Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

E agora, faculdade pública ou privada?

por Fabio Doom | 04/02/2016
Copiado!

É sempre o mesmo dilema. O ano se inicia e a dúvida permanece: me matriculo em uma faculdade privada ou tento uma vaga na faculdade pública?
Como se já não bastasse a difícil escolha do curso ideal – que ainda assombra muita gente -, o ponto de interrogação volta a aparecer ao decidir qual a instituição ideal, pois ambas oferecem benefícios, mas podem deixar a desejar em alguns quesitos.
faculdade-publica-ou-privada-blog-da-engenharia
Hoje em dia, muitas faculdades privadas alcançaram o mesmo status das públicas, que antigamente eram sempre a primeira opção. Mas diversos fatores como concorrência, greves e distância acabaram pesando e começaram a fazer o estudante pensar se compensa ou não passar por esses sacrifícios.
Por outro lado, a família e algumas empresas (ainda) têm certo preconceito com alunos de muitas faculdades particulares, considerando um ponto importante o local de estudo quando deveria avaliar a competência do estudante.
Para te ajudar a decidir, o BDE listou os pontos positivos e negativos da faculdade pública e da privada:

+ Por que estudar em uma faculdade pública?

  • Não há gastos com mensalidade;
  • Professores bem preparados e com ótimo currículo, que podem criar projetos e dar base para o aluno durante todo o curso
  • Ensino integral e carga maior de aulas em algumas áreas;
  • Investimento em pesquisa em campos específicos;
  • Melhor aceitação no mercado de trabalho (embora isso, felizmente, esteja mudando um pouco).

estudantes-blog-da-engenharia

+ Por que não estudar em uma faculdade pública?

  • Ocorrência de greves, o que atrasa o tempo do curso;
  • Em alguns casos, há professores mais acomodados e pouco comprometidos;
  • Grande concorrência, sobretudo em áreas como Engenharia e Medicina;
  • Manutenção do espaço pouco constante, com pouca infraestrutura;
  • Distância, já que muitas universidades públicas ficam em cidades afastadas dos grandes centros e capitais, o que exigirá do aluno a mudança de casa para morar sozinho ou em repúblicas.

+ Por que estudar em uma faculdade privada?

  • Matrícula básica e acesso rápido ao curso de interesse;-
  • Professores bem preparados e que atuam em universidades públicas;
  • Ligadas a programas sociais de bolsas de estudo como FIES e PROUNI;
  • Boa infraestrutura, já que precisam seguir padrões do MEC;
  • Fácil acesso, já que estão localizadas em centros urbanos, perto de metrôs ou avenidas;
  • Grade curricular que muda constantemente.

+ Por que não estudar em uma faculdade privada?

  • Mensalidade cara na maioria dos cursos, sobretudo os mais procurados;
  • Instituições novas e sem muita estrutura de pesquisa;
  • Carga horária menor e professores pouco atuantes no mercado de trabalho;
  • Salas muito cheias e alguns estudantes desinteressados, o que pode prejudicar o aprendizado;
  • Preconceito de empresas dependendo da instituição, o que dificulta na hora de conseguir um estágio.

universidade-publica-ou-particular-blog-da-engenharia
Ambas opções tem prós e contras. Logo, o que contará será o interesse, a dedicação e a vontade da pessoa aprender, desde o estudo para o vestibular até o curso em si. Ou seja, vale o velho ditado de quem faz a faculdade é o aluno, não importa qual seja.
Boa sorte!

Copiado!

Comentários