Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Estrutura de pedra suporta o próprio peso sem uso de cola

por Lucie Ferreira | 22/06/2016
Copiado!

A Bienal de Arquitetura de Veneza 2016 apresenta, até o dia 27 de novembro, muitas novidades para o setor de arquitetura. Uma delas é a estrutura com 399 lajes de calcário que não utiliza cola. Para ter ideia da inovação, ela já é considerada um “marco para a engenharia em pedra”.
Batizado de Armadillo Vault, o projeto é uma parceria entre o Instituto Federal de Tecnologia de Zurique (ETH Zurich), a empresa de engenharia Ochsendorf DeJong & Block e o escritório especialista em alvenaria Escobedo Group. Ao invés de adesivos, argamassas, colas ou fixadores, o dossel é suportado pela compressão, com conexões perfeitamente secas.
Um dos autores do Armadillo Vault, Philippe Block, explicou que, embora a estrutura tenha alguns vãos de 16 metros, no topo são apenas cinco centímetros de espessura, como se fosse uma casca extremamente fina. “Se comparar com uma casca de ovo, é metade da espessura proporcionalmente.”

pedra_01_blog-da-engenharia

(Foto: Iwan Baan)

+ Geometria e forças

Para o projeto, os pesquisadores utilizaram o plug-in de design digital RhinoVAULT , da ETH Zurich. Por meio do dossel, as equipes quiseram mostrar que é possível construir edifícios de maneira eficiente e com materiais sustentáveis no lugar do aço. Para isso, é preciso saber detalhadamente como as forças de compressão afetam as estruturas arquitetônicas.
O calcário, que foi usado para erguer o dossel, é considerado  um dos materiais mais difíceis de aplicar estruturalmente. Ao utilizá-la, os autores demonstraram que geometrias otimizadas permitem construções, mesmo que os recursos sejam limitados. Ao focar na relação entre geometria e forças, eles conseguiram criar uma estrutura expressiva e eficiente em calcário.

pedra_02_blog-da-engenharia

(Foto: Iwan Baan)

+ Caso de tatu

Para acelerar o tempo de construção, as peças de calcário não receberam acabamento da parte inferior, dando origem a um dossel parecido com o casco de um tatu (armadillo). Porém, antes de levar o projeto à Bienal, as equipes realizaram um teste da estrutura no Texas. Só depois disso eles construíram o Armadillo Vault em Veneza. 
Após o final do evento, o dossel será transferido para outro local, uma vez que isso pode ser feito várias vezes, sem comprometer a integridade estrutural, como se fosse um “quebra-cabeça 3D intrincado”.

pedra_03_blog-da-engenharia

(Foto: Anna Maragkoudaki)


pedra_04_blog-da-engenharia

(Foto: Anna Maragkoudaki)


Fonte: Dezeen
 

Copiado!

Comentários