Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

CANAIS ESPECIAIS


Qual a diferença entre os cursos de Automação Industrial e Eletrotécnica Industrial?

por Luciana Reis | 05/10/2016

Há termos e cursos que, mesmo entre profissionais da área e, principalmente, entre os estudantes, geram dúvidas sobre qual é o campo de atuação, como está o mercado de trabalho ou sobre as matérias que fazem parta da base curricular. Um exemplo são os cursos tecnólogos, que por natureza são mais objetivos, com enfoque no mercado de trabalho. E para os profissionais que buscam oportunidades no setor industrial, o 360 buscou esclarecer diferenças entre dois cursos bastante procurados: os de tecnologia em Eletrotécnica e Automação Industrial.

engenharia-elétrica-blog-da-engenharia

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Imagem: Divulgação


A Eletrotécnica, juntamente com a Eletrônica, é um ramo da Engenharia Elétrica. A diferença entre as duas é que a primeira corresponde aos processos ligados à geração, transmissão, distribuição e utilização da energia elétrica, enquanto a Eletrônica lida em níveis de controle, trabalhando, por isso, com grandezas elétricas de pequena amplitude. Já automação industrial é focada em projetos específicos, direcionados às máquinas e processos industriais.

Eletrotécnica Industrial

Os profissionais formados em Eletrotécnica Industrial trabalham com os circuitos elétricos e eletrônicos, atuando na instalação, operação e manutenção dos elementos que geram e distribuem a energia elétrica. Os projetos desenvolvidos são tanto para instalações industriais, como também prediais, residenciais e até mesmo para a iluminação pública.
Os sistemas eletrônicos implementados por este profissional são tanto os analógicos, como os digitais e os sistemas eletrônicos de potência (SEP). Há ainda a possibilidade de o eletrotécnico industrial trabalhar com a supervisão e manutenção de máquinas e equipamentos elétricos e na aplicação de testes em produtos de eletrônica industrial.

eletrotécnica-industrial-blog-da-engenharia

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Imagem: Uniesp

O campo de atuação é vasto, e inclui empresas produtoras e distribuidoras de energia elétrica, indústrias de máquinas e equipamentos elétricos, de projetos e instalações elétricas, na montagem de equipamentos elétricos em prédios e em variadas indústrias, como no ramo automobilístico ou de telefonia.
Durante o curso, entre as matérias que estão na matriz curricular, destaque para eletricidade e eletromagnetismo, saúde e segurança no trabalho, máquinas elétricas, sistemas elétricos, geração de energia e instrumentação industrial. A duração média do curso é de 3 anos.

Automação Industrial

Nesta área, o profissional é responsável pelo gerenciamento dos processos industriais, com a aplicação de técnicas, softwares e equipamentos, seja em uma máquina ou em um processo na indústria. O objetivo é acompanhar e aumentar o desempenho, otimizando os processos, aumentando a produção com uma diminuição dos recursos utilizados, de uma forma mais segura e com redução também na emissão de resíduos.
O profissional instala e configura sistemas baseados em CLP, o Controlador Lógico Programável, mecanismo responsável por comandar e acompanhar equipamentos e processos industriais. Cabe também ao formado no curso tecnológico de Automação Industrial realizar montagens e atualizações em sistemas de automação. O profissional formado também pode atuar na área de Mecatrônica Industrial, na projeção e instalação de equipamentos em máquinas como os robôs e equipamentos com elementos mecânicos automatizados.

automação-industrial-blog-da-engenharia

Imagem: Automação Industrial

O mercado de trabalho apresenta um cenário favorável devido à procura pelas indústrias e empresas por uma maior eficiência nos processos. As oportunidades de destaque se encontram na indústria metalúrgica, assim como na indústria de máquinas e equipamentos, na indústria automobilística e no setor químico. Assim como o curso de Eletrotécnica Industrial, a média de duração do curso é de 3 anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

curso-blog-da-engenharia

Imagem: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Riograndense

Entre as aulas estão inclusas as matérias de controle de processos, robótica, comunicação de dados e até mesmo são previstos os conceitos de técnicas de comunicação e inglês técnico, neste caso, para o auxílio a materiais, como manuais, na língua estrangeira.
E você está pensando em iniciar um destes cursos? Conte suas impressões e compartilhe informações com os demais colegas no 360!
Referências: Instituto Federal do Pará, Portal Educação, Guia do Estudante – Eletrotécnica Industrial, Guia do Estudante – Automação Industrial, Instituto Federal

Comentários