Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Entenda com o Engenharia 360 o que é gás natural

por Redação 360 | 17/11/2021

Hoje em dia existem mais opções de geração de energia. Você conhece o gás natural? Saiba em que e para quê ele é utilizado na engenharia!

Recentemente, por consequência da crise econômica mundial, estamos sendo forçados a aprender o significado de coisas das quais antes não prestávamos muita atenção. Por exemplo, do que são feitos a gasolina e o diesel? Como é realizado o cálculo para a sua cobrança nos postos? Ou mesmo, quais os outros produtos derivados do petróleo? Aliás, começamos a prestar mais atenção em como as empresas produzem energia e quais as alternativas mais limpas encontradas pela engenharia. E é aí a partir disso que começaram a surgir alguns questionamentos, como o que é gás natural? Bem, entenda o significado disso, no texto a seguir!

petróleo
Imagem reproduzida de Gás Brasiliano

A composição do gás natural

O gás natural é um combustível fóssil! Ele surgiu há milhares de anos, a partir da degradação de matéria orgânica fóssil no interior da Terra, sob condições ideais de pressão e temperatura. Este elemento químico é definido como uma mistura de hidrocarbonetos parafínicos leves – como metano, etano, propano, butano e outros gases em menores proporções – em temperatura ambiente e pressão atmosférica, permanecendo no estado gasoso. E ele pode ser originalmente encontrado em acumulações de rochas porosas no subsolo terrestre ou marinho em sua forma gasosa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A produção de gás natural no Brasil

Na matriz energética mundial, a porcentagem de utilização de gás natural é de cerca de 24%, segundo pesquisa da Agência Internacional de Energia (AIE) realizada em 2013. Grande parte desta matriz, hoje, tem a participação da indústria brasileira. Isso só foi possível depois da descoberta da camada do pré-sal – camada ultramarina de exploração de petróleo e gás natural -, além da implantação dos gasodutos Brasil-Bolívia e Urucu-Coari.

petróleo
Imagem reproduzida de além da superfície

A utilização do gás natural no dia-a-dia

Com o avanço das tecnologias de engenharia – incluindo de condicionamento e transporte -, o gás natural vem sendo cada vez mais utilizado no mundo – isso começou a acontecer principalmente após a década de 1940. Hoje, o elemento faz parte da matriz energética de diversos países, como o Brasil. E é utilizado em diversos setores da atividade econômica, como produção de eletricidade, processos industriais, comércio, residências e setor de transportes – ônibus e automóveis -, substituindo o óleo diesel, a gasolina e o álcool. Também é utilizado como combustível para fornecimento de calor e matéria-prima nos setores químico, petroquímico e de fertilizantes.

Todo o processo de distribuição começa em unidades de processamento, onde são retiradas impurezas como água, outros gases e areia, além de componentes, condensáveis e mais pesados, como gasolina natural e o gás liquefeito do petróleo (GLP ou “gás de cozinha”).

A saber, as reservas de gás natural no Brasil são amplas e novas reservas estão sendo descobertas, o que garante o abastecimento em todo o território brasileiro por muito tempo!

petróleo
Imagem reproduzida de blog.laredo

As características gerais do gás natural

  • Já se encontra na natureza em estado gasoso;
  • Não precisa ser atomizado para queimar;
  • É inodoro e incolor – odorizado com mercaptanas;
  • Não é tóxico;
  • É mais leve que o ar;
  • Se dissipa rapidamente pela atmosfera em caso de vazamento;
  • Apresenta baixos teores de dióxido de carbono;
  • A sua combustão é completa, liberando como produtos o dióxido de carbono e vapor de água;
  • É uma fonte de energia limpa, produz baixo impacto ambiental;
  • Pode substituir outros combustíveis mais poluentes, como óleos combustíveis, lenha e carvão;
  • Possui facilidade de transporte e manuseio, não requer estocagem, eliminando os riscos do armazenamento de combustíveis; e
  • Sua distribuição é feita por rede de tubos, os chamados gasodutos.
Imagem reproduzida de Folha PE

Lembrando que, por ser um combustível fóssil, o gás natural NÃO é renovável! Portanto, ele é finito! Em contrapartida, ele é mais limpo e eficiente do que outras fontes de energia, como o petróleo!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja Também: Polímero que armazena gás natural pode combater o aquecimento global


Fontes: Wikipedia, Bahia Gás, Ecycle, UOL.

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.