Engenharia 360

A Engenharia Eletromagnética e o uso da 3DEXPERIENCE Works Simulation

Engenharia 360
por Redação 360
| 04/02/2022 | Atualizado em 03/04/2022 3 min

A Engenharia Eletromagnética e o uso da 3DEXPERIENCE Works Simulation

por Redação 360 | 04/02/2022 | Atualizado em 03/04/2022
Engenharia 360

A necessidade de componentes eletromagnéticos é crescente dentro do mundo das engenharias. Inclusive, hoje em dia, há uma maior pressão para a entrega de certos produtos; e os mesmos, por conta da própria exigência de mercado, necessitam de projetos visionários e ciclos de desenvolvimentos rápidos, mas flexíveis. E é justamente pensando nisso que foram desenvolvidas ferramentas de trabalho como a 3DEXPERIENCE Works Simulation. Saiba mais no texto a seguir!

Qual a contribuição da Engenharia Eletromagnética?

Quem cursou Engenharia Elétrica deve ter tido, com certeza, contato com a Teoria Eletromagnética ou o Eletromagnetismo. Este é um ramo de estudo da Física que analisa os fenômenos da eletricidade e do magnetismo a interação conjunta entre os campos elétrico e magnético. Aliás, lembra das Quatro Equações de Maxwell? Pois tem tudo a ver com isso! E sabe quando você vai utilizar uma coisa dessa? Quando tiver que fazer o projeto de um eletrodoméstico, computador, receptor de TV, rádio, lâmpadas e mais.

3dexperience
Imagem reproduzida de The SOLIDWORKS Blog –

Outros profissionais, como os engenheiros civis, estudam a Teoria Eletromagnética para entender o fenômeno dos relâmpagos. Tem ainda os curiosos em química, biologia e física que vão ter contato com esta disciplina quando estudarem as auroras boreais, arco-íris, coesão de átomos e moléculas que compõem a matéria. E não podemos nos esquecer da boa contribuição que o eletromagnetismo vai dar aos setores de transporte e mobilidade, aeroespacial, defesa, ciências da vida e comunicações, equipamentos médicos, energia renovável, metamateriais, entre outros.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Continue Lendo

Por que testar esses projetos de componentes eletromagnéticos?

Como dito antes, os componentes eletromagnéticos fazem parte de muitas engenharias e são essenciais para o sucesso de vários produtos inteligentes que são lançados no mercado todos os anos. Mas… é preciso muita confiança de que os mesmos atendem a conformidade e compatibilidade eletromagnética legal. Só que como evitar reformulações e recalls dispendiosos que poderiam comprometer a reputação da empresa? E como identificar e atenuar previamente possíveis problemas – como de EMI da EMC – antes que os projetos sejam lançados para fabricação? Simples, com testes!

3dexperience
Imagem reproduzida de Dassault Systèmes

Dominando as ferramentas corretas, as equipes de projetistas podem reduzir a necessidade de criação de protótipos físicos e aumentar a probabilidade de os produtos desenvolvidos serem certificados logo na primeira tentativa!

Como realizar simulações eletromagnéticas?

Para realizar uma simulação de campo eletromagnético pode-se usar sistemas como da plataforma 3DEXPERIENCE, por exemplo. Com ela é possível se chegar a uma verdadeira abordagem de simulação multifísica 3D. Inclusive, existe uma versão especial dela para isso, que é a 3DEXPERIENCE Works Simulation, com alto desempenho. Ela apresenta recursos habilitados para nuvem; função CST Studio Suite para uma simulação rápida e eficaz, e orientação de projeto de dispositivos eletromecânicos PCBs e antenas em ambiente multifísico; ferramentas para colaboração em equipe; e ferramentas para associação de dados com SolidWorks CAD.

3dexperience
Imagem reproduzida de SOLIDWORKS

Veja Também: Série Grandes Matemáticos – quem foi Gauss?

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários



Assine nossa newsletter
e receba
uma curadoria exclusiva de conteúdos:

Continue lendo