Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Celulares dominarão o mundo em 2020

por Clara Ribeiro | 15/03/2016
Copiado!

Em 2020 muitos continuarão sem água potável em suas casas; grande parte da sociedade também não terá acesso à eletricidade; automóveis, então, continuarão nas concessionárias. Mas celulares e os demais dispositivos móveis, 70% da população mundial terá em mãos.
É, parece dados de uma epidemia! A proliferação dos aparelhos de bolso nos últimos anos foi tão rápida e intensa que, daqui quatro anos, o acesso a eles ultrapassará os quesitos básicos citados acima, segundo uma pesquisa feita pela empresa de tecnologia Cisco.

Celulares_blog-da-engenharia

Foto: Shutterstock


Os dados mostram que os usuários de dispositivos móveis (celulares comuns, smartphones e tablets) serão utilizados por nada menos que 5,4 bilhões de pessoas.
O estudo da Cisco, nomeado como “Visual Networking Index – Global Mobile Data Traffic Forecast”, revela um número superior aos de eletricidade (5,3 bilhões), água potável (3,5 bilhões) e alguns bens de consumo. No caso dos automóveis será de 2,8 bilhões.
Em 2015, a Cisco calculou que o total de telefones celulares pessoais foi de 7,9 bilhões, e em 2020 será de 8,5 bi. Dentre eles, 67% serão “inteligentes”, contra 36% em 2015.
Celulares__blog-da-engenharia

Foto: Shutterstock


Os responsáveis pelo aumento contínuo são a abrangência da cobertura móvel e a alta demanda por conteúdo nesses sistemas. De acordo com a companhia, o crescimento do número de usuários destes dispositivos será duas vezes superior ao aumento da população do mundo.
Além disso, o fixo IP, que hoje em dia ainda é bastante requisitado em todo o planeta, perderá espaço para o tráfego de dados móveis, que ganhará duas vezes mais velocidade. Vale lembrar que essa rapidez dependerá muito de cada região, pois infelizmente não será possível uma multiplicação por igual.
Interessante também saber que o ato de gravar vídeos estará 75% centrado em smartphones e tablets! Este aumento se dará pelo fato da melhoria da resolução e dos processadores, que ficarão mais rápidos que os de agora. E desta forma, o número de aparelhos com tecnologias (4G) também crescerá explosivamente.
Fonte: Época Negócios

Copiado!
Engenharia 360

Clara Ribeiro

Jornalista especializada em arquitetura e engenharia. Ávida consumidora de informação; viciada em produzir conteúdo; amante das letras, das artes e da ciência.

Comentários