Engenharia 360

Copa do Mundo 2022: drones são disponibilizados para proteção dos estádios

Engenharia 360
por Redação 360
| 20/10/2022 | Atualizado em 27/01/2023 3 min

Copa do Mundo 2022: drones são disponibilizados para proteção dos estádios

por Redação 360 | 20/10/2022 | Atualizado em 27/01/2023
Engenharia 360

O Catar está, nos últimos anos, montando um plano de ação poderoso para poder receber, em grande estilo, os turistas, torcedores, jornalistas, atletas e suas comissões durante a Copa do Mundo FIFA 2022, o maior evento futebolístico no mundo, que acontecerá entre os meses de novembro e dezembro. Claro que uma das maiores preocupações é com relação à proteção dos estádios. A boa notícia é que, pelo que foi divulgado à imprensa, o esquema de segurança tem à sua disposição modelos de drones. Saiba mais no texto a seguir!

Copa do Mundo
Imagem reproduzida de Vivo Meu Negócio

Benefícios do uso de drones em estádios da Copa

O Catar quer usar, se necessário, os drones para o seguinte:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • combater, nos estádios e arredores, outros dispositivos aéreos indesejados e controlados remotamente, “fogo com fogo”, atirando redes com o intuito de lesar o alvo, sem necessidade de um piloto em solo, mas com orientação via radares.

Esta decisão do país veio após se observar um aumento no número de ataques terroristas com drones em todo o mundo, sobretudo após a “popularização” da tecnologia de aeronaves não-tripuladas, vendida atualmente em versões comerciais mais acessíveis. A visão dos especialistas é de que há mais chances hoje de que eventos deste porte e locais populosos sejam alvos fáceis. Pensando nisso, a empresa organizadora resolveu investir pesado em sistemas anti-drones para o Mundial.

Copa do Mundo
Imagem reproduzida de Bolavip Brasil

Operações de Segurança e Proteção da Copa do Mundo

A empresa americana Fortem Technologies, trabalhando para o Ministério do Interior do Catar e o Comitê de Operações de Segurança e Proteção da Copa do Mundo, está desenvolvendo este sistema anti-drones desde o ano passado, com investimento da Boeing e em parceria com a japonesa Toshiba. Vale destacar que, para o torcedor ou jogador, os drones que trabalharão na Copa do Mundo não comprometerá a visão das partidas de futebol, visto que eles ficarão a cerca de um quilômetro e meio do local.

Copa do Mundo
Imagem reproduzida de globo

Mas, mesmo que fosse o caso, seria um mal aceitável. Lembrando que ninguém pode prever ataques terroristas. Os mesmos ocorrem de forma remota, com voos pré-programados. A ideia deste “front aéreo” é bloquear o que foi projetado para ser “imbloqueável”. E, de acordo com a opinião dos especialistas em segurança, não há forma mais eficiente de interceptação do que o uso desses drones.

A saber, o mesmo sistema está sendo usado agora pela Ucrânia no conflito com a Rússia, e em aeroportos do Reino Unido. Ele também já foi usado em 2021 sobre a Faixa de Gaza pelo exército de Israel para localizar e atacar integrantes do grupo Hamas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja Também: Entenda por que a Copa do Mundo FIFA 2022 no Catar será evento teste para o sinal 5G


Fontes: Globo Esporte – Globo.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo