Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

EmoSense: mais um sensor de emoções a base de inteligência artificial

por Kamila Jessie | 10/10/2019
Copiado!

Pesquisadores da Universidade de Tecnologia Hefei da China e de várias universidades do Japão desenvolveram recentemente um sistema unificado de detecção de emoções com base em gestos corporais. O sensor wireless é alimentado por inteligência artificial e foi intitulado EmoSense.

emosense
Imagem: techxplore.com

Gestos podem ser indicativos de emoções

Por mais que pessoas diferentes apresentem diversas formas de se expressar, não dá para negar que, em nossa vida cotidiana, percebemos gestos corporais “chave” que contêm expressões claras de humor. O grupo de pesquisadores observou que os gestos do corpo humano podem afetar sinais sem fio, produzindo padrões característicos que podem ser usados ​​para o reconhecimento de emoções.

Isso os inspirou a desenvolver um sistema que pudesse identificar esses padrões, reconhecendo as emoções das pessoas com base em seus movimentos físicos. Inclusive, esse tipo de coisa vem sendo explorada com um intuito bastante voltado para a inclusão de sensores de emoções em wearables e demais gadgets.

Em seu estudo, os pesquisadores se concentraram em responder a duas perguntas-chave da pesquisa: Primeiro, eles investigaram como os gestos corporais podem ser identificados através da análise dos padrões característicos que eles deixam nos sinais sem fio; em segundo lugar, eles se propuseram a desenvolver um sistema capaz de reconhecer emoções com base nos gestos corporais dos usuários.

Sensível, mas no strings attached

A maioria das ferramentas baseadas em visão ou baseadas em sensor para reconhecimento de emoções são desconfortáveis ​​de usar ou dependem de hardware especializado, o que dificulta sua aplicabilidade em ambientes da vida real. O novo dispositivo apresentado, por outro lado, é menos obstrutivo, pois funciona essencialmente analisando as respostas dos canais sem fio através de data mining.

Os pesquisadores avaliaram o desempenho do EmoSense em 3360 casos e o compararam com o de várias ferramentas existentes de reconhecimento de emoções baseadas em sensor e visão. Eles descobriram que o desempenho foi semelhante às outras abordagens, mesmo que não exija hardware caro e, portanto, seja mais fácil de implementar. Como ele trabalha analisando sinais sem fio, o EmoSense também pode gerar menos problemas relacionados à privacidade.

Aplicações para o EmoSense

Em meio a esse papo de emoção, vale racionalizar um pouco e discutir a aplicabilidade de dispositivos como o EmoSense. Os cientistas que o desenvolveram sugeriram um exemplo sobre feedback de audiência assistindo a um determinado programa, tal como uma comédia stand-up.

Mas, baseando-se em inteligência artificial, vale ressaltar que o algoritmo em que o EmoSense se baseia pode ser enganado por expressões que não exprimem de fato a emoção do usuário. Em outras palavras, o sistema se baseia principalmente em observações quantitativas sem considerar aspectos psicológicos mais complexos da emoção. Portanto, é importante esclarecer os possíveis cenários antes de realmente implantar o EmoSense.

E aí, como você se sente sobre isso?

Fonte: arXiv.

Copiado!
Engenharia 360

Kamila Jessie

Engenheira ambiental e sanitarista, MSc. e atualmente doutoranda em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela Universidade de São Paulo. http://orcid.org/0000-0002-6881-4217

Comentários