Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Como conseguir uma bolsa para fazer engenharia de produção?

por Larissa Fereguetti | 15/03/2019
Copiado!

No início do ano, muitas pessoas ficam ansiosas pela expectativa de começar uma graduação. Porém, infelizmente, não é todo mundo que tem a oportunidade de ingressar em uma faculdade federal, seja pelo vestibular, pelo tempo ou pela distância de casa. E, nós sabemos que conseguir pagar um curso em uma universidade particular não é fácil. É por isso que nós vamos contar algumas dicas para conseguir uma bolsa para fazer engenharia de produção!

bolsa para fazer engenharia de produção

+ Como conseguir uma bolsa para fazer engenharia de produção?

ProUni

A primeira alternativa é o ProUni, que oferece bolsas de 100% ou de 50% em universidades privadas. Para tentar, é preciso:

– Ter feito o ENEM na última edição;

– Ter renda familiar de até três salários mínimos por pessoa;

– Ter feito o ensino médio em escola pública (ou escola privada com bolsa integral) ou ser deficiente ou ser professor da rede pública de ensino básico em efetivo exercício e concorrer a vaga em curso de licenciatura, normal superior ou pedagogia (este último caso não considera restrição da renda);

Você pode conferir mais informações no site do MEC.

Bolsas em instituições particulares

Se você não se encaixa ou não conseguiu uma vaga, calma que ainda tem solução. As instituições privadas também oferecem bolsas (com porcentagens variadas). Em algumas, os primeiros lugares são contemplados com as bolsas.

bolsa para fazer engenharia de produção

Primeiro, você deve listar sua disponibilidade (horários, deslocamento, etc.) e avaliar quais são os percalços que está disposto a enfrentar. Lembrando que as universidades com ensino a distância oferecem condições mais flexíveis para a realização dos cursos, caso seus horários sejam realmente impossíveis de frequentar um curso presencial. Nós já contamos um pouco sobre a faculdade a distância aqui no Engenharia 360 e discutimos se vale a pena ou não para engenharia.

Com todas as informações que você tem, é hora de procurar uma bolsa. Para isso, você pode procurar no Google (seja pela sua cidade ou pelo nome da faculdade) e verificar o que cada local oferece. Ainda, pode usar algum site de busca específico. O Quero Bolsa, por exemplo, é uma plataforma que tem parceria com várias universidades, oferece bolsas (descontos de até 75%) e permite fazer uma busca de acordo com suas preferências.

Há, ainda, outras plataformas ativas. A fundação Estudar, por exemplo, seleciona talentos para universidades no Brasil e no exterior. Independentemente da sua escolha, é preciso que você avalie direitinho as condições antes de simplesmente se matricular.

Você pode listar as universidades que atendem aos requisitos que escreveu na lista e procurar no site ou entrar em contato com a faculdade para verificar as condições de bolsa. Muitas universidades oferecem várias condições de financiamento e até mesmo oferecem um desconto se você conversar. É preciso saber negociar.

Há, ainda, o financiamento pelo FIES (Fundo de Financiamento Estudantil). É preciso verificar no site do MEC para verificar se você se enquadra e quais as condições de financiamento.

+ Persista e não desista!

O bom e velho clichê se aplica: o importante é não desistir. Atualmente, é muito mais fácil estudar que há alguns anos. Porém, você precisa correr atrás dos seus sonhos. Estudar com bolsa não é nenhuma humilhação ou vergonha, pelo contrário. Você mostra que, apesar dos empecilhos, não desistiu e está batalhando pelo que almeja.

Copiado!
Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Comentários