Engenharia 360

Como funciona uma placa fotovoltaica para energia limpa?

Engenharia 360
por Rafael Panteri
| 24/05/2021 | Atualizado em 28/01/2023 2 min
Painéis solares em campo aberto

Como funciona uma placa fotovoltaica para energia limpa?

por Rafael Panteri | 24/05/2021 | Atualizado em 28/01/2023
Painéis solares em campo aberto

As fontes renováveis estão ganhando cada vez mais espaço na geração de energia limpa. Entenda como os painéis fotovoltaicos trabalham com a energia do Sol!

Engenharia 360

As fontes renováveis estão ganhando cada vez mais espaço na geração de energia limpa. Entenda como os painéis fotovoltaicos trabalham com a energia do Sol!

Fontes de energia limpa desempenham um papel importantíssimo na preservação do planeta e no desenvolvimento da humanidade. É por isso que meios renováveis participam cada vez mais da geração de energia. Um ótimo exemplo é o Sol.

Qual a origem dessa energia limpa?

A estrela central do nosso sistema planetário apresenta energia infinita, se pensarmos na escala de tempo da humanidade. Toda essa energia chega à Terra em forma de luz – que se comporta como onda e como partícula em determinadas situações. E, enfim, as placas fotovoltaicas são uma opção para transformar a energia do Sol em eletricidade!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como funciona uma placa fotovoltaica para energia limpa?
Placas fotovoltaicas instaladas em telhado de residência - ulleo

Como funcionam as placas?

A placa solar é formada por células solares feitas de materiais semicondutores, como o silício. Esse metal é muito abundante no Brasil e deve ser purificado antes da montagem da célula. As lâminas de silício puro são chamadas de “Wafers” e são contaminadas de forma controlada com boro e fósforo, polarizando a estrutura. E circuitos impressos em prata são adicionados para aumentar a capacidade de coletar eletricidade.

Como funciona uma placa fotovoltaica para energia limpa?
Composição física de uma célula fotovoltaica

O Efeito Fotovoltaico

Quando as partículas de luz solar - os fótons - colidem com os átomos desses materiais, provocam o deslocamento dos elétrons, gerando uma corrente elétrica que carrega a bateria. Esse processo é conhecido como Efeito Fotovoltaico e foi descoberto pelo físico alemão Heinrich R. Hertz, em 1887 -  por falar nisso, a unidade de frequência ou ciclos por segundos é em sua homenagem.

A título de curiosidade, a exploração espacial, por exemplo, é uma área que explora a energia solar. Aliás, cada vez mais satélites e rovers espaciais são equipados com placas fotovoltaicas. Fora da atmosfera terrestre, esse sistema é capaz de absorver até 14% da energia solar que incide sobre ele.

O que acha da energia solar e onde pode ser aplicada? Escreva nos comentários!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja também: Cientistas chineses criam painel solar que gera energia na chuva


Fontes: Super, Energia Total

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Rafael Panteri

Estudante de Engenharia Elétrica no Instituto Mauá de Tecnologia, com parte da graduação em Shibaura Institute of Technology, no Japão; já atuou como estagiário em grande conglomerado industrial, no setor de Sistemas Elétricos de Potência.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo