Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Apple lança primeiras versões dos Macs com processador ARM

por Engenharia 360 | 10/11/2020
Copiado!

Até que os desenvolvedores lancem novas versões dos softwares, será necessário usar um emulador chamado Rosetta 2, o qual deve rodar grande parte dos programas atuais.

A Apple realizou hoje (10) mais um evento online, o “One More Thing”. Nele, foram anunciados os primeiros Macs que contêm processadores da própria Apple, tecnologia chamada Apple Silicon. O primeiro da linha é o M1, que estará presente nos novos MacBooks.

O M1 possui 8 núcleos para CPU e 8 de GPU e é produzido em um processo de 5 nanômetros e contém 16 b ilhões de transistores. A Apple afirmou que são os núcleos mais rápidos do mundo e que é a melhor performance por watt. O desempenho pode ser igualado aos dos chips atuais presentes nos Macs e o consumo de energia é 2/3 menor.

novo chip M1 ARM da Apple
Imagem: Apple

O novo processador é um system-on-chip, o qual integra vários componentes de um computador. No M1, há placa gráfica, CPU, memória e Neural Engine (dedicado para inteligência artificial e com 16 núcleos, prometendo performance de até 15 vezes mais para machine learning).

novo chip M1 ARM da Apple
Imagem: Apple

MacBook Air

Em comparação à versão anterior (a qual possui chip Intel), o novo MacBook Air possui desempenho gráfico de até cinco vezes maior e é 3,5 vezes mais rápido. A autonomia de bateria é de até 15 horas usando para navegação na internet via Wi-Fi e 18 horas para reprodução de vídeo.

A promessa é que o MacBook Air será silencioso, uma vez que não há cooler para resfriamento. Ele também conta com tela retina de 13.3 polegadas.

MacBook Air Apple com chip M1
Imagem: Apple

As vendas do MacBook Air pelo site começam hoje nos EUA, pelo preço de US$999 (U$899 para quem usar desconto educacional na compra). Ele deve chegar nas lojas na semana que vem e contará com o sistema operacional MacOS Big Sur, o qual deve ser liberado nesta quinta (12).

MacBook Pro

O MacBook Pro também virá equipado com chip M1 e display de 13,3” ou 16”. O desempenho prometido é de 2,8 vezes maior em comparação à versão anterior, além de desempenho gráfico até cinco vezes maior.

MacBook Pro Apple com chip M1
Imagem: Apple

A bateria do MacBook Pro deve durar até 20 horas para o de 13,3” e 11 horas para o de 16”. Ele será vendido por US$1.299 (13,3” ) e US$2.399 (16” ) nos Estados Unidos e ainda não tem previsão de lançamento por aqui.

Mac Mini

O Mac Mini também contará com processador M1. A promessa da Apple é que ele tenha três vezes o desempenho da versão anterior (que tem um Intel Quad-Core) e seis vezes o desempenho gráfico. O preço será de US$699.

Mac mini Apple
Imagem: Apple

MacOS Big Sur

O novo sistema operacional deve rodar grande parte dos programas atuais que já rodam nos Macs. Para isso, será usado um emulador chamado Rosetta 2, que deve “segurar as pontas” até os desenvolvedores adaptarem seus softwares.

A vantagem é que será possível rodar todos os aplicativos que já existem no iPhone e no iPad de forma nativa no MacOS Big Sur.

Confira a cobertura completa do evento no site da Apple.

Leia também: Apple anuncia o tão esperado iPhone 12 e suas versões

O que você achou da grande mudança nos processadores dos computadores da Apple? Comente!

Copiado!
Engenharia 360

Engenharia 360

Engenharia para todos.

Comentários