Engenharia 360

Explorando a Física por Trás dos Espetaculares Globos da Morte

Engenharia 360
por Redação 360
| 27/06/2023 | Atualizado em 01/10/2023 6 min
Imagem reproduzida de Hondero

Explorando a Física por Trás dos Espetaculares Globos da Morte

por Redação 360 | 27/06/2023 | Atualizado em 01/10/2023
Imagem reproduzida de Hondero
Engenharia 360

No final de junho de 2023, um grave acidente envolvendo dois motociclistas chocou os habitantes da região metropolitana de Curitiba. Um rapaz de 26 anos ficou ferido durante um show em um globo da morte em um circo em Fazenda Rio Grande. Apresentações como essa, em globos da morte, atraem muitos expectadores; porém, são altamente arriscadas. Nesse caso, por exemplo, duas motos colidiram, jogando os condutores ao chão. A reação de pânico da plateia foi imediata. Felizmente, o jovem não deve ter sequelas graves.

É preciso dizer que a experiência nessas atividades não livra dos riscos. Meses atrás, outros dois motociclistas ficaram feridos em uma colisão dentro do "globo da morte" de um circo em Bom Jesus do Itabapoana, no estado do Rio de Janeiro. Um condutor perdeu o controle ao fazer manobras dentro da jaula, causando o acidente, deixando o público em choque. Mas como a física pode explicar esses dois eventos? Veja a seguir, neste artigo do Engenharia 360!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

globos da morte
Imagem reprodução BandaB, via TNOnline - UOL

O que são e como surgiram os globos da morte?

Antes de tudo, vamos devemos explicar que globo da morte é uma estrutura em forma de esfera de aço, semelhante a uma jaula, na qual motociclistas realizam performances. Acredita-se que tenha surgido na Alemanha no final do século XIX. Ao longo dos anos, foram registradas muitas mortes relacionadas a essas performances - sobretudo entre os anos de 1940 e 2000. Mas nem isso impediu que os globos da morte deixassem de ser uma atração popular em circos e shows de motociclistas em todo o mundo.

Dentro dessas estruturas, os motociclistas habilidosos realizam acrobacias ousadas, como andar nas paredes do globo, girar em alta velocidade e saltar por cima de outros motociclistas dentro do globo. As apresentações dos globos da morte focaram comuns em circos itinerantes e parques de diversões, proporcionando aos espectadores uma mistura de emoção, adrenalina e medo.

globos da morte
Imagem reproduzida de Hondero

Agora, atualmente, apesar de manter o nome dramático, acidentes fatais são raros nesse tipo de espetáculo, devido ao treinamento rigoroso e precauções de segurança dos motociclistas.

Quais as maiores estruturas de globos da morte do mundo?

A estrutura de globo da morte mais famosa por seu tamanho é a "Globe of Death", construída pela equipe de acrobatas mexicanos conhecida como "Los Daredevils". Ela possui quase 20 metros de diâmetro, capaz de acomodar até 8 motociclistas simultaneamente realizando manobras dentro dela. Em 2015, ela chegou a ser certificada pelo Guinness World Records como o maior globo da morte do mundo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Além dessa estrutura, outras se tornaram famosas, como "The Steel Ball" (A Bola de Aço), atração do Cirque Berserk, no Reino Unido. Também podemos citar a "Globe of Steel" (Globo de Aço) no Parque de Diversões de Tusenfryd, na Noruega. Agora, talvez nada se compare ao que um grupo de brasileiros fez em Florianópolis, no início de 2023. Eles bateram recorde do Guinness Book de mais alta apresentação de globo de morte do mundo. A performance aconteceu a quase 60 metros de altura.

globos da morte
Imagem reproduzida de divulgação, via NSC Total
globos da morte
Imagem reproduzida de divulgação, via NSC Total
globos da morte
Imagem reproduzida de Luciano Nunes, divulgação, via ND Mais

Como são construídos os globos da morte?

Um globo da morte é uma estrutura composta por várias seções segmentadas e curvadas. Essas seções são encaixadas e rebitadas para formar o globo. O globo geralmente possui um painel de aço na parte inferior que funciona como um alçapão para permitir a entrada e saída dos passageiros e suas motos.

