Engenharia 360

Como o ChatGPT pode levar a evolução dos assistentes de voz inteligentes

Engenharia 360
por Redação 360
| 25/01/2023 2 min

Como o ChatGPT pode levar a evolução dos assistentes de voz inteligentes

por Redação 360 | 25/01/2023
Engenharia 360

O sistema ChatGPT, lançado pela OpenAI, está revolucionando o mercado e promete otimizar tarefas de profissionais de diversos setores. Contudo, para nossa infelicidade, há boatos de que, em breve, sua versão gratuita estará disponível a depender da disponibilidade de tráfego. A ideia é que seja lançada uma versão profissional paga, que deve custar aproximadamente R$218,00/mês. Achou o preço salgado? Reflita sobre isto!

Antes, vamos refletir sobre outra perspectiva para o ChatGPT, que é sua evolução para o modelo GPT-3, desenvolvido para poder aprimorar os serviços oferecidos por outros assistentes inteligentes. Saiba mais no texto a seguir!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

ChatGPT
Imagem reproduzida de TudoCelular

ChatGPT somado ao mecanismo de voz da Apple

O ChatGPT é um assistente muito inteligente, mas só conseguimos interagor com ele através da comunicação escrita. Diferente disso, a assistente Siri, da Apple, responde por meio de voz. Ambos os sistemas ainda possuem falhas, apresentando dificuldade de entender certos comandos dos usuários. Porém, juntos, poderiam ser melhores, conseguindo controlar (indiretamente) dispositivos inteligentes integrados a ferramentas, como HomeKit.

Experimento Mate Marschalko

Em um experimento realizado por Mate Marschalko, foram usados atalhos do iPhone para fazer a ligação do GPT-3 à Siri. E deu certo! Ao fazer um comentário para a Siri, usando a voz, o atalho responsável pela tecnologia, enviando um prompt ao GPT-3, solicitava uma resposta em linguagem de máquina. A resposta, então, retornou ao aplicativo, onde foi interpretado. Com isso é que foram executados comandos desejados, como mudar a temperatura do ambiente.

ChatGPT
Imagem reproduzida de MacMagazine

Na ocasião, a Siri “leu” e “ditou” as respostas de forma normal, quase sem o seu aspecto mecânico costumeiro. O interessante é que, para isso, não foi preciso a programação de um novo código para a assistente inteligente. O usuário escreveu no seu idioma o comando, as solicitações, e a estrutura exata da resposta que seria executada.

“Pedi que ele se comportasse como uma IA senciente, dando conselhos até mesmo para perguntas pessoais. Eu também forneci alguns detalhes sobre a hora, a localização e os dispositivos/quartos na casa.” – disse Mate Marschalko.


Então, o que achou desta notícia? Ficou ou não empolgado com a ideia de unir GPT-3, da OpenAI, e Siri, da Apple? É interessante como está acontecendo esta evolução dos assistentes pessoais inteligentes, unidos aos aparelhos smarts e outras ferramentas. O que será que podemos esperar do futuro com esta perspectiva tecnológica? Comenta aí!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Antes, olha mais esta novidade! A Microsoft vai investir 10 bilhões de dólares na OpenAI!


Fontes: MacMagazine.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo