Engenharia 360

Engenheiros ficam mais de 7h no vácuo do espaço para reparar problema na ISS

Imagem padrão usuário
por Patrícia Pereira Pacheco
| 06/02/2018 | Atualizado em 15/07/2022 < 1 min

Engenheiros ficam mais de 7h no vácuo do espaço para reparar problema na ISS

por Patrícia Pereira Pacheco | 06/02/2018 | Atualizado em 15/07/2022
Engenharia 360

Dois astronautas americanos realizaram, em 23 de janeiro de 2018, uma expedição fora da Estação Espacial Internacional (ISS) para reparar o braço robótico da estação orbital. A NASA transmitiu ao vivo as imagens da expedição.
engenheiros na ISS - Espaço
Foto: Reprodução.

Saiba mais

Os engenheiros de vôo Mark Vande Hei e Scott Tingle mudaram o sistema de seus trajes espaciais a bateria interna, saíram da câmara de descompressão e se lançaram no vácuo. A expedição terminou às 16h13min, horário de Brasília, e durou mais de 7 horas.

Os astronautas substituíram com sucesso uma “mão” do braço mecânico de 17 metros, fabricado no Canadá, chamado Canadarm2. O braço, usado para agarrar naves de carga e mover objetos fora do laboratório espacial, sofreu uma degradação de seus cabos, apontou a NASA em comunicado. Este dispositivo é uma peça-chave da equipe da estação orbital há 17 anos, mas em agosto perdeu parte da sua eficiência.

Em outubro de 2017, os astronautas da NASA completaram três caminhadas espaciais para reparar o braço robótico e substituir as câmeras necessárias para obter uma boa visão das naves de carga que se aproximavam.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Continue Lendo

Comentários

Assine nossa newsletter
e receba
uma curadoria exclusiva de conteúdos:

Continue lendo