Engenharia 360

Impressão 3D com Inteligência Artificial pode revolucionar a indústria

Engenharia 360
por Larissa Fereguetti
| 12/06/2019 | Atualizado em 15/06/2022 2 min

Impressão 3D com Inteligência Artificial pode revolucionar a indústria

por Larissa Fereguetti | 12/06/2019 | Atualizado em 15/06/2022
Engenharia 360

A impressão 3D é uma tecnologia que está cada vez mais presente em nosso cotidiano, principalmente na Engenharia. Porém, elas nem sempre são tão eficientes. Para resolver esse problema, uma startup do MIT resolveu aprimorar a impressão 3D com outra tecnologia que está fazendo muito sucesso: a Inteligência Artificial (IA).

Impressão 3D com inteligência artificial
Imagem: news.mit.edu

Quando o assunto é impressão 3D, ou elas são rápidas, ou precisas, ou imprimem materiais de alta qualidade. É raro (e caro) achar alguma que faça o serviço completo e bem. Então, baseada nisso, a startup Inkbit resolveu agregar novos benefícios à impressora 3D com um sistema de machine learning (aprendizado de máquinas).

Inkbit e a impressora 3D com IA

Funciona assim: o sistema examina de forma exaustiva cada camada do objeto enquanto ele é impresso para buscar corrigir os erros em tempo real. Essas informações são usadas pelo sistema de aprendizado de máquinas para prever o comportamento de deformação dos materiais e contribuir para produtos finais com maior precisão. Para garantir a qualidade, uma réplica digital é guardada pela máquina.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Continue Lendo
Impressão 3D com inteligência artificial
Imagem: techxplore.com

É, basicamente, como uma produção muito otimizada. Se for usada em larga escala, será o paraíso das indústrias. Atualmente, as impressoras 3D não são muito usadas em grandes produções, tendo maior uso em impressão de protótipos e produção de baixo volume.

Confira a seguir o vídeo explicativo do funcionamento do processo pela Inkbit:

Com essa tecnologia, a Inkbit pode imprimir materiais mais flexíveis (que são normalmente mais difíceis de imprimir) e com geometria complexa com uma precisão maior. Por exemplo, para imprimir um chip de computador, que é uma peça cheia de mínimos detalhes, ela será muito mais precisa.

A Inkbit deve começar a vender seus produtos impressos ainda este ano e a previsão é que as impressoras sejam comercializadas no ano que vem. Se tudo der certo, a tecnologia pode conquistar e revolucionar o mercado nas mais diversas áreas.


Fontes: MIT; Techxplore.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Engenheira, com mestrado e doutorado. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Comentários



Assine nossa newsletter
e receba
uma curadoria exclusiva de conteúdos:

Continue lendo