Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Conheça a ponte japonesa inspirada em um origami

por Luciana Reis | 24/09/2015
Copiado!

Já não é novidade a capacidade de recuperação dos japoneses que, depois de enfrentarem acidentes e desastres naturais, são capazes de reconstruir cidades e as próprias vidas em pouco tempo. Uma das mais recentes ideias é a ponte desdobrável, que pode ser transportada de forma rápida e com uma estrutura que foi inspirada na arte de fazer origami.

Imagem: Universidade de Hiroshima -blog-da-engenharia

Imagem: Universidade de Hiroshima JCMMRI



Com barras acopladas umas às outras em formato de tesoura, a ponte é móvel, podendo ser dobrada e estendida. O objetivo é possibilitar a instalação da estrutura com rapidez em locais que sofreram desastres. O projeto foi idealizado por uma equipe de engenheiros da Universidade de Hiroshima, liderada pelo professor Dr. Ichiro Ario.
Os testes ocorreram na cidade de Fukuyama e, após a instalação sobre o rio Hongo, mesmo sem ter sido realizada a fundação, a ponte suportou normalmente o tráfego de carros. Para realizar o deslocamento da estrutura, depois de dobrada, o transporte é realizado através de um reboque ou de caminhão.
Imagem: Universidade de Hiroshima-blog-da-engenharia

Imagem: Universidade de Hiroshima JCMMRI


O formato em “X” da ponte que foi inspirada em um origami permite a dobragem. De acordo com a equipe de engenheiros, a inovação da construção faz com que esta seja a maior ponte temporária, a mais forte e de fácil transporte e instalação do mundo. É sem dúvidas uma construção inovadora e de grande utilidade para os japoneses, e que pode ser levada a outros países. A estrutura possibilita um atendimento de emergência em locais atingidos por catástrofes, mas também auxilia quando necessária a reparação de uma ponte já construída, por exemplo. E então, gostou da ideia?
Imagem: Universidade de Hiroshima-blog-da-engenharia

Imagem: Universidade de Hiroshima JCMMRI


Referências: Inovação TecnológicaBBC, Universidade de Hiroshima
 

Copiado!

Comentários