Engenharia 360

Vamos economizar água? Conheça os diferentes tipos de descargas utilizadas em bacias sanitárias

Engenharia 360
por Simone Tagliani
| 09/03/2022 | Atualizado em 23/11/2022 3 min

Vamos economizar água? Conheça os diferentes tipos de descargas utilizadas em bacias sanitárias

por Simone Tagliani | 09/03/2022 | Atualizado em 23/11/2022
Engenharia 360

Dizem que um dos maiores vilões para o consumo de água dentro de casa são as bacias sanitárias – cerca de 29% dos gastos residenciais. Mas o que podemos fazer? Se tem algo que não podemos evitar é fazer as nossas necessidades. Contudo, podemos buscar entender melhor os modelos de descargas para escolher qual o tipo que queremos usar nos banheiros de casa. Se vamos reformar estes ambientes, podemos aproveitar para atualizar o sistema e poupar água no futuro. O que acha?

descargas bacias sanitárias
Imagem reprodução da ReviewBox

Os diferentes sistemas para descargas de banheiros

Atualmente, nas casas brasileiras, você encontrará alguns modelos diferentes de sistemas de acionamento de descargas de banheiros. A versão mais antiga é aquela com caixa suspensa, funcionando por vácuo ou válvula – necessitando de coluna hidráulica embutida na parede. Já a versão mais atual é com caixa acoplada. Só lembrando que a descarga só estará mesmo completa pela última peça, que é a bacia sanitária.

Ambos os modelos, quando obsoletos, podem apresentar um fluxo contínuo de água, ou seja, um vazamento que deve aumentar horripilantemente a conta de consumo. Cuidado!

Ademais, hoje em dia, já existem descargas dos dois tipos com opção de acionamento com dois fluxos, o que também ajuda na economia de água.

Válvula de parede

Este modelo de descarga já foi até mais utilizado em projetos de arquitetura residencial. É um sistema reconhecido pela boa pressão – que pode ser regulada por um parafuso interno na peça embutida na parede. Sua aparência é discreta e compacta. A grande vantagem é possibilitar vazão de fluxo com duração que o usuário quiser. Porém, é justamente isso que faz aumentar a conta de água. Além do mais, é bastante difícil fazer a manutenção de tudo – às vezes, exigindo quebra de azulejo e alvenaria. Fora que exige um encanamento de alimentação de diâmetro maior, vindo independente e diretamente do reservatório. Então,… Vamos ao plano B?!

Caixa acoplada

descargas bacias sanitárias
Imagem reprodução da TubeSobre em YouTube

Este é o nosso plano B! A caixa acoplada é o modelo de descarga mais utilizado hoje nos projetos, pois apresenta um sistema conhecido pela economia de água, por não permitir descargas demoradas. Outra razão pela sua alta indicação é porque é fácil de ser instalada, sem maiores trabalhos em alvenaria. Sua manutenção também é menos cara, pois, internamente, é composta de peças de plástico. A principal desvantagem é apresentar baixa pressão, por conta do reservatório principal estar a poucos centímetros da própria bacia. E a outra é ocupar mais espaço de planta, por conta desse reservatório. Mas, no geral, vale muito mais a pena, não acha?

Informação Bônus

Medidas padrão:

Para válvula: altura de entrada de água deve ter de 33 cm e a distância da parede até a saída de esgoto 25 cm.
Para caixa acoplada: altura da entrada de água 20 cm e a distância da parede até a saída de esgoto 30,50 cm.

Veja Também: Ducha higiênica – saiba tudo sobre este acessório para banheiros


O Engenharia 360 tem muito mais a compartilhar com você! Confira ao webstories a seguir!

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada em Arquitetura & Urbanismo e Letras; técnica em Publicidade; pós-graduada em Artes Visuais e Jornalismo Digital; estudante de Marketing; e proprietária da empresa Visual Ideias.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo