Engenharia 360

Você sabe o que é saúde 4.0?

Engenharia 360
por Lippel Junior
| 30/05/2020 | Atualizado em 31/05/2020 2 min

Você sabe o que é saúde 4.0?

por Lippel Junior | 30/05/2020 | Atualizado em 31/05/2020
Engenharia 360

Saúde 4.0 se refere à 4ª Revolução de Serviços (acelerada pelo isolamento social). Como o próprio nome indica, Saúde 4.0 está totalmente relacionado com a Indústria 4.0.

De acordo com a Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde, o termo Saúde 4.0 destaca a importância da integração da tecnologia da informação (TI) com a manufatura e o setor de serviços (atendimento online e logística) no setor da saúde.

Basicamente, as quatro fases das revoluções industriais, e seus impactos tanto no mercado quanto na sociedade, se deram da seguinte forma:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Continue Lendo
  • 1ª Revolução Industrial: foi marcada pela mecanização da produção através de água e vapor. Aconteceu entre 1760 e 1830.
  • 2ª Revolução Industrial: quando começou a produção em massa e linhas de montagem com ajuda de energia elétrica. Ocorreu por volta de 1850.
  • 3ª Revolução Industrial: trouxe a revolução digital com uso da eletrônica, das tecnologias de informação e da automação. Aconteceu em meados do século XX.
  • 4ª Revolução Industrial: engloba tecnologias e conceitos de organização da cadeia de valor. Ela se caracteriza por um conjunto de tecnologias que permitem a fusão do mundo físico, digital e biológico. É a que vivemos atualmente.
mulher de jaleco tocando tela saúde 4.0
Imagem: proxis.com.br

Afinal, o que é Saúde 4.0 então?

Inovações com Machine learning, Internet das coisas, Big Data e Inteligência artificial são algumas das tecnologias emergentes que embasam o conceito de Saúde 4.0. Elas podem ser usadas para gerenciar processos médicos de forma mais efetiva e personalizada. Assim, a Saúde 4.0 prevê a interconectividade entre máquinas, bancos de dados mais eficientes e maior autonomia do paciente em relação à própria saúde.

A indústria 4.0 impacta diretamente no desenvolvimento de novos tratamentos, no monitoramento do paciente e na gestão dos recursos das unidades de saúde. Com os novos recursos, é possível trabalhar em prol da prevenção de doenças e cuidados com a saúde.

Segundo a Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em saúde, a expansão do recurso móvel de saúde poderia contribuir significativamente para melhorar a atenção básica e reduzir os deslocamentos e o uso intensivo de médicos. Também poderia economizar recursos públicos e, principalmente, melhorar a qualidade e expectativa de vida da população.

Ao mesmo tempo, o monitoramento e o gerenciamento da saúde se tornarão mais pessoais e oportunos à medida que as novas tecnologias capacitarão os indivíduos a realizar o monitoramento da saúde e as atividades de gerenciamento usando ferramentas virtuais e sistemas cyber-físicos baseados nos princípios do design da indústria 4.0 que conectam o físico e o virtual em tempo real” afirma Christoph Thuemmler, autor do livro “Healthy 4.0: How Virtualization and Big Data are Revolutionizing Healthcare”.

Você acha que o setor de saúde está se reinventando? Deixe sua opinião nos comentários!

Leia também: Google Health avaliou uma inteligência artificial em situação real de triagem de exames

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Engenharia 360

Luiz Lippel Junior

Comunicador, trabalha na área de comunicação há 25 anos. Esteve a frente da direção de produção de conteúdo de algumas produtoras e emissoras no Brasil. Atualmente é sócio da Bronks Content, respondendo pela direção de produção da produtora e do portal Central Crafts.

Comentários



Assine nossa newsletter
e receba
uma curadoria exclusiva de conteúdos:

Continue lendo