Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

CANAIS ESPECIAIS


Está chegando o VII Congresso Brasileiro dos Engenheiros Sem Fronteiras + II ELAES

por Engenheiros Sem Fronteiras Brasil | 13/10/2020

Saiba como se inscrever e quais serão as atrações. Por: Gabriel Lopes

Entre os dias 14 a 21 de novembro será realizado o VII Congresso Brasileiro dos Engenheiros Sem Fronteiras (cbESF) + II Encontro Latino-Americano de Engenharia e Sociedade (ELAES), o maior evento anual da rede Sem Fronteiras que neste ano vem com o tema: “A atuação da Engenharia e do Terceiro Setor frente a desastres”, que tem como objetivo principal a discussão de temas que envolvam o comprometimento da engenharia na prevenção dessas catástrofes, responsabilidades para agir mediante desastres, bem como temas correlatos aos objetivos fins do Engenheiros Sem Fronteiras, como voluntariado, sustentabilidade, engenharia e educação.

Devido a atual conjuntura e também as grandes problemáticas ocasionadas em nosso país em decorrência do enfrentamento a COVID-19, o Congresso será totalmente ONLINE, e contará com cerca de 26 palestras, cujos conteúdos serão voltados para a temática geral do evento e divididos de acordo com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, além de serem ofertadas cerca de 18 mesas redondas com conteúdos voltados para a prática voluntária.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

banner de divulgação do evento VII cbesf + II elaes

Qual sua importância?

Vivemos em um país onde muitos dos direitos básicos do cidadão estão defasados, como a moradia, saneamento básico, educação, saúde, água potável e energia. Esses são exemplos claros de como o descaso e a falta de decisões governamentais efetivas abalam negativamente a vida da população.

Diante disto, é evidente a necessidade do terceiro setor, focado na engenharia, trazer o mínimo de direitos às pessoas que estão expostas a situações precárias. E uma das formas que temos de dar visibilidade e disseminar as nossas ideias é por meio dos congressos, evento onde passamos a nossa visão de mundo e o que estamos fazendo para transformá-lo por meio da Engenharia aliada ao desenvolvimento humano e sustentável.

O Congresso Brasileiro dos Engenheiros Sem Fronteiras é realizado anualmente desde 2014, e tem como principal objetivo estruturar uma cultura de rede buscando a aproximação entre todos os núcleos do Brasil, no intuito de fomentar o crescimento da rede, visando à integração dos membros através da troca de experiências e construção de laços dos integrantes. Além de disseminar os valores da nossa organização que são: Altruísmo, Ética, Profissionalismo, Respeito e Trabalho em equipe.
O CBESF já passou por grandes polos do nosso país, como Viçosa, São Leopoldo, Rio de Janeiro, Lavras, Natal e Juiz de Fora.

foto tirada de cima, em um gramado, com voluntários do Engenheiros Sem Fronteiras Brasil organizados formando as iniciais da ONG: ESF
Fonte: Foto tirada por voluntários em edições passadas do cbESF

Quais as atrações?

O VII CBESF + II ELAES irá contar com mais de 50 atrações nacionais e internacionais, divididas entre palestras, mesas redondas, oficinas, apresentações musicais e mostra científica, todas elas abordando temas relacionados a reflexões relativas ao uso da Engenharia como ferramenta de enfrentamento diante de situações de calamidade pública, tais como a situação atual com o cenário de pandemia mundial, situações de desastres ambientais, como o rompimento das barragens em Mariana e Brumadinho, além de outras situações catastróficas no nosso país e no mundo inteiro.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Também ocorrerão dois momentos para apresentação de trabalhos científicos: Um primeiro momento direcionado aos eixos de atuação do Engenheiros Sem Fronteiras Educação (Infraestrutura e assistência básica; Sustentabilidade; Gestão e empreendedorismo) e um segundo momento direcionado aos eixos de submissão do ELAES (Engenharia Popular, Tecnologia e Inovação Social; Autogestão, Trabalho e Economia Solidária; Formação na Engenharia e Universidade; Territórios Sustentáveis e Direito à Cidade; Engenharia, Gênero e Raça).

