Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Expert em currículo aponta os erros mais irritantes que os candidatos cometem

por Lucie Ferreira | 11/04/2017
Copiado!

Imagine ser expert em currículo, tendo trabalhado por quase 30 anos na análise de resumos de qualificações profissionais e avaliado mais de 40 mil currículos. Essa é a experiência de Tina Nicolai, ex-recrutadora do Walt Disney World e fundadora da consultoria Résumé Writers.
Mais do que enxergar as qualidades de um bom currículo, ela é especialista em detectar suas falhas. A maioria diminui as chances de o candidato preencher uma vaga. Por isso, Nicolai resolveu abrir sua própria empresa e auxiliar os clientes na busca de uma nova oportunidade de trabalho – ou do funcionário ideal.
Listamos abaixo os erros em currículos que a coaching considera mais irritantes. Veja quais você já cometeu e saiba como evitá-los quando for formatar seu currículo.

A consultora Tina Nicolai já avaliou mais de 40 mil currículos (Imagem: Visual CV)

Desleixo

Não adianta encontrar uma vaga bacana e fazer um currículo às pressas para enviar, achando que se for um dos primeiros, receberá mais atenção. Para Nicolai, ser desleixado é o maior erro de um candidato. Por isso, não seja preguiçoso e escreva, leia e releia antes de mandar.
A profissional diz que erros de digitação, fontes não profissionais e informações desatualizadas e irrelevantes são mais comuns em um currículo do que se imagina.

Resumos muito longos

Não escreva o resumo de seu currículo como se fosse o capítulo longo de um livro, com tom formal e repleto de adjetivos. Prefira listar as informações que considera mais importantes e suas principais conquistas.

Evitar erros no currículo evita que o recrutador se aborreça antes mesmo de terminar a leitura (Foto: Work It Daily)

Iniciar um item com o termo “Responsável por”

Começar uma frase com “responsável por” não quer dizer exatamente que você tenha desempenhado as funções citadas, deixando a informação vaga. Para Nicolai, essa atitude mostra que os requisitos de trabalho deveriam ser, sem afirmar se o candidato realmente desempenhou as funções.
Para evitar o termo, ela indica demorar um pouco mais para preparar o currículo e explicar melhor que tipo de trabalho você realizou, ao invés de mostrar aquilo que era esperado realizar.

Usar muitos jargões

É possível criar um ótimo currículo sem clichés como “pensar fora da caixa”, “trabalhar bem em equipe” e ótimo comunicador” – afinal, são qualidades básicas que qualquer recrutador espera do candidato. Aponte as características de maneira criativa e sucinta, sem apelar para o uso dessas palavras.

Fuja de frases comuns e clichés e surpreenda o recrutador (Foto: Forbes)

Ser muito formal

Currículos excessivamente formais podem ser irritantes para o recrutador porque não são envolventes nem permitem ao leitor ter uma boa ideia da personalidade do candidato.
Fonte: Business Insider, Época Negócios e Résumé Writers.

Copiado!

Comentários