Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Engenharia de Produção e Marketing: quais são as vantagens dessa combinação?

por Samira Gomes | 29/09/2020
Copiado!

Entenda como as duas áreas trabalham juntas e dependem uma da outra.

São diversos os caminhos que um engenheiro de produção pode seguir. No entanto, ao cogitarmos possíveis áreas de atuação desse profissional, dificilmente o imaginamos exercendo sua função no ramo do marketing. A realidade é que essas duas áreas têm muito em comum.

Enquanto uma equipe de marketing é responsável por elaborar e operar táticas que formam uma ligação entre produtos, serviços, consumidores e suas experiências, os graduados em Engenharia de Produção promovem a melhoria dos processos de produção e o rendimento desses. São exatamente nesses pontos que ambas as áreas acabam se encontrando e juntas podem gerar melhores resultados para a organização.

imagem ilustrativa de pessoa digitando em computador com painel de marketing e engenharia de produção sobrepondo.
Imagem: Blue Planet Studio | Adobe Stock

Como funciona essa interface Marketing — Engenharia de Produção?

Por serem capacitados para ter uma visão crítica e extensiva sobre as atividades do marketing, os profissionais dessa área evidenciam os engenheiros de produção, tendo em vista que esse olhar sistêmico é vantajoso para esse setor, sobretudo para os que focam no lado criativo.

Hoje, é possível adquirir dados relevantes para a elaboração de estratégias de marketing — por intermédio da tecnologia e automação —, essenciais em meio à ascendência do marketing digital e SEO. Entretanto, esses dados perdem a importância caso não tenham uma leitura específica e um contexto.

Para se obter essa leitura, o trabalho de um profissional com caráter analítico — como o engenheiro de produção — é fundamental. Em cursos e especializações em marketing já é possível encontrar essa disciplina. No entanto, essa demanda ainda não é fornecida pelo ramo e grupos de marketing cada vez mais multidisciplinares vem sendo desenvolvidos.

imagem ilustrativa de mão segurando lâmpada cheia de ideias.
Imagem: BillionPhotos | Adobe Stock

Por que uma área depende da outra?

Para entender melhor como ocorre essa ligação entre ambas as áreas, é preciso entender que o profissional de marketing almeja corresponder às expectativas do cliente sobre um determinado produto ou serviço. Para isso, inicialmente é realizada uma pesquisa com os consumidores do mercado adequado para divulgação deste produto e apenas com a coleta desses resultados é que se inicia a criação de ideias e conceitos.

Do outro lado, o engenheiro, responsável por elaborar um produto, atenta-se às especificações técnicas e busca tecnologias inéditas que adicionem valor ao produto. Porém, muitas vezes esquece de consultar o público alvo para entender suas condições. Dessa maneira, percebe-se a necessidade da interação entre as duas áreas. Não haverá sucesso para o produto idealizado pelo marketing e desenvolvido pela engenharia sem essa comunicação.

imagem de homem de terno engenheiro de produção segurando capacete e escrevendo em quadro com gráficos
Imagem: Khakimullin | DepositPhotos

Geralmente, o contato do marketing com a engenharia de produção é direcionado ao planejamento e criação de um produto, mas existem outras áreas dessa engenharia que tem ligação com o marketing, como a logística, qualidade e estratégia do produto. A última talvez seja a que mais ser relaciona com o marketing.

Referências: Seleção Engenharia; SAEPRO

Tem interesse nas áreas de atuação do engenheiro de produção? Saiba que também é possível empreender! Conheça os tipos de empresa que você pode abrir sendo formado nessa área.

Qual é a sua opinião sobre a ligação entre engenharia e marketing? Conta para a gente nos comentários!

Copiado!
Engenharia 360

Samira Gomes

Engenheira de Produção em formação no Vale do São Francisco. Nordestina fascinada pela escrita. Almeja levar Engenharia e Tecnologia a todos, por meio das palavras, pois acredita que a leitura é a principal ferramenta de aprendizagem.

Comentários