Engenharia 360

Passo-a-passo de como transformar sala comum em 'Cinema em Casa'

Engenharia 360
por Simone Tagliani
| 08/04/2022 5 min

Passo-a-passo de como transformar sala comum em 'Cinema em Casa'

por Simone Tagliani | 08/04/2022
Engenharia 360

Diga uma coisa para nós: você se considera um cinéfilo? Bem, e sabe qual é o sonho de consumo de muita gente? Se você pensou em um super sistema de imagem e som para a sala de casa, acertou! Sim, um confortável mini cinema residencial já é possível graças aos avanços na área de Engenharia de Automação e outras tecnologias. E é claro que a Arquitetura iria se beneficiar disso para tornar a experiência dos ambientes que habitamos melhor; começando, por exemplo, pelo planejamento da sala de estar, sala íntima, sala de entretenimentos ou sala da família. Da iluminação ao revestimento, confira a seguir as melhores dicas de design que preparamos especialmente para este texto!

sala Cinema em Casa
Imagem reproduzida de Blog Uninter

Preparando a acústica

Como você bem deve lembrar, a coisa mais legal de uma sala de cinema real, como aquelas de shopping, é o esquema de som bem poderoso, que quase nos faz acreditar que passamos para outra realidade. Óbvio que em casa as coisas precisam ser diferentes! Não podemos extrapolar no som; por isso faz-se necessário que pensemos muito bem na acústica dessa nossa sala de cinema privada. Ou seja, o isolamento será a melhor medida para que a nossa diversão não perturbe os vizinhos!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aqui vai uma primeira dica especial: além dos estofados, os painéis de madeira – incluindo revestimentos de piso e de parede, fora as chamas que compõem os móveis – são perfeitos para ajudar no controle acústico da sala. Vale também colocar almofadas e tapetes na decoração. Detalhes ornamentais em gesso nas paredes e no forro. E não podemos nos esquecer da cortina da janela, com forro blackout que, além de barrar um pouco o som externo, ajuda a bloquear a passagem de luz solar, deixando o cômodo com aquele clima agradável de escurinho que tanto amamos das grandes salas de cinemas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Observação: evite a todo custo objetos em vidro, pisos frios e espelhos, que prejudicam a experiência na qualidade do som ambiente!

Cinema em Casa
Imagem reproduzida de GQ Brasil – Globo

Escolhendo o mobiliário

Então, continuando a nossa explicação, com as devidas adaptações, é possível criar um cinema em casa tanto em salas pequenas quanto em salas amplas. E, olha, diferente do que você possa pensar, não é preciso muito para realizar esta transformação. Basta apostar nos itens certos!

Antes dos aparatos de multimídia – como telas e projetores -, vamos falar do mobiliário. Primeiro, um sofá super confortável, mais poltronas – preferencialmente de design clássico, linhas retas ou em estilo vintage; em tons neutros ou coloridos, tanto faz; com almofadas mais largas e profundas; talvez com chaise acoplada e partes que reclinam ou expandem, permitindo que todos possam quase se deitarem. O fato é que precisa ter espaço de sobra, mas ainda permitir as atividades do dia a dia da família!

Cinema em Casa
Imagem reproduzida de O Dia

Instalando os equipamentos

Sim, o diferencial de uma sala de cinema em casa é o sistema de automação. É isso que fará cada sessão ser mais e mais divertida, com aquele “toque mágico” característico de todo cinema!

Depois de otimizar o espaço da casa com o mobiliário, chegou a vez de instalar os equipamentos de sonorização – subwoofers, receivers, amplificadores e sistemas de multiroom. Haverá também aparelhos complementares de multimídia, controlados pela internet sem fio, garantindo a interatividade. Por fim, pensando em criar um ambiente que realmente atenda às suas necessidades e de sua família, não se pode esquecer dos climatizadores de ar e dos controladores de luz com regulagem, oferecendo bem-estar e conforto.

Imagem

Existe uma infinidade de televisores disponíveis à venda no mercado – alguns com recursos ultra-inteligentes, funcionalidades incríveis, imagens realistas e mais efeitos surpreendentes. A questão é que você não pode deixar de levar em consideração, no momento da escolha do aparelho, o tamanho da sua sala de casa. Lembre-se de que o mesmo – sendo TV, tela de projeção fixa ou suspensa – deverá ser colocado no centro do cômodo, de frente para o sofá principal a uma distância de cerca de 2 m, se a tela for 42″, ou 2,5 m para 50″, e assim por diante.

Especialmente, com relação às TVs, as telas mais procuradas de hoje são as de LED e OLED, com resoluções HDTV (1280 x 720 pixels na proporção 16:9), FULL HD (1920 x 1080) e 4K (3840 x 2160 pixels), com possibilidade de receber apps de games e compartilhar conteúdos com smartphones. Logo chegarão aos lares aquelas com 5K ( 5120 x 2160 pixels) e 8K Full Ultra High Definition (7680 x 4320 pixels). E para quem preferir os projetores, há boas ofertas em 4K nas lojas.

Cinema em Casa
Imagem reproduzida de SEGS

Som

Outra coisa é que já existem bons sistemas de som para cinema em casa no mercado. Para salas amplas, pode ser o sistema surround 7.1 ou sistema 5.1, com áudio mais realista – o chamado som surround ou holográfico. Já para salas pequenas, pode ser o som surround de sistemas 3.1 e 5.1. E as caixas do conjunto escolhido precisam ser espalhadas pelo ambiente, algumas fixas no teto e outras lado-atrás do sofá.

Cinema em Casa
Imagem reproduzida de Construir.aí

Brincando com a iluminação

Mais uma vez, lembre-se de que, para fazer essa transformação de sala comum em sala cinema em casa, é preciso ir muito além da instalação do sistema de Home Theater. Isso inclui trabalhar a iluminação da arquitetura do cômodo. Por exemplo, para o período da noite – ou quando a cortina blackout estiver completamente fechada -, um conjunto de lâmpadas spots de LED, próprio para iluminação branco quente, mais fitas de LED, para brincar com a iluminação nas cores que você quiser.

Cinema em Casa
Imagem reproduzida de Mulher Mais Forte

Personalizando a decoração

A parte final dessa transformação de sala de casa em mini cinema é a etapa mais divertida do passo-a-passo. Trata-se da personalização da decoração!

Fora tudo que já foi colocado junto com o mobiliário – tipo cortina, tapetes, almofadas e luminárias -, pode-se ter também quadros com pôsteres de seus filmes preferidos. E, para completar, um cantinho dos lanches com direito a inúmeras tecnologias de engenharia, como máquina cafeteira, máquina de gaseificar água, frigobar e até pipoqueira elétrica.

Veja Também: Descubra que funções os aparelhos smart trazem [e que os tradicionais não]


Fontes: Mobly, Tech Tudo, Master Sound, O Estadão.

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada em Arquitetura & Urbanismo e Letras; técnica em Publicidade; pós-graduada em Artes Visuais e Jornalismo Digital; estudante de Marketing; e proprietária da empresa Visual Ideias.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo