Engenharia 360

Astronomia: pesquisadores descobrem quatro exoplanetas maiores que Júpiter

Engenharia 360
por Rafael Panteri
| 19/04/2021 | Atualizado em 28/01/2023 2 min

Quatro planetas recém encontrados pelos cientistas possuem um dado bem curioso, ter um tamanho 10% maior do que o maior planeta do sistema solar, Júpiter.

Astronomia: pesquisadores descobrem quatro exoplanetas maiores que Júpiter

por Rafael Panteri | 19/04/2021 | Atualizado em 28/01/2023

Quatro planetas recém encontrados pelos cientistas possuem um dado bem curioso, ter um tamanho 10% maior do que o maior planeta do sistema solar, Júpiter.

Engenharia 360

Um time internacional de astrônomos detectou quatro exoplanetas no projeto que utiliza o Next Generation Transit Survey ou NGTS – base robótica localizada no deserto do Atacama, Chile, que procura por planetas fora do sistema solar. Os quatro astros encontrados são pelo menos 10% maiores que Júpiter, mas menos massivos. O estudo foi publicado em março de 2018.

astronomia
Deserto Atacama, Chile | imagem de LuisValiente em Pixabay

Os Hot Jupiters

Chamados de “hot Jupiters” – do inglês, Jupíteres quentes -, os quatro planetas apresentam características similares ao do maior astro do sistema solar. E eles possuem um período orbital menor que 10 dias, além de elevadas temperatura na superfície devido à proximidade com suas estrelas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

jupiter
Planeja Júpiter | imagem de WikiImages em Pixabay

A detecção disso ocorreu entre agosto de 2017 e agosto de 2018. Na ocasião, os cientistas identificaram sinais transitórios na curvatura da luz de quatros estrelas. Esses sinais são causados pela presença de um corpo celeste enorme e foram confirmados posteriormente pelo Observatório Astronômico Sul-Africano e pelos satélites da NASA. Por fim, os novos exoplanetas acabaram recebendo o nome de NGTS-15b, 16b, 17b e 18b.

sinais
Sinais transitórios na curvatura da luz que demonstra a presença de corpos celestes – Imagem do estudo publicado

Veja também: NASA anuncia planos de colocar painéis solares na Lua

As conclusões das pesquisas

Com um raio 1,1 vezes maior do que Júpiter, acredita-se que NGTS-15b seja o menor planeta do quarteto; tendo 25% menos massa do que Júpiter; orbitando sua estrela hospedeira em apenas 3,27 dias; localizado a 2600 anos-luz da Terra; e com uma temperatura de 5600K!

Em comparação, o NGTS-16b é o maior planeta do quarteto, com um raio 1,3 vezes maior do que Júpiter; seu período orbital é de 4,84 dias; sua temperatura é de 1200K; e está localizado há 2900 anos-luz de distância da Terra.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com o resultado destas pesquisas, os autores do estudo confirmaram que estes seriam, portanto, exoplanetas inflados, ou seja, com diâmetros bem maiores do que o esperado!

Depois da publicação da descoberta, diversos laboratórios e grupos de pesquisadores direcionaram a sua atenção justamente para tais planetas. Agora, eles querem partir para a análise das suas formações rochosas e possíveis planetas próximos!

Então, o que achou dessa descoberta? Deixe suas impressões nos comentários!


Fontes: Physis.org.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Engenharia 360

Rafael Panteri

Estudante de Engenharia Elétrica no Instituto Mauá de Tecnologia. Parte da graduação em Shibaura Institute of Technology - Japão.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo