Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Descubra o que é ODS e por que aplicar na sua empresa

por Redação 360 | 08/11/2021

Você sabe o que é ODS? Bem, saiba que isso é decisivo para o futuro do nosso planejamento, guiando nossas ações, de governos e empresas. Veja!

Estamos vivendo um período muito severo. Enfim, começamos a viver as consequências de nossos atos. Estamos diante da urgência da questão climática. Agora, mais do que nunca, devemos cobrar que nossos governantes tenham uma atuação socioambiental mais responsável e que tomem decisões não apenas baseados nas exigências do setor privado. Aliás, já ouviu falar dos ODS? Bem, a sigla faz referência aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU. E isso pode guiar o universo corporativo em como incorporar boas práticas aos seus negócios, olhando também para as vantagens econômicas associadas a essa tendência. Saiba mais no texto a seguir!

sustentabilidade
Imagem reproduzida de Unicargo Transportes

Afinal, quais os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU?

Na verdade, são 17, foram definidos em 2015, na Cúpula das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável – parte da tal Agenda 2030, que muitos países dizem seguir – e englobam 169 metas que deveriam ser cumpridas nos próximos anos. Os mesmos estão divididos em categorias: pessoas, planeta, prosperidade, paz e parceria. A ideia é gerar mudanças na economia e na sociedade global como um todo. E nesse contexto, as práticas adotadas pelas empresas são consideradas peça-chave nesta transformação!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como as empresas podem contribuir para os ODS?

Hoje em dia, várias empresas já estão atuando na aplicação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e muitas delas, inclusive, vêm se tornando signatárias do Pacto Global (UN Global Compact). Por falar nisso, a atuação das empresas, neste caso, devem estar ligadas justamente às metas da Agenda 2030, criando soluções para reduzir os impactos ambientais dos seus próprios produtos e outras ações. É importante que tudo isso esteja ligado à sua própria Política Ambiental!

Ao se juntar ao Pacto Global, a empresa assume o compromisso de alinhar a sua estratégia de desenvolvimento aos ODS mais relevantes para as suas atividades. Ou seja, os ODS são como um guia para o crescimento sustentável dessas lideranças corporativas comprometidas e inovadoras! São como diretrizes, contribuindo como um norteador de sua atuação na sociedade!

sustentabilidade
Imagem reproduzida de UNICEF

O Plano da ONU

A ONU desenvolveu um Plano de Sustentabilidade muito rigoroso com base nas metas atreladas aos ODS. E como as empresas têm colocado isso, na prática? São algumas soluções:

  • monitoramento da cadeia de fornecedores, de forma a evitar fragilidades em termos de direitos humanos;
  • revitalização dos empreendimentos, de forma a prover um ambiente saudável e inclusivo para as comunidades onde se encontram;
  • redução do consumo e reuso de água nas operações;
  • instalação de painéis de energia fotovoltaica nos prédios construídos;
  • exploração dos recursos naturais intrinsecamente ligadas aos 17 Objetivos;
  • priorização de sistemas de produção que reduzam os impactos no ecossistema, favoreçam o desenvolvimento e a saúde da população, além da igualdade de gênero.

Veja a lista dos 17 Objetivos da ONU:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

sustentabilidade
Imagem reproduzida de Blog WayCarbon

Veja Também: Sustentabilidade na indústria: como construir essa mentalidade?

As oportunidades financeiras trazidas pelos ODS

Seguir as metas da ONU não deve ser encarado como modismo e precisa sair do discurso, já! Os 17 objetivos antes citados podem beneficiar a natureza e a sociedade, além de gerar boas oportunidades financeiras para as empresas. Primeiro, atraindo investidores e provedores de crédito que estão atentos à sustentabilidade das empresas que investem, pois isso mitigaria possíveis riscos e garantiria melhores retornos. O setor financeiro quer ver mais engajamento dos negócios com os ODS!

Se as empresas seguem essas metas, firmando o seu compromisso com os ODS, podem ter acesso a novos mercados. Também podem atender melhor os desejos de seus clientes por produtos e serviços alinhados aos princípios da sustentabilidade. Por fim, muitos stakeholders – ou indivíduos e organizações – ligam ações ruins a impactos negativos gerados por elas; e eles se questionam o que podem influenciar imagens e valores principalmente de empresas. Mas com o uso dos ODS, as empresas conseguem comunicar melhor as suas ações e impactos positivos de maneira estruturada, alinhada com seus temas materiais e contextualizada com as demandas globais.


Atualmente, 193 países são membros da ONU; o Brasil está nesta lista desde 1945. Todos afirmam que desejam contribuir para alinhar o seu desenvolvimento com boas práticas. Mas, infelizmente, temos o próprio exemplo negativo do nosso país, que jamais conseguiu impedir o desmatamento ou da China, grande emissora de CO2, que nem mesmo compareceu à última Conferência das Partes, ignorando os apelos mundiais.

Claro que não podemos esperar essas boas ações apenas dos governos. TODOS nós devemos reconhecer a importância de nossos atos e também a atuação do setor privado no processo de transição para economias baseadas nos princípios do desenvolvimento sustentável. Compreenda melhor assistindo ao vídeo a seguir!


Fontes: Waycarbon.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.