Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Designer cria fraldas biodegradáveis que se transformam em adubo

por Redação 360 | 04/11/2021

Imagina todo o lixo que jogamos na natureza e a poluição que isso gera! Por isso, alguns pais já estão diminuindo o uso de fraldas descartáveis nos filhos!

Imagina que alegria é ter um lindo bebê, poder segurá-lo no colo e dizer que vai lhe amar e proteger sempre que possível. Será mesmo verdade isso? Porque se não cuidarmos do nosso planeta, não teremos a chance de proporcionar condições adequadas para que as futuras gerações possam crescer, se desenvolver e viver o máximo possível de maneira saudável e feliz.

Recentemente, ouvimos os representantes dos países da COP-26 afirmando que estamos “a um minuto para a meia-noite”. Quer dizer não haver mais tempo para negarmos o que se deve fazer para amenizar o impacto da vida humana sobre a natureza. E a contribuição tem que vir de todos. Já parou para pensar, por exemplo, na poluição que as fraldas de seu lindo bebê podem estar causando contra o meio ambiente? O texto a seguir fala um pouco sobre isso e ainda apresenta uma alternativa apresentada por uma mãe visionária! Confira!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

fraldas biodegradáveis
Imagem reproduzida de Razões para Acreditar

Não às fraldas descartáveis

Praticamente tudo que usamos para a nossa higiene pessoal afeta o meio ambiente. Imagina o que acontece com os resíduos de camisinhas ou mesmo absorventes. Não a toa ouvimos médicos e outros especialistas propondo alternativas, como a calcinha absorvente reutilizável. E olha que dado super preocupante: do pós-parto aos três anos de idade, um bebê pode consumir até 4.500 fraldas descartáveis. É lixo demais na natureza! Cerca de 500 kg de resíduos e outros 500 kg de poluição do ar por monóxido de carbono!

Algumas mães e pais, super conscientes desta questão ambiental, estão tentando reduzir o consumo de fraldas convencionais de seus filhos, substituindo-as por opções mais ecológicas. É o caso das velhas fraldas de pano, laváveis. E a designer alemã Ayumi Matsuzaka lança outra ideia. Veja no tópico seguinte!

fraldas biodegradáveis
Imagem reproduzida de acritica.net

Sim às fraldas biodegradáveis

Matsuzaka desenvolveu um tipo de fralda biodegradável diferente. Ela é composta de materiais de ciclagem de nutrientes – solução trazida dos 5 anos em que a designer trabalhou como artista freelancer para cientistas de solo. E, no fim das contas, pode virar adubo para o cultivo de plantas, já que a fralda é facilmente compostável, tornando-se uma “terra preta” cheia de nutrientes.

“Eu sou um grande fã de terra preta. E, além disso, descobri que existe uma grande demanda de pais e mães em fazer algo de bom para a saúde do bebê e para o meio ambiente de uma forma mais prática no dia a dia.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

– Ayumi Matsuzaka, em reportagem de Razões para Acreditar.

fraldas biodegradáveis
Imagem reproduzida de Razões para Acreditar

Iniciativa complementar

A ideia é que as fraldas criadas por Matsuzaka possam ser retiradas e recolhidas pelos pais em pontos de coleta especiais, como praças, creches e outros espaços públicos – algo que a designer já está trabalhando para se tornar possível. As peças usadas devem ser depois transformadas em um substrato higiênico de terra preta. E este material – lembrando que é rico em nutrientes – deve ser perfeito para o crescimento de árvores, incluindo frutíferas. Inclusive, a ideia de Ayumi é que a sua empresa possa colaborar com o plantio de milhares de árvores em solo alemão. Em resumo, seria um lindo fechamento de ciclo!

Então, o que achou desta ideia? Abriria mão das práticas fraldas descartáveis por alternativas mais eco-friendlies como esta? Quem sabe esta iniciativa um dia não se expanda para o mundo todo, não é mesmo? Comente na aba de descrição logo abaixo!


Fontes: Razões para Acreditar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.