Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Sistema de proteção ajuda pinguins a procriarem e ainda reduz derretimento do gelo polar

por Gabriela Glette | 07/01/2021

Inspirado nos próprios pinguins, que costumam se amontoar para proteger seus filhotes, a esperança é de que o sistema salve a espécie da extinção

Um dos efeitos mais graves e preocupantes das mudanças climáticas é em relação à vida animal. A drástica redução da taxa de natalidade dos pinguins-imperadores, que deixaram de procriar nos últimos 3 anos, fez o arquiteto iraniano Sajjad Navidi desenvolver um sistema de proteção para estes animais. Desta maneira, eles podem se procriar e sua ferramenta ainda reduz o derretimento do gelo polar – fundamental na vida dos pinguins e outros animais.

pinguins em sistema de reprodução
Imagem: Sajjad Navidi

Dividido em duas partes, seu sistema funciona verticalmente e possui um formato de iglu, que serve aos pinguins e uma concha subaquática. Simples e eficaz, o arquiteto criou este conceito quando decidiu participar do Concurso de Arquitetura e Artes da Fundação Jacques Rougerie, onde conquistou o sétimo lugar na categoria “Inovação para o Mar”.

iglu criado para sistema de reprodução dos pinguins
Imagem: Sajjad Navidi

O sistema que ajuda os pinguins

A parte superior do iglu fornece um substituto artificial para o habitat natural cada vez menor dos pinguins das plataformas de gelo da Antártica. Através dele, eles podem continuar colocando seus ovos sem medo de que a estrutura derreta antes que os filhotes possam sobreviver sem o abrigo. Inspirado nos próprios pinguins, que costumam se amontoar para proteger seus filhotes, a esperança é de que o sistema salve a espécie da extinção.

esquema do projeto
Imagem: Sajjad Navidi

O objetivo da estrutura inferior, em contrapartida, é reduzir o derretimento do gelo polar, diretamente relacionado com a extinção de centenas de espécies. O iglu invertido cheio de crateras é inspirado na esponja marinha e está conectado a um pêndulo subaquático oscilante. Quando o pêndulo é movido por ondas, a eletricidade é gerada e usada para resfriar a área.

pinguins dentro do iglu para reprodução
Imagem: Sajjad Navidi

Ao resfriar a água, Navidi espera que ajude a controlar o gelo polar que está derretendo em velocidade recorde. O próximo passo é transformar o protótipo em realidade e adequá-la às necessidades do mundo animal.

pinguins nadando em água sob os iglus
Imagem: Sajjad Navidi

Fonte: My Modern Met

O que você achou desse sistema? Comente!

Comentários

Imagem padrão usuário

Gabriela Glette

Jornalista e escritora, Gabriela já passou por grandes sites, como Hypeness e Razões para Acreditar, até que decidiu criar um que só falasse sobre coisas boas e inspirações - o Quokka Mag. Vive na França há mais de 3 anos e tem um gosto especial em falar sobre inovação e sustentabilidade.