Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Como funciona o câmbio manual de um carro? | 360 Explica

por Fabio Doom | 12/02/2016
Copiado!

O câmbio manual está presente na maioria dos carros populares. Que nunca, ao fazer várias trocas de marcha durante uma viagem, se perguntou como funciona esse sistema tão importante para controlar a velocidade do veículo?


Basicamente, o câmbio, também chamado de transmissão, é formado por um conjunto de engrenagens engatadas individualmente, na qual o condutor regula o torque (quando a transmissão e o motor são desconectados) e a locomoção do carro enquanto dirige. Essas engrenagens que permitem a troca de marchas, como a ré, primeira, segunda e assim por diante.

transmissao-carro-blog-da-engenharia

A caixa de câmbio manual segue o padrão H, desenvolvida no começo dos anos 1900 por James Packard. É selecionada através de uma alavanca que fica localizada do lado do motorista, desenhada com o esquema correto de marchas.

Para que você entenda, imagine que está dirigindo e precisa reduzir a velocidade do carro. Após pisar na embreagem, o torque do motor é interrompido para que seja feita a mudança de marcha. Você está de terceira e volta para a segunda, enquanto a transmissão comunica para as rodas do veículo a mudança de engrenagens, deixando o automóvel mais lento.

O método é diferente do câmbio automático, que realiza a troca de marcha de modo independente, detectando quando é preciso fazer essa alteração. Ou seja, não precisa aumentar nem reduzir nada, o carro faz isso sozinho. Muitos veículos novos já possuem essa tecnologia.

A gente explica quais são as principais pontos negativos e positivos do câmbio manual!

caixa-de-marcha-blog-da-engenharia

+ Vantagens

  • O custo de manutenção é menor quando comparado ao câmbio automático, já que não necessita de um trabalho exclusivo e especializado.  
  • Veículos que possuem esse sistema são bem mais baratos do que os equipados com o método automático de troca de marchas.
  • A caixa do câmbio mecânico permite o uso de vários tipos de marchas, ao contrário do outro. Além disso, o tradicional possui desempenho melhor na estrada.
  • O consumo de combustível em carros com câmbio manual é inferior a veículos com o câmbio automático, sobretudo em áreas onde o uso da embreagem é frequente.
cambio-manual-blog-da-engenharia

+ Desvantagens 

  • Precisa de manutenção constante, pois as engrenagens ficam desgastadas conforme a utilização do veículo.  
  • A troca de marchas é necessária sempre. Isso exige muita atenção e habilidade do motorista. Para quem dirige muito e faz longas viagens, pode não ser vantajoso ter que ficar pisando na embreagem sempre e ficar usando a caixa de câmbio conforme a velocidade do carro, oposto ao que ocorre com o câmbio automático, no qual o motorista pode se preocupar menos.

+ Mas afinal, dá para trocar o câmbio manual do carro por um automático?

Sim. Porém, segundo especialistas, não compensa. O gasto é grande e exige mão de obra com conhecimento para a troca certa das peças. Ou seja, é melhor comprar um carro que venha com essa tecnologia do que mudar de um câmbio para outro.
Para sanar todas suas dúvidas, o vídeo abaixo explica como funciona o câmbio manual. Vem ver!

Copiado!

Comentários