Engenharia 360

Engenharia Ambiental: ESG e as novas oportunidades no mercado brasileiro

Engenharia 360
por Redação 360
| 01/02/2022 2 min

Engenharia Ambiental: ESG e as novas oportunidades no mercado brasileiro

por Redação 360 | 01/02/2022
Engenharia 360

Ontem, dia 31 de janeiro de 2022, o CREA-SP realizou o seu 3° Encontro Paulista de Engenharia Ambiental, no mesmo dia em que era comemorado o Dia do Engenheiro Ambiental aqui no Brasil. O evento contou com a participação do atual presidente do Conselho no estado, Vinicius Marchese Marinelli, além de representantes de empresas que atuam no mercado nacional apoiando projetos e ações sustentáveis que visam amenizar impactos da ação humana contra o meio ambiente.

Foi bastante interessante ouvir esses palestrantes, que tinham pontos de vistas diferentes, mas um objetivo em comum bastante claro, que é crescer numa economia que se preocupa com a natureza. E como eles mesmos frisaram algumas vezes durante a conversa, não é uma obrigação das empresas “apenas” mirando para a questão da preservação da flora e fauna nacional, mas em resposta às crises que vivemos. Sim, está claro que o aquecimento global existe e que parte disso é culpa da ignorância e ganância humana. Precisamos trabalhar de forma inteligente para aproveitar melhor os recursos que estão disponíveis de modo a garantir que evitemos outras crises que, hoje, parecem iminentes. Ou seja, maltratar a natureza vai pesar no bolso de todos em breve e deve comprometer a permanência de vida na Terra!

Engenharia Ambiental
Imagem 3-encontro-paulista-de-engenharia-ambiental

Outra coisa que chamou bastante atenção em toda a conversa de ontem foi o momento em que foi levantada a situação atual das cidades brasileiras. Está claro que não estamos nem perto dos níveis aceitáveis de boa gestão ambiental, resiliência, planejamento urbano, sanitário e além. E o que todos no palco fizeram questão de repetir inúmeras vezes é que política é necessária para fazer o país crescer ordenadamente. Porém, é de nós que as principais ações devem partir. Os engenheiros não só podem, mas devem contribuir com ideias, projetos e medidas para mudar o mundo. Todos nós devemos nos responsabilizar pelas ações que são tomadas no coletivo e trabalhar para um mundo melhor! Inclusive, é aí que entra a sigla ESG ou “environmental, social and governance”, uma avaliação da consciência coletiva para fatores sociais e ambientais, baseada em dados e visando cumprimento de métricas específicas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Continue Lendo

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários



Assine nossa newsletter
e receba
uma curadoria exclusiva de conteúdos:

Continue lendo