Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Filmes Fotovoltaicos Orgânicos (OPV) podem ser alternativa na geração de energia solar

por Karine Rocha | 18/07/2020
Copiado!

Os filmes fotovoltaicos podem ser opção no lugar dos tradicionais painéis fotovoltaicos

Energia solar é uma energia alternativa, renovável e sustentável que utiliza como fonte a luz e calor do sol que são utilizados por diferentes tecnologias, muitas vezes associados com a energia fotovoltaica.

A geração é através de energia elétrica pela sua fonte primária, que é o sol, Quando transformada em corrente elétrica, é utilizada em residências, comércios e indústrias, por exemplo.

Energia renovável

A tecnologia solar vem ganhando cada vez mais força para produção de energia renovável e sendo usada nas construções brasileiras. Os mais conhecidos são os painéis fotovoltaicos. Porém, agora temos um nova tecnologia, conhecida como OPV (organic photovoltaic) – Filmes Fotovoltaicos Orgânicos.

Essa tecnologia consiste em células fotovoltaicas orgânicas impressas em um filme fino e resistente. As folhas são feitas com materiais recicláveis e não tóxicos.

Filmes fotovoltaicos OPV num laboratório onde foi desenvolvido
Fonte: julianoarantes.com/ Sunew

Além disso, as lâminas são compostas por cinco nano folhas de polímeros impressas em rolo de papel, liberando 20 vezes menos carbono no ambiente se comparados aos painéis solares tradicionais, e têm a vantagem de possuir pequena demanda energética.

Os filmes dependem de pouca inclinação da incidência do Sol, sendo capazes de gerar energia mesmo com pouca iluminação, sem redução da eficiência. Portanto, permite o uso em ambientes internos e adaptando a diversas superfícies.

OP Tree - Filmes fotovoltaicos em formato de árvore para captação de energia
Imagem: Juliano Arantes

Acima de tudo, por serem adaptáveis a diversos tipos de superfícies e utilizados em estruturas urbanas, podemos ver o OPTree (Organic Photovoltaic Tree) em formato de árvore localizado no Museu do Amanhã no Rio de Janeiro, por exemplo, captando a luz do sol e transformando em energia elétrica podendo carregar os celulares, unindo energia limpa, design e funcionalidade.

Com isso, podemos perceber a importância da revolução de tecnologia capaz de auxiliar na redução dos impactos ambientais resultantes da emissão de gases do efeito estufa e uma solução adaptável a diversos ambientes, tendo impacto socioambientais, econômicos e desenvolvimento sustentável.

Leia também: Tecnologia pode permitir geração de energia solar em janelas

Gostou do conteúdo? Deixe o seu comentário!

Copiado!
Engenharia 360

Karine Rocha

Formada em Engenharia de Produção, Gestão de RH. e MBA em Gestão de Pessoas e liderança, possui certificação Black Belt em Lean Seis Sigma. Mentora na área de carreira e Consultora na área de melhoria contínua.

Comentários