Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Está chegando o VII Congresso Brasileiro dos Engenheiros Sem Fronteiras + II ELAES

por Engenheiros Sem Fronteiras Brasil | 13/10/2020
Copiado!

Saiba como se inscrever e quais serão as atrações. Por: Gabriel Lopes

Entre os dias 14 a 21 de novembro será realizado o VII Congresso Brasileiro dos Engenheiros Sem Fronteiras (cbESF) + II Encontro Latino-Americano de Engenharia e Sociedade (ELAES), o maior evento anual da rede Sem Fronteiras que neste ano vem com o tema: “A atuação da Engenharia e do Terceiro Setor frente a desastres”, que tem como objetivo principal a discussão de temas que envolvam o comprometimento da engenharia na prevenção dessas catástrofes, responsabilidades para agir mediante desastres, bem como temas correlatos aos objetivos fins do Engenheiros Sem Fronteiras, como voluntariado, sustentabilidade, engenharia e educação.

Devido a atual conjuntura e também as grandes problemáticas ocasionadas em nosso país em decorrência do enfrentamento a COVID-19, o Congresso será totalmente ONLINE, e contará com cerca de 26 palestras, cujos conteúdos serão voltados para a temática geral do evento e divididos de acordo com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, além de serem ofertadas cerca de 18 mesas redondas com conteúdos voltados para a prática voluntária.

banner de divulgação do evento VII cbesf + II elaes

Qual sua importância?

Vivemos em um país onde muitos dos direitos básicos do cidadão estão defasados, como a moradia, saneamento básico, educação, saúde, água potável e energia. Esses são exemplos claros de como o descaso e a falta de decisões governamentais efetivas abalam negativamente a vida da população.

Diante disto, é evidente a necessidade do terceiro setor, focado na engenharia, trazer o mínimo de direitos às pessoas que estão expostas a situações precárias. E uma das formas que temos de dar visibilidade e disseminar as nossas ideias é por meio dos congressos, evento onde passamos a nossa visão de mundo e o que estamos fazendo para transformá-lo por meio da Engenharia aliada ao desenvolvimento humano e sustentável.

O Congresso Brasileiro dos Engenheiros Sem Fronteiras é realizado anualmente desde 2014, e tem como principal objetivo estruturar uma cultura de rede buscando a aproximação entre todos os núcleos do Brasil, no intuito de fomentar o crescimento da rede, visando à integração dos membros através da troca de experiências e construção de laços dos integrantes. Além de disseminar os valores da nossa organização que são: Altruísmo, Ética, Profissionalismo, Respeito e Trabalho em equipe.
O CBESF já passou por grandes polos do nosso país, como Viçosa, São Leopoldo, Rio de Janeiro, Lavras, Natal e Juiz de Fora.

foto tirada de cima, em um gramado, com voluntários do Engenheiros Sem Fronteiras Brasil organizados formando as iniciais da ONG: ESF
Fonte: Foto tirada por voluntários em edições passadas do cbESF

Quais as atrações?

O VII CBESF + II ELAES irá contar com mais de 50 atrações nacionais e internacionais, divididas entre palestras, mesas redondas, oficinas, apresentações musicais e mostra científica, todas elas abordando temas relacionados a reflexões relativas ao uso da Engenharia como ferramenta de enfrentamento diante de situações de calamidade pública, tais como a situação atual com o cenário de pandemia mundial, situações de desastres ambientais, como o rompimento das barragens em Mariana e Brumadinho, além de outras situações catastróficas no nosso país e no mundo inteiro.

Também ocorrerão dois momentos para apresentação de trabalhos científicos: Um primeiro momento direcionado aos eixos de atuação do Engenheiros Sem Fronteiras Educação (Infraestrutura e assistência básica; Sustentabilidade; Gestão e empreendedorismo) e um segundo momento direcionado aos eixos de submissão do ELAES (Engenharia Popular, Tecnologia e Inovação Social; Autogestão, Trabalho e Economia Solidária; Formação na Engenharia e Universidade; Territórios Sustentáveis e Direito à Cidade; Engenharia, Gênero e Raça).

Dentre os profissionais que marcarão presença estão: Ailton Krenak, ativista indígena dos direitos humanos; Monja Coen Roshi, escritora e fundadora da Comunidade Zen Budista; Rodrigo Rubido, arquiteto, co-fundador e diretor do Instituto Elos; Thiago Coutinho, diretor executivo do Grupo Voitto, entre outros.

