Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

5 dicas para estudantes de Engenharia que vão morar sozinhos

por Matheus Felipe | 12/06/2020
Copiado!

O tão sonhado momento de iniciar sua caminhada no curso de engenharia chegou! Para muitos estudantes, isso significa ter que sair de casa, da cidade ou até do estado para ir em busca de uma faculdade com boa qualidade que oferte o curso que escolheu. Alguns almejam essa mudança ansiosamente há anos, porém outros não veem com bons olhos a ideia de perder o conforto de morar com os pais. Independente de qual lado te represente mais, espero que desistir do seu sonho não seja uma opção e que vá em busca de realizá-los, apesar das dificuldades.

Segundo censo realizado pelo Data Fala! em 2018, 30% dos estudantes passam a morar sozinhos ou com amigos, em repúblicas, ao entrar em uma universidade.

Pensando nos desafios encontrados pelo estudante de engenharia em morar sozinho, preparamos um guia com 5 dicas essenciais que vão te ajudar a enfrentar esse período com muito mais tranquilidade. Então se liga aí!

1 – Conheça a cidade

A sua missão começa antes mesmo da mudança, é preciso conhecer a cidade. A internet poderá te ajudar muito nessa parte, pesquise sobre o clima, custo de vida, segurança, os meios de transporte e não se esqueça de procurar também sobre lazer, afinal nem sempre você estará estudando e vai querer aproveitar seu tempo livre para um pouco de diversão e cultura.

mulher olhando um mapa da cidade
Imagem: br.freepik.com

Depois que tiver levantado todos esses pontos é hora de conhecê-los ainda mais afundo e para isso nada melhor que os próprios moradores da cidade para te explicarem. Se já estiver em algum grupo da faculdade com seus veteranos, pergunte a eles e já aproveite para saber mais sobre o curso. Mas tudo bem caso ainda não saiba quem são seus veteranos, pesquise nas redes sociais da sua faculdade que você irá encontrar outros alunos para esclarecer suas dúvidas.

Ah e não precisa ter vergonha: um dia eles estavam na mesma situação que você, então com certeza irão gostar de te ajudar.

2 – Analise sua realidade financeira

Antes de entrarmos no assunto de moradia, temos que falar sobre um ponto super importante que é a sua realidade financeira. Agora você já é adulto, ou está prestes a se tornar, então precisa ter o controle de suas finanças e ser realista com suas condições e de sua família. Por isso, faça essas perguntas: “Qual o valor máximo que minha família poderá gastar comigo mensalmente?”, “Esse valor será suficiente para me manter na nova cidade, tendo como base o custo de vida que pesquisei na dica 1?” Se sua resposta for sim, maravilha, mas se for não, então você terá que buscar uma renda extra.

mão segurando calculadora e fazendo conta financeiras
Imagem: freepik.es

Existem muitas formas de conseguir seu próprio dinheiro. A mais tradicional é buscando um emprego para trabalhar em horário comercial, porém grande parcela das faculdades de engenharia têm aulas no período da manhã ou da tarde, isso não irá te permitir conciliar o trabalho com os estudos.

Mas sem desespero, você ainda tem a opção de recorrer aos trabalhos informais que podem te gerar um bom dinheiro. Como, por exemplo, vender infoprodutos pela internet ou usar os conhecimentos que irá adquirir no curso para desenvolver projetos e vendê-los. Mas se ainda não estiver seguro nessas áreas, você pode fazer freelances e a famosa [e lucrativa] venda de doces nos intervalos.

Por último, temos os estágios remunerados que são um sonho para qualquer estudante, onde é possível aprender na prática sobre sua área e ainda receber por isso. Se você estiver determinado opções nunca irão te faltar!

3 – Encontre a moradia que se encaixa com você

Esse é o tema que mais passa pelas nossas cabeças antes da mudança, seja pela ansiedade de mudar de casa ou pela insegurança de achar um bom lugar para chamar de lar.  Mas é preciso levar em consideração quatro fatores para não errar na hora de escolher sua moradia, são eles: estrutura, privacidade, distância e custo.

estudantes em república tomando café e conversando
Imagem: timeshigheducation

Dificilmente você irá encontrar uma moradia bem estruturada, perto da faculdade, com custo baixo e que te forneça uma boa privacidade. Por isso é importante ter em mente qual dos fatores são os mais essenciais para sua estadia e assim fazer sua escolha.

