Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Black Mirror real: chip Brain Talker conecta o cérebro a um computador

por Larissa Fereguetti | 10/06/2019
Copiado!

Ler pensamentos sempre foi um “superpoder” que muita gente desejou ter. E é quase isso que o chip chinês chamado Brain Talker é capaz de fazer: ser uma interface entre o computador e o cérebro e permitir que você realize tarefas sem qualquer movimento.

O Brain Talker é uma Interface cérebro-computador (conhecida como BCI, da sigla em inglês). A ideia é que, no futuro (que não parece mais tão distante), os cérebros sejam carregados em computadores e integrados com inteligência artificial. Até o momento, eles ainda não estão tão avançados.

brain talker
Imagem: in.mashable.com

Já existem dispositivos BCI no mercado, mas o Brain Talker tem maior precisão de decodificação, maior eficiência e é mais portátil. Ele identifica as informações provenientes do córtex cerebral, decodifica de forma eficiente e acelera a comunicação entre a máquina e o cérebro.

A finalidade do Brain Talker

O chip foi desenvolvido pela Universidade de Tianjin em parceria com a China Electronics Corporation. Com ele, é possível controlar computadores, smartphones e outros dispositivos eletrônicos sem fazer qualquer movimento, só pensando mesmo (como os poderes da Matilda no filme de mesmo nome que alegrou a tarde de muitos millennials).

brain talker
Gif: gfycat.com

O objetivo do Brain Talker é decodificar a intenção mental de um usuário por meio de sinais elétricos neurais. Ele pode ser usado na saúde, educação, cotidiano e em jogos. O problema é só conseguir diferir o que é um sinal do ruído de fundo, já que muita coisa acontece no cérebro ao mesmo tempo.

brain talker
Imagem: interestingengineering.com

Até o momento, as informações sobre ele são limitadas. Sabe-se que é provável que ele seja usado de forma externa ao corpo (e não dentro da cabeça, por exemplo). Mas, já pensou como seria interessante, no futuro, poder realizar uma tarefa só mentalizando-a? Isso é muito, muito Black Mirror

Referências: Daily Mail; The Sun.

Copiado!
Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Comentários