Engenharia 360

América do Norte pode ficar sem energia em 2024 por causa das mudanças climáticas

Engenharia 360
por Redação 360
| 26/12/2023 4 min
Imagem de Luca Nardone em Pexels

América do Norte pode ficar sem energia em 2024 por causa das mudanças climáticas

por Redação 360 | 26/12/2023
Imagem de Luca Nardone em Pexels
Engenharia 360

O mundo sofre hoje as consequências das mudanças climáticas por eventos extremos, como ondas de calor, nevascas e tempestades. A causa ou a aceleração disso na maioria se deve pela queima de combustíveis fósseis. E chegamos ao ponto em que tudo isso já provocou uma grande crise energética em diversos países. Inclusive, para 2024, os cientistas preveem falta de energia para milhares de unidades residenciais e comerciais na América do Norte. Continue lendo este artigo do Engenharia 360 para entender o caso!

O Risco Iminente da Crise Energética até 2028

Então, vamos às explicações. A queima de combustíveis fósseis faz aumentar demais os índices de gases de efeito estufa na atmosfera do nosso planeta. Na sequência, são registrados eventos climáticos extremos. E isso vem comprometendo demais as infraestruturas energéticas e levando a cortes de energia em diversas partes do globo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Agora, o que queremos destacar aqui neste ponto do texto é a gravidade dessas interrupções. Isso pode afetar demais a segurança pública dos países. Infelizmente, de acordo com estimativas da North American Electric Reliability Corporation (NERC), corporação representante das concessionárias de energia elétrica na América do Norte, esse tipo de insegurança em regiões como Estados Unidos e Canadá deve persistir pelo menos até 2028.

mudanças climáticas - crise de energética
Imagem de LED Supermarket em Pexels

A Questão da Resiliência da Rede Elétrica

Especialistas no setor de Engenharia de Energia garantem que as mudanças climáticas são atualmente as principais causas das interrupções no fornecimento de energia por parte das concessionárias nos Estados Unidos e Canadá. Porém, eles apontam também para as fragilidades das infraestruturas, que só fazem aumentar a gravidade da situação. E só a resiliência poderia garantir o enfrentamento desses desafios tão complexos no momento em que surgem.

Hoje, o fornecimento global de energia elétrica está enfrentando um desafio significativo: uma incapacidade notável em atender à demanda crescente devido aos impactos dos extremos climáticos.

A saber, na América do Norte, regiões como Nova York e a Costa Oeste americana são identificadas como áreas de maior vulnerabilidade devido à insuficiência na infraestrutura energética.

Vale lembrar que qualquer dano à rede elétrica de uma cidade pode impactar demais as nossas vidas. Por exemplo, interromper o funcionamento de equipamentos médicos e a interrupção dos negócios, interromper sistemas de climatização de ambientes, causar a perda de alimentos nos refrigeradores desligados, causar danos em equipamentos elétricos, etc.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os Possíveis Danos às Redes de Energia Elétrica

Eventos climáticos extremos, como tempestades, inundações, secas e ondas de calor, podem causar uma variedade de danos às redes de energia elétrica. Os danos mais comuns incluem:

  • Quedas de árvores e linhas de energia: As árvores podem cair sobre as linhas de energia durante tempestades, causando curtos-circuitos e interrupções de energia.
  • Sobrecargas: As ondas de calor podem aumentar o consumo de energia, o que pode levar a sobrecargas nas linhas de energia e causar interrupções.
  • Danos causados pela água: As inundações podem causar danos às linhas de energia subterrâneas e aos transformadores, o que pode levar a interrupções de energia.
  • Danos causados pelo gelo: O gelo pode se acumular nas linhas de energia, causando sobrecargas e interrupções de energia.
mudanças climáticas - crise de energética
Imagem de Pixabay em Pexels

A Urgência na Adoção de Soluções Sustentáveis

A situação é mesmo grave! Atualmente, a engenharia não possui tecnologia capaz de suportar sobrecargas durante eventos intensos de calor ou frio, resultando em falhas na distribuição de energia. Então, para reduzir os risco de danos às redes de energia elétrica, as concessionárias de energia podem adotar as seguintes medidas:

  • Manutenção preventiva: Realizar inspeções regulares das redes de energia para identificar e corrigir problemas potenciais.
  • Uso de materiais resistentes: Usar materiais mais resistentes a danos climáticos, como postes de concreto e cabos subterrâneos.
  • Desenvolvimento de novas tecnologias: Novas tecnologias para tornar as redes de energia mais resilientes a eventos climáticos extremos, como redes inteligentes que podem se adaptar automaticamente a mudanças nas condições climáticas.

Veja Também: Qual a diferença entre Engenharia de Energia e Engenharia Elétrica?

Perspectivas Futuras

Já sabemos que se as concessionárias da NERC tomarem medidas preventivas, existe uma probabilidade dos eventos extremos previstos para 2024 não afetarem ou afetarem menos as redes de energia na América do Norte. Reduzir esses danos é essencial para garantir o fornecimento de energia confiável e sustentável para milhões de consumidores. Nesse contexto, os governos devem investir mais em fontes de energia renováveis, aprimoramento da infraestrutura elétrica e aumento da eficiência energética.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Resumindo, existe uma urgência na adoção de soluções mais sustentáveis para contornar a crise de energia iminente. Ademais, a conscientização coletiva deve contribuir para o enfrentamento dessa ameaça à estabilidade dos países da América do Norte.

mudanças climáticas - crise de energética
Imagem de Pixabay em Pexels

Veja Também:


Fontes: Terra, Olhar Digital.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo