a que está mais relacionada à IoT.

A tendência é de que a conectividade e a tecnologia na indústria continuem avançando. E, para criar um produto conectado, é preciso ter vários engenheiros de várias áreas que trabalhem em conjunto.

Quando fala-se em IoT, também é possível ver tudo e nada ser conectado. Uma das coisas muito importante para as empresas é que, ao tornar-se conectado, você muda seu negócio. Assim, é uma transformação de negócio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A transformação dos negócios

As pessoas estão aceitando mais a conectividade e estão mais dependentes da tecnologia. E, neste sentido, quanto mais as pessoas a aceitam, mais a tecnologia avança. Por exemplo, muitos ficam perdidos quando estão sem o celular. Há tecnologia por todos os lados e, à medida que ela avança, é necessário avançar a forma de projetar.

Quando um produto da IoT é feito, é necessário, inicialmente, fazer com que ele seja socialmente aceito. Conectar produtos é, basicamente, o futuro. Não ter um produto conectado fará com que uma empresa se torne irrelevante ao longo do tempo. Essa é a transformação que está acontecendo.

Internet das Coisas, conectividade e dicas para os estudantes e profissionais| SOLIDWORKS WORLD 2018

Muitas empresas podem construir um produto inteligente, mas é mais vantajoso construir um produto inteligente conectado. Ter um produto conectado abre oportunidades no meio competitivo.

O motivo de existir a conectividade é tornar as pessoas mais próximas das empresas e as empresas mais próximas dos clientes. Então, é possível ver a conectividade mudando o modo de vida. Ela faz com que a comunicação seja mais fácil, simplificando também a forma como o trabalho é feito, o que permite que exista mais tempo para fazer as coisas que devem ser feitas.

Dicas para os estudantes/profissionais

Louis Feinstein também dá dicas para quem tem interesse em ingressar no mercado da produção. Se você é um estudante inspirado e quer ser o melhor que pode ser, você deve entender sobre IoT. Isso te fará um profissional melhor e alavancará sua carreira.

Se você já está no mercado, é necessário expandir seus conhecimentos. Os produtos no futuro serão conectados e a internet das coisas te fará relevante no mercado. Assim, se você quiser se manter na economia global, é necessário estar conectado.

É preciso entender sobre as coisas. Por exemplo, entender como são construídas aplicações e como ter dados conectados na nuvem. Como profissional, é necessário entender como isso transforma a sua carreira. Como estudante, é uma oportunidade de expandir suas capacidades.

SOLIDWORKS WORLD 2018: Vídeo da entrevista

No vídeo abaixo você confere a entrevista de Louis Feinstein no SOLIDWORKS WORLD 2018. Ele explica sobre IoT, conectividade de produtos, transformação dos negócios e apresentando dicas para quem pretende trabalhar com produção.


Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo