Engenharia 360

Engenharia é a profissão do momento e oferece salário inicial alto

Engenharia 360
por Eduardo Mikail
| 14/02/2013 | Atualizado em 15/07/2022 3 min

Engenharia é a profissão do momento e oferece salário inicial alto

por Eduardo Mikail | 14/02/2013 | Atualizado em 15/07/2022
Engenharia 360

Piso salarial de quem trabalha com Engenharia em São Paulo é de 8,5 salários mínimos. Copa, Olimpíadas e cenário de crescimento do país demandam mais profissionais da área

Já estão abertas as matrículas para os cursinhos pré-vestibulares em todo o país. Uma vaga na universidade será a meta de muitos jovens neste ano, mas, definitivamente, essa não é uma tarefa fácil. Em 2012, a Fuvest, o maior vestibular do Brasil, contou com quase 160 mil inscritos, o segundo maior número da história do processo seletivo.

O número de vagas é reduzido: pouco mais de 11 mil; uma concorrência média de 14 candidatos por vaga. A disputa fica ainda mais acirrada quando olhamos para as carreiras mais desejadas. A especialidade Engenharia Civil, por exemplo, foi o segundo curso mais concorrido da Fuvest (53 candidatos por vaga) e o quarto mais procurado no Sisu (Sistema de Seleção Unificado).

“Anualmente, são formados mais de 30 mil engenheiros e assim mesmo está faltando mão de obra nessa área. O crescimento econômico do país e as obras que estão surgindo para a Copa, as Olimpíadas, o PAC [Programa de Aceleração do Crescimento], as usinas de energia e o saneamento ambiental estão demandando mais profissionais”, explica Gilmar Delgado, orientador de pré-vestibulandos no Colégio Objetivo Sorocaba.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Continue Lendo
empresas engenharia
Imagem reproduzida de LuzCont

O momento nunca foi tão bom para essa carreira no Brasil. Se você já pensou em fazer Engenharia, confira algumas dicas sobre como se dar bem nessa profissão:

Qual o perfil básico de quem pretende ser engenheiro?

“O engenheiro deve ter algumas habilidades como raciocínio lógico e abstrato, facilidade de trabalhar com cálculos, analisar e resolver problemas e trabalhar em equipe”, resume Gilmar.

Que área escolher?

Existem mais de 30 cursos de Engenharia diferentes oferecidos pelas universidades. Além de Civil, outras modalidades que também vêm sendo bastante procuradas são Produção, Mecânica , Elétrica e Química.

Um ponto importante a se considerar na escolha é que algumas áreas estão com o mercado bastante aquecido atualmente, como Minas, Petróleo e Naval, destaca Gilmar.

Mas o melhor caminho antes de optar é se informar bem sobre cada uma dessas áreas para descobrir a que mais tem a ver com você. Uma boa dica para começar é consultar as páginas sobre todas as opções que a Engenharia oferece (aqui no Blog). Também vale a pena fazer um teste interativo para ter uma ideia de qual delas combina mais com você e acompanhar blogs especializados, como este (Engenharia 360).

Quais os lados bons da profissão?

“O campo é bastante amplo e oferece muito emprego”, afirma o engenheiro de Produção Carlos Eduardo Bonadia, que se formou há dois anos pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Outro ponto que ele destaca é o salário inicial elevado em comparação a outras profissões. O piso salarial do engenheiro em São Paulo é de 8,5 salários mínimos por 8h de trabalho por dia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E os lados ruins?

“A idade é um fator que pesa na carreira, que é bastante competitiva. Por isso, é fundamental estar em constante aprimoramento e especialização”, pondera Carlos Eduardo. Outro ponto negativo é o fato de muitas empresas contratarem recém-formados não como engenheiros, mas como analistas, por conta de o salário inicial do engenheiro ser elevado, acrescenta.

Quais as melhores faculdades do país?

Confira as melhores faculdades de Engenharia do Brasil, de acordo com o Guia do Estudante 2012:

  • Engenharia Civil: Universidade de Brasília, PUC-Rio, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal de Santa Catarina, Unesp – Ilha Solteira, Universidade Federal de São Carlos, USP – São Carlos, Instituto Tecnológico de Aeronáutica e USP – São Paulo.
  • Engenharia de Produção: Universidade Federal de Viçosa, Universidade Federal Fluminense, PUC-Rio, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Estadual de São Paulo, Mauá-SP, Universidade de São Paulo – São Carlos e Universidade de São Paulo – São Paulo.
  • Engenharia Mecânica: UnB, UFMG, Unifei, UFU, UFSC, Unicamp, USP – São Carlos, ITA e USP – São Paulo.
  • Engenharia Elétrica: UFMG, UFCG, PUC – Rio, UFRJ, UFRGS, UFSC, Unicamp, USP – São Carlos e USP – São Paulo.
  • Engenharia Química: UFRJ, UFSC, Unicamp e USP – São Paulo.
  • Engenharia de Minas: UFRGS – Porto Alegre e USP – São Paulo.
  • Engenharia de Petróleo: UFRJ.
  • Engenharia Naval: UFRJ.

Por Jenifer Corrêa | Publicada no Yahoo! Finanças.

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Engenheiro Civil e empresário, tem o empreendedorismo como estilo de vida. Já trabalhou em uma das maiores construtoras do país e hoje é sócio-fundador da Mikail Engenharia, além do portal Engenharia360.com, um dos pioneiros e maiores veículos especializados no Brasil. É formado também em Administração com especialização em Marketing pela ESPM. Adora viajar e adquirir conhecimento, pois acredita que é a maior riqueza do ser humano.

Comentários



Assine nossa newsletter
e receba
uma curadoria exclusiva de conteúdos:

Continue lendo