Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Os 7 furacões mais avassaladores da história

por Clara Ribeiro | 04/11/2016
Copiado!

De 28 de setembro a 10 de outubro de 2016 foi registrado o último grande furacão, denominado Matthew. Antes de sua chegada, a apreensão já era gigantesca em países caribenhos e no sul dos Estados Unidos, devido ao seu alto poder de destruição.
Ele afetou com muita força a Jamaica, Cuba, República Dominicana, Bahamas e, especialmente, o Haiti, país que mais sofreu: 1,3 milhões de pessoas foram prejudicadas. Quando chegou ao estado da Flórida, nos EUA, já estava com menor vigor e não causou tanto estrago.
Esse não foi o primeiro nem será o último fenômeno natural a afetar diretamente a vida dos seres humanos. Poderosos ciclones já assombraram diferentes regiões, matando milhões e destruindo cidades inteiras.

Veja os 7 mais vassaladores furacões da história: 

furacões blog da engenharia

Foto: History

O Grande Furacão (1780)

Também conhecido como furacão São Calisto II, o fenômeno passou pelas Pequenas Antilhas e no Caribe, sendo registrado como o furacão atlântico mais devastador da história. Cerca de 27 mil pessoas perderam suas vidas.

furacões ciclone bhola blog da engenharia

Foto: NOAA

Ciclone Bhola (1970)

Um dos eventos naturais mais mortais já registrados, o ciclone atingiu o Paquistão Oriental, atual Bangladesh, e Bengala Ocidental, na Índia, em 12 de novembro de 1970. Estima-se que 500 mil pessoas morreram.

furacões iniki bhola blog da engenharia

Foto: Domínio Público

Furacão Iniki (1992)

Um dos mais intensos a atingir o Havaí (EUA), o furacão se formou durante o El Niño (1991-1994). O Iniki foi registrado na categoria 4 na escala de furacões de Saffir-Simpson.

furacões pauline bhola blog da engenharia

Foto: Reprodução

Furacão Pauline (1997)

Formou-se a partir de uma onda tropical a cerca de 410 km a sul-sudoeste de Huatulco, no estado mexicano de Oaxaca. Seu pico de intensidade foi com ventos de 215 km/h. A tragédia matou entre 230 a 400 pessoas e deixou cerca de 300 mil desabrigados.

furacões kenna blog da engenharia

Foto: Reprodução

Furacão Kenna (2002)

Um dos mais fortes que já atingiu o México, o furacão alcançou a categoria 5. O Kenna arrancou árvores, danificou a energia, inundou casas e hotéis de luxo e devastou vilarejos de pescadores.
furacões katrina blog da engenharia

Furacão Katrina (2005)

Com escala 4, o furacão devastou Nova Orleans, no estado da Luisiana, EUA. Foi o pior desastre natural da história no país. Passou também pela costa da Flórida, Golfo do México, Mississipi e Alabama.

furacões patricia blog da engenharia

Foto: Reuters

Furacão Patricia (2015)

Ele foi o mais forte a nível mundial em termos de velocidade de ventos. Impactou a costa mexicana do Pacífico, além de ter causado efeitos secundários em outras regiões, como nos países da América Central e no Texas, Estados Unidos.
 
 
Além desses, outro mais recente e que teve uma boa cobertura na internet e nos noticiários foi o furacão Sandy. Nessa matéria, inclusive, é possível ver o vídeo feito via satélite que mostra ele se aproximando da costa. Tenso, não?
Tem alguma contribuição sobre esse assunto? Conte pra gente nos comentários.

Copiado!
Engenharia 360

Clara Ribeiro

Jornalista especializada em arquitetura e engenharia. Ávida consumidora de informação; viciada em produzir conteúdo; amante das letras, das artes e da ciência.

Comentários