São várias as opções disponíveis, mas cada tipo de moradia priorizará alguns dos fatores mencionados e deixará a desejar em outros. Por exemplo, as repúblicas são boas opções para estar perto da faculdade e ainda economizar, porém não lhe oferecem muita privacidade.

Os apartamentos são opções de uma boa estrutura e que você conseguirá ter privacidade, no entanto os preços normalmente são superiores. Mas para quem não pode gastar muito no aluguel as kitnets são uma alternativa que se concentram no entorno da faculdade, porém não se pode esperar muito de sua estrutura.

Existem ainda outras possibilidades que valem a pena pesquisar, como pensões e hostels, o importante é sempre definir sua ordem de prioridades para fazer a escolha certa.

4 – Hora de fazer novos amigos

A despedida dos amigos antigos é um momento bem difícil, muitos consideram essa a pior parte. Os primeiros dias na nova cidade poderão ser bem solitários e a saudade de casa irá aumentar. Por isso, quanto mais rápido você conhecer seus colegas de faculdade e se enturmar, melhor será sua adaptação.

estudantes em sala erguendo as mãos
Imagem: phys.org

Procure pelos estudantes que, assim como você, são novos na cidade, pois eles estão passando pelas mesmas dificuldades. Marquem de sair para conhecer melhor a cidade, para almoçarem juntos ou simplesmente para tomar aquele cafezinho da tarde. E não se espante caso seus melhores amigos venham a ser exatamente aqueles que vieram de outros lugares para estudar.

5 – Boas práticas nos estudos

Nossa última dica que você irá levar para o resto da sua faculdade é sobre o que te trouxe até aqui, os estudos. Você já deve saber, mas se ainda não sabe vou te avisar: os cursos de engenharia são bem difíceis e demandam bastante dedicação. Contudo, algumas boas práticas podem te ajudar a não tornar as coisas mais difíceis do que já são. Vamos a elas então!

Estudando matérias de engenharia
Imagem: unifebe.edu.br

Aproveite ao máximo a estrutura que sua faculdade lhe oferece. Seja a biblioteca, os laboratórios, monitorias e até mesmo os próprios professores. Não leve dúvidas para casa e sempre, sempre mesmo, vá além dos conteúdos passados em sala de aula, a curiosidade é uma grande aliada para você futuro(a) engenheiro(a).

Ter um cantinho em casa para seus estudos também é fundamental. Você terá muitos trabalhos a serem feitos, especialmente nos finais de semana e feriados. Por isso, esse é mais um detalhe a ser analisado antes de escolher sua moradia.

E faça grupos de estudo. Por mais que você seja resistente a estudar em grupo, essa prática pode trazer excelentes resultados. Cada aluno terá uma facilidade maior em determinado conteúdo e achar difícil outros, dessa forma todos poderão se ajudar, comparar respostas de cálculos e ainda tornar a rotina de estudos na engenharia muito mais leve.

Conclusão

Morar sozinho para estudar é um grande desafio, mas além disso também é uma experiência única. Você irá crescer muito nesse período, levará aprendizados para o resto de sua vida profissional e pessoal, por isso nunca encare esse momento como um fardo e sim como uma grande oportunidade na sua caminhada. E com as dicas que foram dadas aqui você certamente está pronto para ir atrás dos seus sonhos e objetivos. Boa sorte!

Gostou das dicas? Fala aí pra gente nos comentários! Que tal receber outras dicas para sua caminhada na faculdade de engenharia?

A seguir temos várias, aproveite:

Copiado!
Engenharia 360

Matheus Felipe

Engenheiro Civil em formação na UFMT. Criador do Gama Engenheiros (@gama.engenheiros), produtora de conteúdo digital. Pesquisador, redator, sonhador, apaixonado por futebol e engenharia. Seu propósito de vida é ajudar pessoas.

Comentários