O material principal usado na construção do globo da morte é a malha soldada, que é resistente e capaz de suportar o peso das motos e dos artistas que se apresentam dentro do globo. Como explicado antes, existem diferentes tamanhos de globos da morte, sendo o mais comum um globo de 725 quilos e 4,8 metros de diâmetro. No entanto, algumas companhias de artistas podem usar globos menores ou maiores.

globos da morte
Imagem reproduzida de Globo de la Muerte, 3D Warehouse

Veja Também: Aventura em Altíssima Velocidade: Conheça a Maior Pista de Kart Coberta do Mundo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Considerações da Engenharia

As considerações de segurança ao projetar e operar um globo da morte incluem:

  • Estrutura robusta: O globo da morte deve ser construído com materiais fortes e duráveis, capazes de suportar as acrobacias e a velocidade das motocicletas.
  • Sistema de suporte: São utilizados cabos de aço ou barras de metal para manter o globo da morte no lugar durante as acrobacias. Esses sistemas de suporte devem ser adequadamente projetados e testados para garantir a segurança dos pilotos.
  • Estabilidade: O projeto do globo da morte deve levar em consideração a estabilidade do veículo durante as manobras. O centro de gravidade e o equilíbrio são aspectos críticos a serem considerados para evitar acidentes.
  • Medidas de segurança pessoal: Os pilotos devem utilizar equipamentos de proteção adequados, como capacetes, roupas acolchoadas e sistemas de retenção, para minimizar os riscos de lesões.
  • Testes e inspeções regulares: Antes de cada apresentação, é necessário realizar testes e inspeções minuciosas no globo da morte para identificar possíveis falhas ou danos que possam comprometer a segurança.

Resumindo, os desafios de Engenharia ao construir um globo da morte de grande escala envolvem o dimensionamento estrutural para suportar o tamanho, peso e forças g-força das motocicletas. Além disso, é necessário projetar o globo da morte para resistir a impactos significativos, garantindo a sua resistência ao impacto.

A estabilidade estrutural é fundamental para a segurança dos pilotos, exigindo uma base estável e um sistema de suspensão adequado. Também é importante considerar o gerenciamento de calor devido à fricção das motocicletas, evitando superaquecimento e danos aos veículos e pilotos.

Como a física age dentro dos globos da morte?

Durante uma apresentação no globo da morte, as forças e cargas são distribuídas de forma a aproveitar a força centrípeta. Essa força age em um objeto quando ele se move em um caminho circular e é direcionada para o centro desse caminho. A fórmula da força centrípeta é:

Fc = (m × v²) / r

Onde Fc é a força centrípeta, m é a massa do objeto, v é a velocidade e r é o raio do caminho circular.

Para completar um loop vertical, o piloto precisa alcançar uma velocidade mínima, que é v = √(g × r), sendo r o raio da esfera e g a aceleração da gravidade. A construção segura de um globo da morte envolve considerar esses princípios de Engenharia - listados no tópico anterior -, como garantir que o raio e a velocidade sejam adequados para manter o piloto seguro durante as acrobacias.

globos da morte
Imagem reproduzida de Essas e Outras

Influência sobre o desempenho dos motociclistas

A geometria do globo da morte afeta o desempenho dos motociclistas, proporcionando estabilidade e uma força centrífuga que os mantém no lugar durante as acrobacias. Já a aerodinâmica influencia o desempenho, permitindo velocidades mais altas e manobras mais suaves.

Vale destacar que os cálculos de estabilidade consideram, portanto, a geometria, tamanho, material e forças envolvidas, enquanto a resistência é analisada levando em conta a resistência do ar e características do motociclista. Esses cálculos visam garantir a segurança e o sucesso das acrobacias.

Nota: Na atualização desse texto, em outubro de 2023, três pilotos ficaram feridos em um acidente em um globo da morte em Itumbiara, Goiás. O acidente ocorreu devido à quebra da balança de uma das motos durante uma apresentação no sábado à noite. Dois pilotos foram hospitalizados, um com quatro pontos no cotovelo e os outros dois com escoriações menores. Apesar disso, os ferimentos não foram graves, e os espetáculos do circo continuam normalmente, inclusive no domingo à noite.

globo da morte
Imagem divulgação Circo Mundo Mágico e Sávio Arantes, TV Anhanguera

Veja Também:


Fontes: Banda B, O Dia, Wikipédia, Itatiaia.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com contato@engenharia360.com para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo