Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Descubra quem é a idosa de 82 anos que fará voo em foguete com Jeff Bezos, da Amazon

por Simone Tagliani | 19/07/2021

Você já se acha velho na vida? Imagina voar para o espaço depois dos 80 anos? É o que fará Wally, ao lado do ambicioso Jeff Bezos! Confira a história!

‘Bem-vinda a bordo, Wally’, este é o alô de Jeff Bezos, da Amazon para a americana Wally Funk, de 82 anos, que o acompanhará no primeiro voo espacial tripulado da Blue Origin. Bezos, que é um dos homens mais ricos do mundo, tenta, neste dia 20 de julho de 2021, dar mais um passo bem-sucedido nos planos da sua empresa de foguetes. Confira a história no texto a seguir!

astronauta
Imagem extraída de Revista Galileu – Globo

A nova fase da corrida espacial

Recentemente, tivemos o grande feito espacial, que foi o voo realizado por Richard Branson, do Grupo Virgin Galatic. Elon Musk, da SpaceX, também é mais um empresário de olho em possibilidades assim. Mas é possível que os planos do primeiro voo da Blue Origin seja ainda mais emocionante! Veja por que!

astronauta
Imagem extraída de Poder360

A astronauta idosa da Blue Origin

A história de Wally Funk dentro da área da aeronáutica começou há muitos anos. Ela foi a primeira mulher a ser inspetora da Administração Federal de Aviação (FAA), dos EUA. Também foi a primeira investigadora de segurança aérea feminina do Conselho Nacional de Segurança do Transporte do país. Ao todo, ela já soma 19.600 horas de voo e mais de 3.000 alunos que foram instruídos para voo.

Quando jovem, na década de 1960, Wally se candidatou, junto de outras 12 mulheres, para o projeto Mercury 13, financiado de forma privada e paralelamente à NASA. Mas todas foram recusadas por serem mulheres; na época, só homens podiam voar. Enfim, o projeto acabou descartado.

astronauta
Imagem extraída de O Globo

Infelizmente, algumas mudanças no mundo foram lentas. Hoje, a barreira do preconceito contra mulheres astronautas, cosmonautas, taikonautas e mais já é muito menor. Certamente, se Wally começasse a sua história agora ela poderia contribuir como ninguém para a exploração espacial. Segundo registros, ela teve um desempenho maior – um trabalho melhor e mais rápido – do que o dos homens no treinamento do Mercury 13.

Agora, quando Wally está com 82 anos, recebe de Jeff Bezos essa grande oportunidade de viajar ao espaço! Antes dela, o recordista por ter viajado com mais idade era John Glenn, aos 77 anos a bordo do ônibus espacial Discovery, em 1998.

astronauta
Imagem extraída de O Globo

“Nada jamais me atrapalhou”,

“Eles disseram: ‘você é uma menina, não pode fazer isso ‘. Eu disse: ‘não importa o que você seja, você ainda pode fazer isso se quiser – e eu gosto de fazer coisas que ninguém nunca fez.”

– trecho de vídeo publicado por Bezos, em reportagem de Terra.

O voo de Jeff Bezos ao espaço

No voo de 20 de julho – aniversário do pouso da Apollo 11, primeira nave a chegar à lua -, Jeff Bezos terá ao seu lado a convidada de honra, Wally Funk. Também devem estar junto deles, no foguete New Shepard, o irmão de Bezos, Mark e pessoa que pagou mais de 28 milhões de dólares em um leilão beneficente por uma vaga.

“Chegou a hora. Bem-vinda à tripulação, Wally. Será um prazer tê-la no dia 20 de julho como nossa convidada de honra.”

– Jeff Bezos, em uma publicação no Instagram.

astronauta
Imagem extraída de The New York Times

O sistema New Shepard

Claro que esse não será o primeiro acionamento do sistema New Shepard. O foguete já concluiu com êxito 15 testes não tripulados. Mas, no dia 20, ele decolará de um deserto no Texas levando os quatro passageiros para o espaço e subindo a pouco mais de 100 quilômetros de altura – acima da chamada Linha Karman, limite convencionado entre a atmosfera terrestre e o espaço – numa viagem que deve durar cerca de 10 minutos. Parece pouco, mas não é!

A saber, a cápsula do New Shepard é impulsionada por um pequeno foguete reutilizável, que retorna à Terra separadamente após atingir a altitude de voo. Depois, a própria cápsula volta à superfície da Terra, freada por paraquedas. Mas o conjunto – cápsula e foguete – foi projetado para voar de forma autônoma com seis passageiros, alto o suficiente para experimentar alguns minutos de gravidade zero. Lá de cima, dá para ver a curvatura do planeta através de seis janelas de observação – três vezes mais altas que as de um Boeing 747, segundo a Blue Origin.

A ideia de Jeff Bezos, Elon Musk e Richard Branson é que, num futuro próximo, suas empresas possam oferecer a turistas privilegiados viagens curtas ao espaço. E você, toparia fazer um passeio desses, se pudesse? Responda nos comentários!


Fontes: Globo, CNN Brasil, DW, Terra, Istoé Dinheiro, Cabn.

Comentários

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada em Arquitetura & Urbanismo e Letras; especialista em Artes Visuais; estudante de Jornalismo Digital e proprietária da empresa Visual Ideias - Redação, Edição e Produção de Conteúdos.