Engenharia 360

Empresa brasileira ameaça os planos de Elon Musk, saiba o porquê

Engenharia 360
por Redação 360
| 01/08/2022 | Atualizado em 19/11/2022 2 min

Empresa brasileira ameaça os planos de Elon Musk, saiba o porquê

por Redação 360 | 01/08/2022 | Atualizado em 19/11/2022
Engenharia 360

Recentemente, a revista eletrônica Money Times divulgou uma matéria em que informa que, de acordo com a financeira AlixPartners, uma multinacional brasileira estaria ameaçando os planos de Elon Musk. Foi dito que a mesma pode entregar 80% de lucro e, assim, praticamente ‘desbancar’ a Tesla na produção de veículos elétricos, visando a substituição das frotas de veículos movidos a combustão.

Inserção no nicho de mercado atual mais competitivo

Isso quer dizer que essa empresa brasileira realmente pode estar se posicionando estrategicamente bem no mercado. Também integrando uma carteira de investimentos resiliente e potencialmente lucrativa – e justamente nesse setor que está com uma curva de crescimento alta. É provável que isso possa acabar com a hegemonia do petróleo, consequentemente livrando os consumidores dos preços abusivos dos combustíveis. O que acha?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

veículos elétricos | elon musk
Imagem reproduzida de Money Times

Projeção de crescimento para os próximos anos

Certamente, você conhece poucas ou nenhuma pessoa com carro elétrico, ou mesmo híbrido aqui, no Brasil, não é mesmo? Infelizmente, no ano passado, as vendas desses modelos, ao nível global, não ultrapassaram 8%. Só que essa realidade vai mudar em breve, principalmente pelas ações mundiais ligadas às tendências ESG, que se referem às boas práticas nos campos sociais, ambientais e de governança. Sendo uma delas seguir as inovações para a sustentabilidade, numa realidade onde dependeremos menos de combustíveis fósseis, como a gasolina.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No Brasil, o avanço das vendas dos veículos elétricos têm sofrido pela deficiência de mercado interno de produção de baterias responsáveis pela melhor autonomia desses automóveis. A infraestrutura de recarga nas cidades do nosso país também é um problema. Por hora, apenas alguns poucos centros urbanos “comportam” um veículo elétrico. Porém, essa empresa brasileira, concorrente da Tesla de Elon Musk, pode está saindo na frente da mudança!

A perspectiva dos economistas é de que, até 2035, as vendas de elétricos cheguem a 54%. E quanto à empresa brasileira, ela diz que poderia entregar mais de 80% de lucro para seus acionistas nos próximos anos. É um bom número, não?

veículos elétricos
Imagem reproduzida de VEJA

Diferencial da multinacional brasileira

Esclarecendo, essa multinacional não é uma montadora, mas fornece a infraestrutura necessária para o desenvolvimento dos carros elétricos, em especial seus motores e estações de carregamento. Ela consegue produzir sistemas de tração elétrica, que podem ser utilizados não só em carros de uso pessoal, mas também em veículos de maior porte, tipo caminhões, vans e ônibus, e até em locomotivas, bondes, trens e monotrilhos. E ainda está trabalhando no setor de estações de recarga – residenciais, semi públicas e públicas.

A saber, a Tesla, no momento, tem poucos lançamentos de veículos elétricos e apenas um lançamento de caminhão elétrico.

Veja Também: É verdade que Elon Musk pretende construir uma fábrica da Tesla na Amazônia?


Fontes: Money Times.

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo