Engenharia 360

Amônia Verde: África do Sul Investe em Mega Projeto para Combustível Marítimo Sustentável

Engenharia 360
por Redação 360
| 17/08/2023 | Atualizado em 13/10/2023 4 min
Imagem de Freepik

Amônia Verde: África do Sul Investe em Mega Projeto para Combustível Marítimo Sustentável

por Redação 360 | 17/08/2023 | Atualizado em 13/10/2023
Imagem de Freepik
Engenharia 360

Primeiro, aqui vai um alerta! A amônia é muito perigosa devido aos seus vapores tóxicos. Inclusive, recentemente saiu uma notícia de que uma caminhada espacial programada na ISS para procurar microrganismos sobreviventes no espaço foi cancelada devido a um vazamento de amônia no módulo Nauka. A amônia vazou de um radiador do módulo russo.

Sim, a amônia é perigosa durante caminhadas espaciais. A NASA adiou as caminhadas espaciais até concluir as análises. O vazamento parou, restando apenas gotículas residuais de amônia. O radiador primário do Nauka continua funcionando normalmente, sem impacto na tripulação ou nas operações da estação.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO


Você sabia dessa? A amônia verde é uma variante da amônia convencional, composta por nitrogênio e hidrogênio. Enquanto a produção convencional depende de combustíveis fósseis e contribui para as emissões de CO2, a amônia verde é fabricada por meio de eletrólise, utilizando água, ar e energia renovável, reduzindo a pegada de carbono.

amônia verde
Imagem reproduzida de Yara Brasil

Qual a relevância de saber disso? É que, atualmente, a maior planta de amônia verde está sendo construída em Nelson Mandela Bay, na África do Sul. Ela se concentrará em substituir combustíveis pesados nos navios. Saiba o porquê nesta publicação do Engenharia 360!

amônia verde
Região onde está localizada a planta de amônia | Imagem reproduzida de TUBS em Wikipédia - https://pt.wikipedia.org/wiki/Cabo_Oriental#/media/Ficheiro:Eastern_Cape_in_South_Africa.svg
amônia verde
Imagem de wirestock em Freepik

Veja Também:

Estudo Brasileiro Propõe Bambu e Mamona como Alternativa na Construção Civil

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O problema da produção atual de amônia no mundo

A saber, a amônia é tóxica e requer manuseio cuidadoso. A produção atual de amônia é responsável por 1,8% das emissões globais de CO2. Por isso, a nova abordagem chamada de "amônia verde", que está sendo desenvolvida, pode ajudar na descarbonização. No entanto, há desafios em relação à toxicidade da amônia e ao desenvolvimento de tecnologias para seu uso eficiente e controle de emissões. Inclusive, vale dizer que o mercado de amônia verde ainda está em crescimento, e ainda espera-se um aumento significativo nos próximos anos.

Em 2021, o mercado de amônia representou cerca de US$ 36 milhões, mas deverá atingir cerca de US$ 5,4 bilhões até 2030, de acordo com um relatório da entidade Precedence Research.

amônia verde
Imagem reproduzida de Enaex

Usos comumentes para a amônia

A amônia é comumente usada como fertilizante devido ao seu teor de nitrogênio, essencial para o crescimento das plantas. Antes dela, o principal fertilizante agrícola usado era o guano, feito de excremento de morcegos ou pássaros, obtido em ilhas tropicais. Mas a produção em escala industrial de amônia impulsionou a agricultura, permitindo o crescimento de alimentos em larga escala.

Atualmente, diz-se que amônia é crucial na produção de alimentos em todo o mundo. Fora isso, a amônia é utilizada na fabricação de explosivos para a indústria de mineração, bem como em produtos farmacêuticos e de limpeza.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A produção de amônia verde e seus benefícios

A amônia verde seria produzida através de um processo relativamente simples. Explicando melhor, a eletrólise separa a água em hidrogênio e oxigênio, enquanto uma unidade de separação de ar extrai nitrogênio do ar, combinando então hidrogênio e nitrogênio para criar a amônia.

Vale dizer que a principal fonte de energia para a produção de amônia verde é proveniente de fontes renováveis, como energia solar ou eólica, evitando emissões de gases de efeito estufa. Como pode-se imaginar, isso tem impactos positivos na economia local, incluindo a criação de empregos, redução de emissões de CO2, diversificação econômica, inovação tecnológica, atendimento à demanda futura e promoção do desenvolvimento sustentável.

amônia verde
Imagem de wirestock em Freepik

Veja Também:

O que é um FPSO e por que é tão importante para a indústria de petróleo e gás

Amônia verde para a indústria naval

Sabe-se que a indústria naval está relacionada às emissões globais de CO2 devido ao uso de combustíveis fósseis, como óleos combustíveis pesados ​​e diesel, para alimentar navios. Esses combustíveis emitem dióxido de carbono (CO2) e outros poluentes atmosféricos, contribuindo para o aquecimento global e a poluição do ar.

A boa notícia é que é esperada para até 2050 mais investimentos em amônia, contribuindo com cerca de 45% da demanda global de energia para transporte marítimo, especialmente em cenários de emissões líquidas zero. Isso sugere que a amônia desempenhará um papel essencial na transição para um setor naval mais sustentável e com menor impacto ambiental. Nesse cenário, a produção de "amônia verde" seria muito bem-vinda, visando a descarbonização do setor naval.

amônia verde
Imagem de tawatchai07 em Freepik

Lembrando que o uso da amônia como combustível enfrenta desafios como emissões de óxidos de nitrogênio, toxicidade e inflamabilidade, exigindo manuseio seguro, necessidade de sistemas de controle de emissões e desenvolvimento contínuo de tecnologia de motores e sistemas.

Qual é a sua opinião sobre a viabilidade da amônia verde como uma alternativa promissora de combustível para embarcações? Por favor, compartilhe seus pensamentos na seção de comentários abaixo!

Veja Também:


Fontes: CNN Brasil.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo