Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Indústria Moveleira: feiras Fimma e Movelsul 2022 trazem novidades para o setor

por Redação 360 | 28/03/2022

Durante a Pandemia, as pessoas começaram a olhar para as suas casas de um jeito diferente, como se esses imóveis fossem um casulo ou santuário de proteção. Por isso mesmo, elas passaram a investir mais em reformas e redecoração de ambientes, pensando em melhorar a qualidade dos espaços que habitam. Por consequência, engenheiros, arquitetos e designers tiveram que buscar novas inspirações para personalizar melhor os seus projetos, respondendo bem às preferências e necessidades dos seus clientes. Isso, obviamente, chegou também ao setor da Indústria Moveleira. Prova disso é o que se viu nas feiras Fimma e Movelsul 2022!

fimma e movelsul
Imagem reproduzida de Fimma

Este nicho do mercado precisou agir rápido para conseguir continuar fechando negócios e prestando adequadamente os seus serviços. E depois de dois anos driblando diversos desafios, os empresários se uniram novamente para a realização das feiras Fimma e Movelsul, em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul. Tradicionalmente, elas sempre ocorreram em anos distintos. Mas, para colocar as coisas em dia, precisaram ocorrer neste ano no mesmo período. Porém, de forma surpreendente, o protagonismo de uma não interferiu o da outra – nem mesmo na questão de logística, planejamento e organização. Pelo contrário, os resultados foram bem positivos! Saiba mais no texto a seguir!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

fimma e movelsul
Imagem reproduzida de Portal Leouve

Sucesso em números

Neste ano, a Fimma – Feira Internacional de Fornecedores da Cadeia Produtiva de Madeira e Móveis – e Movelsul aconteceram entre os dias 14 e 17 de março. Durante este tempo, elas receberam 500 marcas e 30 mil visitantes, atraindo a atenção de compradores de 18 países. No fim, isso movimentou R$ 2 bilhões em negócios futuros.

Mas vamos entender melhor a proporção disso tudo! O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de móveis – 31º, na verdade – e o maior da América Latina. Hoje em dia, essa indústria emprega 240 mil pessoas em mais de 21 mil empresas. E quando o mercado está bem aquecido como está agora, representa uma boa fatia do PIB nacional.

Contudo, para que as coisas melhorem, os representantes do setor sabem que é preciso achar formas de reduzir a carga tributária, ter mais incentivo à exportação, investir em logística para diminuir custos de frete e apoiar mais capacitação e aperfeiçoamento de pessoas. E o bom das feiras é que elas são o local perfeito para mentes criativas apresentarem ideias revolucionárias, aquecendo ainda mais o mercado e abrindo a chance para a criação de mais empregos.

fimma e movelsul
Imagem reproduzida de Jornal Semanário

Compromisso da Engenharia

Agora, antes de falar das novidades apresentadas na Fimma e Movelsul, vamos entender onde entra a Engenharia nisso tudo. Bem, a primeira feira lida com a questão do fornecimento de materiais e equipamentos, enquanto a segunda tem a ver com design e vendas. Tudo que é apresentado nelas não seria possível sem a investigação de engenheiros, entre outros especialistas!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para começar, nada chegaria ao consumidor sem planejamento de produção, extração de matéria-prima e logística. Imagine que no topo desta cadeia estão as florestas. Profissionais como os engenheiros ambientais, florestais e agrônomos precisam analisar como fazer plantações de árvores de forma correta e também a transformação de sua madeira em madeira serrada. Na sequência, outros engenheiros estudam como aproveitar ao máximo essa matéria-prima tão nobre e reduzir os seus desperdícios – sendo esse um dos maiores gargalos que há no segmento. E tem aqueles que se dedicam a desenvolver máquinas que realizam processos de corte otimizados a aliados com tecnologia e sistemas avançados.

fimma e movelsul
Imagem reproduzida de Portal Leouve

Novidades da Fimma e Movelsul

Durante as feiras Fimma e Movelsul, grandes novidades foram apresentadas. Em 58 mil metros quadrados de parque, muita coisa boa foi revelada pelos fabricantes. Parece que grandes mudanças quanto ao uso de matérias-primas, acessórios e produção vêm por aí! E é óbvio que o maior desafio do setor continua sendo unir design e funcionalidade! Por hora, parece que tem dado certo! Eis algumas revelações deste ano:

fimma e movelsul
Imagem reproduzida de Sindmóveis
  • móveis que incorporam ainda melhor as novas tecnologias, permitindo, por exemplo, a abertura de portas e gavetas com um simples toque, inclusive utilizando comando de voz com a ajuda da assistente virtual Alexa que, por meio da internet, envia informações para o dispositivo acoplado ao móvel e faz a abertura automática e sem as mãos;
  • mecanismo elétrico e acumulador de força que fica instalado na parte interna do móvel, para portas de elevação, gavetas, extensões e refrigeradores se abram sozinhas com a ajuda dessa tecnologia, como se não houvesse gravidade;
  • móveis em design minimalista, como os construídos em arame e vergalhões;
  • painéis em MDP, MDF, HDF com e sem revestimento – que são bases de móveis, gavetas e armação, além de portas, tampos, prateleiras e divisórias -, alguns com capacidade de matar germes e bactérias presentes no ar;
  • peças com bordas produzidas por meio de uma usinagem em curva, dando um novo visual para o produto;
  • e maquinário “porta-toras”, que corta e transforma toras de madeiras de até 1,30 m de diâmetro com a ajuda de um scanner, em que um sistema faz uma espécie de leitura da tora e identifica automaticamente qual é a melhor forma de a madeira ser processada – o processo é quase independente, sem a ajuda de mão de obra humana.
fimma e movelsul
Imagem reproduzida de G1 – Globo

Veja Também: Quais são os profissionais mais satisfeitos com os seus salários?


Fontes: ZH, ZH-2, Leouve.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.