Para conferir as atrações já divulgadas acesse nosso site oficial ou as redes sociais do evento: Facebook e Instagram.

banner congresso VII cbESF e II ELAES

Quais os benefícios de participar?

Todos os congressistas terão acesso e direito (independente do valor contribuído):

  • A qualquer palestra;
  • Certificado emitido pelo ESF-Brasil;
  • A 1(uma) oficina de sua preferência (será disponibilizada inscrição própria previamente);
  • Inscrever artigos para concorrer a inclusão nos anais do VII cbESF (pelo menos um autor deve estar inscrito no evento), seguindo disposições do edital;
  • Relatório de transparência de recursos arrecadados pelo evento;
  • A recompensa enorme de estar mais próximo de uma engenharia humana, sustentável e popular;
  • Oportunidade de votar nos melhores projetos realizados pela organização e escolher os premiados;
  • Oportunidade de concorrer a sorteios de parceiros e de brindes do ESF-BR.

Neste ano, o valor do seu ingresso será totalmente revertido no projeto Águas da Baixada, do núcleo do Rio de Janeiro, que pretende desenvolver protótipos de biofiltro com reator UV de baixo custo e replicáveis que irão fornecer água da chuva potável para comunidades onde não há acesso, ajudando a realização do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 6 – Água limpa e saneamento para todos.

Expectativa e Depoimentos

Este tem tudo para ser o maior evento organizado pelo Engenheiros Sem Fronteiras, visto que possui abrangência internacional com um público esperado de 1.000 congressistas e também pela facilidade de acesso, já que toda programação será ONLINE, possibilitando que os participantes assistam do conforto de sua casa.

Veja alguns depoimentos de congressistas sobre o CBESF:

“ (…) Todas as experiências dos eventos da rede são muito enriquecedoras, são muito incríveis! A gente faz amizade no Brasil todo, a gente interage com pessoas que tem o mesmo sonho que a gente, a gente troca experiência entre os projetos dos núcleos e agora com esse congresso online, é muito importante que estejamos juntos nesse momento em que estamos passando, então vai ser muito enriquecedor, vai ser um congresso diferenciado!”

Nina Ferracioli – VP de Desenvolvimento do ESF Brasil

“(…) Esse ano nós estaremos novamente reunidos, em um congresso totalmente diferente, mas com o mesmo propósito, que é de união e de levar para vocês a melhor experiência que o Engenheiros Sem Fronteiras pode proporcionar, que é realmente a mistura do voluntariado com a engenharia mais humana, social e solidária.”

Adalberto Teodoro – Ex VP de Acompanhamento do ESF Brasil

Você também não pode ficar de fora, não deixe para garantir a sua participação ao evento no último momento! Acesse nosso site oficial do ESF ou redes sociais do evento: Facebook e Instagram e garanta já seu Ingresso!

Leia também? Habitação de Interesse Social: contextualização e reflexos da COVID-19


Sobre o autor:

Graduando em Engenharia Civil. Promotor de eventos no Tocantins e voluntário no ESF Brasil desde 2019.

Gabriel Lopes – Assessor de Eventos e Expansão do ESF-Brasil e assessor de Comunicação do CBESF.

E você, o que está esperando para se inscrever no evento?

Copiado!
Engenharia 360

Engenheiros Sem Fronteiras Brasil

Ser Engenheiros Sem Fronteiras é acreditar na importância da engenharia para o desenvolvimento social e ser protagonista desta transformação. O ESF-Brasil faz parte da rede Engineers Without Borders – International (EWB-I), presente em 65 países ao redor do mundo. Desde 2010 no Brasil já transformamos mais de 84 mil vidas. Acreditamos na importância do envolvimento comunitário, do diálogo e da cooperação. Os projetos são desenvolvidos e executados por voluntários locais organizados em núcleos, que se envolvem pessoalmente com os membros da comunidade, escutam suas necessidades e estabelecem parcerias e amizades. Nós da Diretoria Nacional replicamos essa tecnologia social, capacitando e orientando os líderes destes núcleos para desta forma gerarmos o impacto nos locais que atuamos.

Comentários