Engenharia 360

Coberturas Transparentes: Vidro ou Policarbonato? Descubra a Melhor Escolha para seu Projeto

Engenharia 360
por Simone Tagliani
| 30/01/2024 4 min
Imagem de fanjianhua em Freepik

Coberturas Transparentes: Vidro ou Policarbonato? Descubra a Melhor Escolha para seu Projeto

por Simone Tagliani | 30/01/2024
Imagem de fanjianhua em Freepik
Engenharia 360

Projetos modernos de engenharia e arquitetura costumam apresentar detalhes especiais com elementos transparentes. Se a ideia é construir coberturas transparentes, o que é melhor: vidro ou policarbonato? Bem, pode ter certeza de que ambos os materiais oferecem benefícios únicos. Nesse caso, a opção do projetista pode se basear em diversos fatores. Para facilitar sua escolha, o Engenharia 360 montou este guia especial, abordando vantagens, desvantagens e aplicações ideais para cada material. Confira!

Coberturas transparentes em projetos de engenharia e arquitetura

As coberturas transparentes oferecem beleza e funcionalidade para os projetos de engenharia e arquitetura. Elas desempenham um papel vital no design contemporâneo, permitindo a entrada de luz natural nas edificações, criando espaços diferenciados e contribuindo para a economia de energia. Ademais, podem oferecer proteção contra intempéries e intrusos, integração do ambiente interno e externo, facilidade de harmonização com a decoração e valorização do imóvel.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Nesse contexto, a escolha entre vidro e policarbonato é crucial para garantir o sucesso do projeto. Vale considerar em primeiro lugar a questão do conforto térmico e acústico. A saber, tanto o policarbonato quanto o vidro podem ser adequados para atender a essas necessidades, dependendo das condições locais e do tipo de película aplicada.

Coberturas Transparentes: Vidro ou Policarbonato
Imagem de wirestock em Freepik

Critérios para escolha entre telhados de vidro e policarbonato

A escolha entre telhados de vidro e policarbonato deve se basear em fatores relevantes para o projeto de engenharia e arquitetura, considerando suas necessidades. São exemplos:

  • Durabilidade: o material deve ser resistente às intempéries e ao desgaste natural.
  • Isolamento térmico: o material deve ajudar a manter o ambiente fresco no verão e aquecido no inverno.
  • Transparência: o material deve permitir a passagem de luz natural.
  • Custo: o material deve ter um custo adequado ao orçamento disponível.

Já adiantamos que o vidro, dentre muitas opções de materiais de cobertura à venda no mercado, se destaca pela durabilidade e resistência à abrasão. Além disso, os vidros oferecem melhor controle solar - sobretudo com películas apropriadas para refletir a luz solar e tratar questões térmicas.

Coberturas Transparentes: Vidro ou Policarbonato
Imagem de awesomecontent em Freepik

Vantagens e desvantagem de cada material

Vidro

O vidro apresenta melhor resistência física e química. Como dito antes, sua capacidade de proporcionar conforto térmico e acústico é superior, tornando-o ideal para ambientes que necessitam dessas características.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essa é uma opção durável se bem cuidada, e a melhor parte é que pode ser personalizada em diversas cores e texturas. O único problema é que o material custa mais caro e pesa mais, exigindo uma estrutura de cobertura mais robusta para sua sustentação.

Coberturas Transparentes: Vidro ou Policarbonato
Imagem de wirestock em Freepik

Policarbonato

O policarbonato, material resultado da reação entre ácido carbônico e bisfenol, é mais frequentemente usado em coberturas transparentes em projetos de engenharia e arquitetura. Isso porque ele possui uma resistência a impactos 250 vezes maior que a do vidro. Por isso, é ideal para áreas com quedas de objetos e regiões com quedas de granizos.

Outra vantagem é sua leveza e maleabilidade, que permite curvaturas a frio no local da obra, reduzindo custos. Entretanto, pode amarelar com o tempo e sua dilatação térmica pode ser um desafio, exigindo fixações cuidadosas para evitar deformações.

Coberturas Transparentes: Vidro ou Policarbonato
Imagem de fanjianhua em Freepik

Comparando aplicações em ambientes

  • Ambientes Internos:
    • Vidro ou Policarbonato: ambos são opções válidas, proporcionando iluminação natural e um toque diferenciado ao ambiente.
  • Áreas Externas:
    • Nesses locais, as coberturas transparentes mantêm as fachadas bonitas, reduzindo poeira. Mas especialmente em locais com árvores ou locais com maior incidência de quedas de objetos, o policarbonato é mais recomendado.
  • Garagens:
    • O vidro protege contra intempéries e ilumina com luz natural a garagem, resultando em economia de energia. Em locais com árvores, o policarbonato pode ser considerado.

Para amenizar a entrada de raios solares nos ambientes, pode-se usar películas que atendem a requisitos específicos, como proteção UV, difusão da luz e controle térmico. As películas mais comuns incluem as leitosas, jateadas e fumês, cada uma com características distintas para atender às necessidades do projeto.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Bônus | Dicas de instalação para coberturas transparentes

  • Meça pessoalmente no local e planeje detalhes como número de pessoas necessárias e ferramentas requeridas.
  • Utilize materiais intermediários entre os vidros para evitar tensões e garantir estabilidade.
  • Conheça os materiais envolvidos e ajuste as folgas para dilatação, evitando danos aos vidros.
  • Certifique-se de ancoragens corretas e estruturas sem fraturas para uma instalação segura.
  • A vedação é crucial. Utilize selantes ao redor dos vidros para evitar acúmulo de sujeira e umidade.

Considerações finais

Escolher vidro ou policarbonato para coberturas transparentes vai depender do que é previsto em projeto por conta de questões solares, conforto térmico e acústico, e também as limitações de orçamento. Reforçamos que o vidro pode ser uma excelente escolha, mas é preciso considerar sua resistência e instalação, pois, nesse caso, o policarbonato pode apresentar mais vantagens.

Na dúvida, consulte um profissional qualificado para auxiliar na seleção do material mais adequado para cada situação.

Veja Também:


Fontes: Forum da construção.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada nos cursos de Arquitetura & Urbanismo e Letras Português; técnica em Publicidade; pós-graduada em Artes Visuais, Jornalismo Digital, Marketing Digital, Gestão de Projetos, Transformação Digital e Negócios; e proprietária da empresa Visual Ideias.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo