Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Biosfera 2: da grandiosidade ao fracasso

por Larissa Fereguetti | 02/01/2014
Copiado!

Imagine morar em uma redoma projetada para simular uma biosfera independente à do planeta Terra. Não, isso não é o filme dos Simpsons. Essa redoma realmente existiu (e ainda existe) e foi um projeto denominado Biosfera 2.

Na década de 90, oito pessoas junto com 3.800 espécies de plantas e animais foram confinadas em uma cúpula de vidro que simulava os ecossistemas da Terra, com direito a uma réplica do oceano, floresta tropical, deserto, pântano e savana. Uma estrutura incrível. O tempo de confinamento seria de dois anos e essas pessoas deveriam cultivar tudo que necessitavam para o consumo.

Biosfera-2-blog-da-engenharia

O objetivo era interessante, mas nada modesto. Se desse certo, cúpulas como a da Biosfera 2 poderiam ser utilizadas para colonizar outros planetas e ser o primeiro passo para a sobrevivência na Terra mediante o problema da extinção de recursos naturais no planeta (embora eu ache que também seria útil em um ataque zumbi).

Como já era de se esperar, o projeto foi um fiasco. Os números de gás carbônico ficaram altos, faltou oxigênio e as pessoas passaram fome. Agora o local será usado para o estudo de encostas de montanhas. Toneladas de terra de um vulcão em erupção foram levadas para lá e essa terra será irrigada com o objetivo de observar a erosão e o desbarrancamento.

Um projeto tão ousado como esse chamou a atenção da mídia na época e, infelizmente, nem todos os projetos científicos dão certo. Várias fraudes foram descobertas, mostrando a interferência (que não deveria ocorrer) dos cientistas tentando contornar alguns problemas durante o funcionamento do projeto.

A engenharia está presente em todas as partes e ver projetos grandiosos como esses fracassando leva-nos a refletir um pouco. Os cientistas atropelaram questões éticas e descumpriram com a ideia inicial para induzir o projeto a dar certo. Constantemente, engenheiros estão relacionados a questões éticas e sociais, desde um projeto que precisa demolir uma casa e remanejar uma família até o envolvimento disso com uma população local com forte identidade cultural, por exemplo. Você acha que um engenheiro deve quebrar princípios éticos alegando um bem maior ou que ele deve levar em conta as consequências, sejam elas pequenas ou grandes, no decorrer das suas ações?

Mais informações sobre a Biosfera 2: //b2science.org/

Copiado!
Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Comentários