Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Nova bateria de estado sólido pode transformar indústria de veículos elétricos

por Larissa Fereguetti | 11/12/2020

Ela é uma das candidatas na corrida por uma fonte de alimentação desses veículos.

A QuantumScape, com apoio da Volkswagen e de Bill Gates, anunciou um grande avanço no seus projeto de uma bateria de lítio de estado sólido. O esforço é resultado de 10 anos de pesquisas na tecnologia.

Atualmente, as baterias de íon de lítio possuem um líquido que serve como eletrólito. Elas estão presentes em smartphones, notebooks e mesmo nos veículos elétricos. No entanto, quando usadas em automóveis, elas são desvantajosas porque levam horas para carregar, possuem conteúdo inflamável e podem congelar em temperaturas muito baixas.

nova bateria de estado sólido da QuantumScape em imagem ilutrativa
Imagem: QuantumScape

Para contornar esses problemas, a QuantumScape propôs uma bateria de metal de lítio. Basicamente, um separador de cerâmica seca ocupa o lugar do eletrólito líquido e permite uma transferência mais eficiente de energia conforme os íons atravessam. Embora o nome seja “estado sólido”, ela não é exatamente sólida, há um componente em gel que não congela e reduz os problemas que causam a perda de eficiência da bateria.

Confira no vídeo a seguir como é o funcionamento dessas baterias:

Os testes mostraram que, nos veículos elétricos, as baterias de metal de lítio da QuantumScape podem viajar 80% mais longe que os equipados com baterias comuns. A vida útil também é maior: elas mantêm 80% da capacidade após cerca de 800 ciclos de carregamento (o que também é mais que a capacidade das convencionais). No quesito carga, elas alcançam 80% em cerca de 15 minutos.

Porém, ainda não é o fim da pesquisa. Os testes foram realizados com células de camada única e a versão final necessitará de até 100 camadas. Quanto maior o número de camadas, maior o desafio. Enquanto isso, outras grandes empresas também estão na corrida por melhores baterias, como Toyota, CATL, LG Chem, Ford, BMW, Hyundai, Samsung, Panasonic e Tesla.

Referências:: TechXplore, QuantumScape

Leia também: Eletrólito pode ser a chave para a nova a geração de baterias mais eficientes

Você acha que em breve teremos baterias mais eficientes? Deixe sua opinião nos comentários!

Comentários

Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.