Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Empresa cria alternativa ao gesso ortopédico mais leve e impermeável

por Fabio Doom | 25/10/2016
Copiado!

Muita gente já quebrou o braço (principalmente na infância) e teve que usar o tradicional gesso, aquela placa pesada que até parecia divertida num primeiro momento, mas depois se tornava um tormento, ainda mais para tomar banho. Horrível, não é? Foi pensando nesse e em outros incômodos que uma empresa norte-americana criou um novo conceito de gesso, mais leve e impermeável. Saiba tudo sobre essa invenção!

Foto: Daniel Cooper

Foto: Daniel Cooper

Gesso leve e impermeável: como é?

Esse projeto inovador é desenvolvido pela startup Cast21, como uma alternativa ao gesso ortopédico. Trata-se de um material vazado, rígido e impermeável, ou seja, que pode molhar sem problemas, usado para imobilização de partes do corpo após fraturas.
A estrutura permite que a pele respire, evitando o acúmulo de sujeira, bactérias e possíveis infecções na área. Além disso, oferece mais conforto e possibilidades do paciente realizar qualquer tarefa sem desconfortos durante o período de recuperação.

Foto: Daniel Cooper

É só aplicar o material e injetar um líquido para imobilizar a área fraturada | Foto: Daniel Cooper


Embora seja chamado de gesso, tenha o mesmo tempo de aplicação e quase o mesmo custo, esse material é composto por uma série de tubos ocos de silício e plástico, interconectados e colocados na região fraturada de modo simples. Depois disso, dois líquidos são injetados nesses tubos, para endurecer e deixar a área totalmente imobilizada. Para remover, basta usar uma tesoura.
De acordo com informações do site Engadget, a Cast21 busca financiamento para começar o processo de produção dessa alternativa impressionante. Depois disso (a estimativa é que comece em 2017) ainda são necessários testes em humanos para otimizar e ver como o adereço funciona na prática e, em seguida, colocá-lo à venda no mercado, para utilização em clínicas, farmácias e hospitais.
Uma ideia incrível, não é?
Foto: Daniel Cooper

Bem melhor que o gesso comum, não é? | Foto: Daniel Cooper


Referência: Engadget

Copiado!

Comentários