Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

IA da IBM pode debater sobre 100 tópicos diferentes com humanos

por Redação 360 | 05/04/2021

Apesar de ainda ser considerado um arguidor mediano, o projeto realiza conquistas que vão além do debate

O Project Debater é um sistema que vem sido desenvolvido pela IBM há alguns anos. Um recente artigo publicado pela Nature divulga alguns avanços do dispositivo.

Por definição, Inteligência Artificial é a habilidade que máquinas têm de realizar ações e tarefas que são normalmente associadas com seres vivos inteligentes. Assim, com uma variada gama de aplicações, as pesquisas em IA se desenvolvem mais a cada ano. Agora, IAs também podem praticar uma atividade específica da inteligência humana: o debate.

O debate é uma prática comum a qualquer sociedade humana. Isto é, a capacidade de argumentar sobre diferentes assuntos é fundamental na inteligência. Sendo assim, a chamada argumentação computacional busca aplicar essa prática, que é a princípio humana, em diferentes sistemas.

Project Debater compete com campeão em debates

O projeto foi apresentado pela primeira vez em 2019, em evento da IBM. A demonstração aconteceu junto a Harish Natarajan, campeão em debates profissionais. Um registro do evento pode ser conferido abaixo.

Apesar de ainda ser considerado um arguidor mediano, o projeto realiza conquistas que vão além do debate. Não só é capaz de selecionar e conectar informações entre 400 milhões de artigos jornalísticos que possui em sua memória, como também pode reproduzir a voz humana com naturalidade, considerando que são frases e construções sintáticas complexas.

Demonstração do Project Debater em 2019. Fonte: IBM.
Demonstração do Project Debater em 2019. Fonte: IBM.

O artigo publicado pela Nature também ressalta a diferença entre sistemas de IA designados para jogos em relação ao Project Debater. Não é novidade que as IAs já superaram humanos em jogos de estratégia, por exemplo. No entanto, são atividades que lidam com informações mais simples e específicas, com variáveis menores.

Senso de persona

Outra interessante característica do sistema é que ele se reconhece enquanto “pessoa”. Ou seja, observa-se em seu discurso elementos que denotam uma noção de se reconhecer na sociedade, e que ele próprio é um ser inteligente.

Um exemplo está na sua primeira demonstração, de 2019, onde um dos tópicos discutidos foi o subsídio governamental para a educação básica. Em dado momento, uma das arguições do Project Debater trata do acesso que pessoas mais pobres não têm à educação em muitos países.

No entanto, antes de expressar algo sobre isso, a máquina já atesta que nunca passou condições de pobreza e não pode falar a partir de sua experiência. Sendo assim, a máquina assume uma “Persona”. Ou seja, apresenta não só argumentos como resultado de informações coletadas, mas também criando um senso de “personagem”.

Embora haja muito o que melhorar, os avanços do sistema são significativos. Afinal, se direcionam para grandes desafios que são há anos perseguidos pela comunidade de pesquisas em IAs.

Fontes: Nature; IBM; Gizmodo Brasil.

Leia também: Facebook anuncia Inteligência Artificial que aprende por vídeos

E você, acha que se sairia bem num debate com a Project Debater? Conte para a gente nos comentários!

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.

Comentários