Engenharia 360

Qual a forma adequada de transportar líquidos utilizados na Engenharia?

Engenharia 360
por Redação 360
| 01/08/2023 | Atualizado em 01/11/2023 5 min
Imagem de vecstock em Freepik

Qual a forma adequada de transportar líquidos utilizados na Engenharia?

por Redação 360 | 01/08/2023 | Atualizado em 01/11/2023
Imagem de vecstock em Freepik
Engenharia 360

A forma adequada de transportar líquidos na Engenharia é essencial para garantir a segurança e eficiência dos processos. Aliás, é importante dizer que os principais líquidos utilizados na Engenharia são, sobretudo, água, óleos, solventes, produtos químicos e combustíveis. Cada fluido possui características específicas que exigem cuidados para evitar vazamentos e contaminações. Neste texto do Engenharia 360, abordaremos as melhores práticas e sistemas recomendados para o transporte seguro desses líquidos na Engenharia.

transporte líquidos utilizados na Engenharia
Imagem de vecstock em Freepik

Veja Também: Entendendo a natureza das águas cinzas e a importância da captação de água da chuva

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quais os desafios do transporte de líquidos utilizados na Engenharia?

Desafios do transporte de líquidos na Engenharia envolvem garantir o fluxo adequado, a pressão correta e minimizar vazamentos para assegurar a segurança das pessoas e evitar danos ambientais. Além disso, é essencial preservar a qualidade do líquido, prevenindo contaminações, e selecionar materiais compatíveis com as propriedades do líquido transportado. Lidar com variações de temperatura, buscar eficiência energética e realizar um dimensionamento adequado também são desafios cruciais nessa área.

Vale destacar também que as normas e regulamentações relacionadas ao transporte de líquidos na Engenharia envolvem a norma ABNT NBR 14880 para produtos perigosos, a API 5L para tubulações de aço, a ANSI/ASME B31 para projetos industriais e a ISO 9001 para qualidade nos processos. Além disso, há a norma ASME B31.3 para tubulações de processo, a ASTM D3681 para líquidos corrosivos e a NFPA 30 para armazenamento e manuseio de líquidos inflamáveis e combustíveis.

É essencial conhecer e seguir essas normas, que podem variar conforme a localização e o tipo de líquido transportado, para garantir a conformidade e a segurança durante o transporte.

Quais os métodos mais eficientes para o transporte de líquidos?

Fazem parte dos métodos eficientes na Engenharia para o transporte de líquidos os sistemas de bombeamento para indústria e abastecimento público, transporte por gravidade em terrenos inclinados, oleodutos e gasodutos para longas distâncias e sistemas inovadores de microfluídica e nanotecnologia para aplicações específicas. Claro que a escolha do método depende das condições de operação, custos e objetivos do projeto.

transporte líquidos utilizados na Engenharia
Imagem de Freepik

Veja Também: Engenharia Ambiental e Sanitária: Explorando os Benefícios da Desinfecção por Ozônio

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Principais bombas utilizadas no transporte de líquidos

Os principais tipos de bombas utilizados no transporte de líquidos na Engenharia são:

  • Bombas Centrífugas: Utilizam a força centrífuga para movimentar o líquido através de um rotor em alta velocidade.
  • Bombas de Deslocamento Positivo: Transferem o líquido através de deslocamento direto, podendo ser de pistão, diafragma ou engrenagem.
  • Bombas de Engrenagem: Utilizam o princípio de engrenagens para movimentar o líquido.
  • Bombas de Pistão: Deslocam o líquido por meio de movimento de pistões em um cilindro.
  • Bombas de Diafragma: Transferem o líquido por meio do movimento de diafragmas flexíveis.
  • Bombas de Parafuso: Utilizam roscas helicoidais para mover o líquido ao longo do eixo da bomba.
  • Bombas Peristálticas: Transferem o líquido por meio de um tubo flexível comprimido por roletes.
  • Bombas de Turbina: Utilizam a energia cinética de uma turbina para transportar o líquido.

Essas bombas têm diferentes aplicações e características específicas, sendo escolhidas de acordo com as necessidades de cada projeto e do tipo de líquido a ser transportado.

transporte líquidos utilizados na Engenharia
Imagem de wirestock em Freepik

Como minimizar perdas e vazamentos durante o transporte de líquidos na Engenharia?

Para minimizar perdas e vazamentos no transporte de líquidos perigosos, siga cuidados importantes. Primeiro garanta a qualidade dos recipientes e tambores, vedando-os corretamente. Treine a equipe em práticas seguras de manuseio e emergências. Use sistemas de monitoramento para verificar a integridade dos recipientes. Tenha um plano de ação para vazamentos, incluindo contenção de substâncias perigosas. Evite transportar líquidos incompatíveis juntos. E, por fim, cumpra regulamentações para garantir a segurança das pessoas e do meio ambiente. Assim, os riscos são reduzidos efetivamente.

transporte líquidos utilizados na Engenharia
Imagem de Freepik

Veja Também: Engenharia Química: as reações químicas nos mais diversos processos industriais

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quais os cuidados específicos para o transporte de líquidos corrosivos ou perigosos?

Os cuidados específicos na Engenharia para o transporte de líquidos corrosivos ou perigosos envolvem uma série de medidas para garantir a segurança durante todo o processo, incluindo:

  • Seleção de materiais apropriados: Utilização de materiais resistentes à corrosão, como aço inoxidável, plásticos de Engenharia ou revestimentos especiais, para evitar danos ao recipiente ou ao sistema de transporte.
  • Projeto adequado do sistema: O projeto do sistema de transporte deve levar em conta a natureza dos líquidos transportados, as temperaturas envolvidas e a pressão necessária, para evitar vazamentos e acidentes.
  • Contenção e isolamento: Implementar barreiras e sistemas de contenção, como diques e barreiras químicas, para evitar a propagação de vazamentos em caso de acidentes.
  • Inspeção e manutenção regular: Programar inspeções periódicas e manutenção adequada dos equipamentos e das estruturas envolvidas no transporte, para detectar e corrigir eventuais problemas antes que se agravem.
  • Sinalização e identificação: Uso de sinalizações claras e adequadas para indicar a presença de líquidos perigosos e instruções para o manuseio seguro.
  • Rotas de transporte planejadas: Planejar rotas seguras, evitando áreas densamente povoadas, zonas ambientais sensíveis e locais com alta probabilidade de acidentes, como curvas acentuadas ou inclinações perigosas.
transporte líquidos utilizados na Engenharia
Imagem de @aleksandarlittlewolf em Freepik

Nota: Em outubro de 2023, data de atualização deste texto, em Camaçari, Bahia, houve um incêndio no Polo Industrial, na empresa Braskem, devido a um vazamento de eteno, um produto inflamável. Os funcionários foram evacuados preventivamente, um trabalhador ficou ferido, mas está bem. A situação foi controlada pela empresa e o acidente ocorreu na unidade Químicos 1.

É importante lembrar que o transporte de líquidos corrosivos ou perigosos é uma atividade complexa que exige cuidado extremo e atenção aos detalhes, pois qualquer descuido pode resultar em sérios acidentes e consequências graves para o meio ambiente e a segurança pública.

Veja Também:


Fontes: Olhar Digital.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo