Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Edifício em faculdade da Califórnia recebe certificação Zero Energia

por Larissa Fereguetti | 13/05/2019
Copiado!

Em uma era que clama pela sustentabilidade (embora nem todo mundo faça sua parte), as certificações de edifícios sustentáveis estão por toda parte. Um exemplo é um edifício no campus de uma faculdade na Califórnia que recebeu a certificação Zero Energia.

A certificação, no caso proveniente do International Living Future Institute (IFLI) é muito buscada, mas é difícil de ser conseguida. O IFLI visa liderar a transformação rumo a uma civilização socialmente justa, culturalmente rica e ecologicamente restauradora. Essa foi a décima quinta certificação Zero Energia na Califórnia, sendo a quarta estrutura de ensino superior do mundo a obtê-la.

certificação zero energia
Imagem: ugreen.com.br

+ Edifício Zero Energia

O edifício fica localizado dentro da faculdade Pitzer College. Nele, há várias práticas sustentáveis para garantir a certificação. O planejamento contou com o envolvimento desde de biólogos até da comunidade no entorno e da própria faculdade. O local foi replantado com vegetação nativa a partir de sementes coletadas no local. Além disso, ele é de grande importância para os povos indígenas da área, que também estiveram envolvidos no planejamento.

O prédio é uma enfermaria histórica, um marco arquitetônico bem preservado e um local de envolvimento interdisciplinar também ligado às questões ambientais. Os planejadores se uniram para conseguir manter as melhores qualidades da estrutura original, incorporando design e construção sustentável e programando tudo para garantir a melhor eficiência energética.

certificação zero energia
Imagem: pitzer.edu

Um dos principais objetivos da reforma era estabelecer um modelo regenerativo com pegada de carbono limitada. A energia é fornecida pelos painéis solares e, felizmente, a produção é maior que o gasto, de modo que o restante é vendido à principal fornecedora de eletricidade da região.

Além da certificação de Zero Energia, o edifício também obteve a certificação LEED Platinum (Leadership in Energy and Environmental Design, ou Liderança em Energia e Design Ambiental, traduzindo) do United States Green Building Council (USGBC). Em Dezembro do ano passado, receberam o AIA/ La Cote Merit Award to the Conservancy do American Institute of Architects (AIA).

Para tudo isso, foi necessário a colaboração de vários departamentos da faculdade, alunos e funcionários. Um ótimo exemplo a ser seguido pelas instituições de educação brasileiras, não é mesmo? Nesse sentido elas podem englobar os trabalhos de alunos.

Referências: Pitzer

Copiado!
Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Comentários