Dentre os profissionais que marcarão presença estão: Ailton Krenak, ativista indígena dos direitos humanos; Monja Coen Roshi, escritora e fundadora da Comunidade Zen Budista; Rodrigo Rubido, arquiteto, co-fundador e diretor do Instituto Elos; Thiago Coutinho, diretor executivo do Grupo Voitto, entre outros.

Para conferir as atrações já divulgadas acesse nosso site oficial ou as redes sociais do evento: Facebook e Instagram.

banner congresso VII cbESF e II ELAES

Quais os benefícios de participar?

Todos os congressistas terão acesso e direito (independente do valor contribuído):

  • A qualquer palestra;
  • Certificado emitido pelo ESF-Brasil;
  • A 1(uma) oficina de sua preferência (será disponibilizada inscrição própria previamente);
  • Inscrever artigos para concorrer a inclusão nos anais do VII cbESF (pelo menos um autor deve estar inscrito no evento), seguindo disposições do edital;
  • Relatório de transparência de recursos arrecadados pelo evento;
  • A recompensa enorme de estar mais próximo de uma engenharia humana, sustentável e popular;
  • Oportunidade de votar nos melhores projetos realizados pela organização e escolher os premiados;
  • Oportunidade de concorrer a sorteios de parceiros e de brindes do ESF-BR.

Neste ano, o valor do seu ingresso será totalmente revertido no projeto Águas da Baixada, do núcleo do Rio de Janeiro, que pretende desenvolver protótipos de biofiltro com reator UV de baixo custo e replicáveis que irão fornecer água da chuva potável para comunidades onde não há acesso, ajudando a realização do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 6 – Água limpa e saneamento para todos.

Expectativa e Depoimentos

Este tem tudo para ser o maior evento organizado pelo Engenheiros Sem Fronteiras, visto que possui abrangência internacional com um público esperado de 1.000 congressistas e também pela facilidade de acesso, já que toda programação será ONLINE, possibilitando que os participantes assistam do conforto de sua casa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja alguns depoimentos de congressistas sobre o CBESF:

“ (…) Todas as experiências dos eventos da rede são muito enriquecedoras, são muito incríveis! A gente faz amizade no Brasil todo, a gente interage com pessoas que tem o mesmo sonho que a gente, a gente troca experiência entre os projetos dos núcleos e agora com esse congresso online, é muito importante que estejamos juntos nesse momento em que estamos passando, então vai ser muito enriquecedor, vai ser um congresso diferenciado!”

Nina Ferracioli – VP de Desenvolvimento do ESF Brasil

“(…) Esse ano nós estaremos novamente reunidos, em um congresso totalmente diferente, mas com o mesmo propósito, que é de união e de levar para vocês a melhor experiência que o Engenheiros Sem Fronteiras pode proporcionar, que é realmente a mistura do voluntariado com a engenharia mais humana, social e solidária.”

Adalberto Teodoro – Ex VP de Acompanhamento do ESF Brasil

Você também não pode ficar de fora, não deixe para garantir a sua participação ao evento no último momento! Acesse nosso site oficial do ESF ou redes sociais do evento: Facebook e Instagram e garanta já seu Ingresso!

Leia também? Habitação de Interesse Social: contextualização e reflexos da COVID-19


Sobre o autor:

Graduando em Engenharia Civil. Promotor de eventos no Tocantins e voluntário no ESF Brasil desde 2019.

Gabriel Lopes – Assessor de Eventos e Expansão do ESF-Brasil e assessor de Comunicação do CBESF.

E você, o que está esperando para se inscrever no evento?

Comentários

Engenharia 360

Engenheiros Sem Fronteiras Brasil

Ser Engenheiros Sem Fronteiras é acreditar na importância da engenharia para o desenvolvimento social e ser protagonista desta transformação. O ESF-Brasil faz parte da rede Engineers Without Borders – International (EWB-I), presente em 65 países ao redor do mundo. Desde 2010 no Brasil já transformamos mais de 84 mil vidas. Acreditamos na importância do envolvimento comunitário, do diálogo e da cooperação. Os projetos são desenvolvidos e executados por voluntários locais organizados em núcleos, que se envolvem pessoalmente com os membros da comunidade, escutam suas necessidades e estabelecem parcerias e amizades. Nós da Diretoria Nacional replicamos essa tecnologia social, capacitando e orientando os líderes destes núcleos para desta forma gerarmos o impacto nos locais que atuamos.