Engenharia 360

Faculdade de Engenharia: como é o aproveitamento do aluno em cursos EAD?

Engenharia 360
por Redação 360
| 05/12/2022 | Atualizado em 27/01/2023 4 min

Faculdade de Engenharia: como é o aproveitamento do aluno em cursos EAD?

por Redação 360 | 05/12/2022 | Atualizado em 27/01/2023
Engenharia 360

O que você acha dos cursos EAD, ou seja, à distância? Durante a pandemia, muitos foram obrigados a seguir essa modalidade – mesmo que por um tempo limitado. Por consequência, algumas instituições aumentaram as suas ofertas nesse modelo de educação. Nosso colega redator Luan Carlos Rodrigues relata que teve algumas experiências nesse sentido, e que para ele funcionou bem. Contudo, ele acredita que isso depende do curso, da disciplina e do modo de apresentação do conteúdo.

Um lado positivo e negativo desse modelo apontado por Luan é a questão da independência que o aluno tem. Enquanto ele pode montar sua grade de horário com liberdade, adequando ao seu tempo livre, também pode acabar muito “solitário” – tanto no estudo quanto na pesquisa complementar. Para dar certo, para o aluno conseguir concluir as etapas, precisará de muita disciplina!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

cursos ead engenharia
Imagem reproduzida de Unicesumar

Então, dito isso, a pergunta que nosso colega faz é se realmente os alunos podem ter um bom aproveitamento dos cursos EAD. Será que eles podem ser comparados aos cursos presenciais? E o que pode ser melhorado nessa modalidade? Pensando nisso tudo, outros redatores colaboradores do Engenharia 360 apresentaram as seguintes repostas:

Eduardo Mikail

“O EAD permite que o ensino chegue a pessoas que não possuem acesso às cidades que possuem universidades e faculdades. Mas nada substitui o presencial, a experiência e o networking, que proporcionam muitos benefícios e oportunidades no mercado de trabalho.”,

“100% cursos EAD, eu não sou a favor. No máximo a modalidade híbrida!”

Victor Peron

“Pensando exclusivamente nos cursos EAD voltado para a Engenharia, eu gosto de pegar, como exemplo, outros cursos que formam pessoas com altas responsabilidades para ver como eles prosseguem – como o Direito e a Medicina.”,

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Há muito se discute a criação de cursos EAD de Direito, ainda mais por serem cursos onde não há laboratórios ou outras atividades fora de sala. E grandes nomes da área, como o diretor da faculdade de direito da USP, são veementemente contra a criação, justamente prezando pela qualidade do ensino.”,

“Levando o pensamento para o contexto da Engenharia, e somando-se ainda que nas faculdades de Engenharia é MUITO necessário que os alunos tenham laboratórios e aulas práticas, eu não acredito que um curso 100% EAD possa ter a mesma qualidade que um curso presencial.”

Daniel dos Santos Silva

“Eu acredito que, em cursos que não demandam aulas com necessidades práticas, o EAD possa ser muito válido – e digo por experiência própria.”,

“A andragogia deve ser levada a sério em cursos EAD, considerando que a responsabilidade no geral é do aluno.”,

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“A mudança de cultura não costuma ser suave. Porém, os benefícios dessa modalidade, que cresceu bastante durante a pandemia, são notavelmente satisfatórios na minha opinião.”

Cristiano Oliveira da Silva

“Os cursos EAD certamente vieram agregar no cenário do ensino. Mas não vejo como um modelo que venha a substituir o ensino presencial – embora seja possível estruturar algo nessa linha.”,

“Pensando como caminho alternativo à complementação do processo educacional, diversos EAD’s cumprem bem esse papel, visto que é possível adquirir muito conteúdo de forma direcionada e organizada.”

“Falamos por aqui sempre em soft skills. Nesse sentido, uma habilidade constantemente mencionada é a “aprender a aprender”. Quem já tem esse ‘chip’ da curiosidade instalado e para quem estudar e aprender coisas novas é um prazer, sabe que as propostas EAD’s são excelentes aliadas.”,

“Talvez a grande sabedoria seja discernir onde o EAD irá te potencializar ou onde ela será uma perda de tempo.”

“De qualquer forma, aprender verdadeiramente algo nunca será perda de tempo. Mas se você está buscando aprender de forma consciente, para potencializar algo que você já é bom, ou algo que por enquanto você não é tão bom assim, é aí onde está o mérito.”,

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Resumindo: EAD bem conduzido e sabendo o que se quer, no cenário hoje, pode sim complementar de forma bem eficiente a formação em Engenharia.”

Daiane Junia da Silva

“Eu sou a favor, particularmente. Só faria um novo curso EAD agora. Mas, obviamente, no caso de cursos que são muito teóricos, que não exigem laboratórios ou práticas presenciais, como Administração, Contabilidade, etc. Sou contra em engenharias, Educação Física, e tal.”

“Eu penso que o EAD permite que as pessoas tenham acesso a bons cursos com mais flexibilidade e menor custo, além de salvar tempo de deslocamento.”

“Durante minha graduação, algumas matérias teóricas eu fiz virtual ou híbrido, e não gostei, porque envolvia prática. Após formar fiz alguns cursos virtuais e amei.”

Karla Rayane

“Meus últimos semestres foram à pandemia. Ai meu curso, que era presencial, ficou EAD. Senti um pouco de dificuldade em prestar atenção, pois, em casa, não conseguia ficar muito focada.”

E você, comenta aí! Também já realizou algum curso EAD? Era na área de Engenharia? Como foi? Escreva na aba de comentários!


Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo